(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Barro Preto: Polêmica do campo

Cidade Comentários 05 de junho de 2009

Políticos e desportistas se unem para reabrir praça esportiva tradicional da Vila Santa Maria de Nazareth


Tradicional reduto dos desportistas amadores, notadamente do futebol varzeano, em Anápolis, o Campo do Barro Preto, na Vila Santa Maria de Nazareth voltou a ser objeto de polêmica. É que, depois de altos investimentos, com recursos obtidos junto ao Governo Federal na administração passada (Pedro Sahium) a obra foi entregue e, segundo os técnicos, sem as devidas qualificações. O campo (transformado em uma espécie de centro esportivo) acabou sendo interditado por não oferecer as condições ideais para a prática das atividades a que se propunha. Hoje o “Barro Preto” está totalmente abandonado, servindo para depósito de lixo, abrigo de animais, esconderijo de marginais e outras ocorrências desagradáveis para os moradores do bairro.
Como no local foi aplicada uma considerável soma de recursos públicos, o assunto chegou a ser levado ao conhecimento do Ministério Público, que arguiu uma série de fatores, ocasionando, inclusive, o lacramento da praça esportiva. Com isso, acendeu-se a polêmica, mais para o lado político e menos para o lado de se resolver a questão. Agora, todavia, surgiu uma alternativa para se colocar o campo em condições de uso. Um recurso adicional foi prometido pelo Prefeito Antônio Gomide, visando a recuperação do gramado, dos vestiários e de outros aparelhos. Um grupo de desportistas, liderado pelo vereador João Feitosa (PP) está anunciando esta disposição do prefeito Municipal.

Histórico
Durante décadas, o Campo do Barro Preto, embora fosse propriedade privada (família Roriz), serviu como palco esportivo. Na administração Adhemar Santillo fez-se, com a autorização da Câmara Municipal, uma permuta da área por outras pertencentes ao Município, justamente para se garantir a permanência do campo. Naquela época, o então prefeito promoveu uma reforma parcial, instalando, inclusive, refletores para jogos noturnos. Passados os anos, a praça esportiva foi sendo abandonada, até que na administração Pedro Sahium optou-se por novos investimentos ali. Foi quando se buscou no Ministério dos Esportes, em Brasília, parte dos recursos que permitiram a instalação do alambrado, a gramagem do terreno, a construção de vestiários, quadra esportiva e outros. Existe uma expectativa de que a Prefeitura, realmente, assuma a nova despesa e o campo possa ser reaberto para a comunidade desportiva daquela parte da cidade.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Anápolis tem novos comendadores

20/07/2017

A Comenda “Gomes de Sousa Ramos”, maior honraria instituída pelo Município, foi entregue a personalidade de diversos se...

Monumentos históricos de Anápolis completam 60 anos

13/07/2017

Ignorados por grande parte da população e, até, pelas autoridades governamentais, dois monumentos que ficam no centro de A...

Câmara Municipal de Anápolis vai ter seu hino oficial em breve

15/06/2017

O vereador Teles Júnior (PMN) informou, durante o uso da tribuna, na sessão ordinária da última segunda-feira,12, que pro...

Presidente da UVG defende 13º e férias para os vereadores

09/06/2017

Em visita à Câmara Municipal de Anápolis, na manhã da última quarta-feira,07, o Presidente da União dos Vereadores de G...