(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Banda ganha torneios e é campeã em amor ao próximo

Geral Comentários 20 de novembro de 2015

Formada por crianças e adolescentes de 8 a 15 anos, Banda de Percussão Leiny Lopes de Souza coleciona medalhas, troféus e o mais importante: o pódio da solidariedade e dos bons exemplos


Fundada no dia 18 de outubro de 2012, há pouco mais de três anos, portanto, a Banda de Percussão “Leiny Lopes de Souza” (BPLLS), conquistou dois importantes títulos em 2014: foi bicampeã no torneio promovido pela Federação Goiana de Bandas e Fanfarras e campeã nacional no torneio disputado na cidade de Barra Mansa, Rio de Janeiro. Devido ao sucesso, o grupo tem recebido convites para se apresentar em diversos eventos em Anápolis e em outras cidades.


Os instrumentos, as batidas musicais e as evoluções pulsam no coração e dão um novo horizonte para 45 crianças e adolescentes da região do setor Calixtópolis, onde se localiza o Colégio Estadual “Leiny Lopes de Souza”, que dá nome à banda e, também, a estrutura física para que ela possa desenvolver as suas atividades.


Segundo o professor e maestro Paulo Sérgio da Mota, os integrantes da banda têm na faixa de 8 a 15 anos de idade e, quase todas, são selecionadas entre as famílias de baixa renda, algumas delas, residentes em áreas de invasões, como no Bairro Laranjeiras. São menores que vivem em ambientes de vulnerabilidade social.


“Nós trabalhamos muito para que essas crianças e adolescentes não sejam levados para o lado da violência e das drogas. É um luta constante e muito difícil”, desabafa Paulo Sérgio, acrescentando que a diretora do colégio, Miriam Ferraz de Oliveira e todo o corpo de funcionários do colégio dão todo apoio e têm muito carinho para com a Banda, por tudo que ela representa para a comunidade. No começo do ano, inclusive, a Banda recebeu uma homenagem Câmara Municipal de Anápolis, reconhecendo o seu trabalho, numa iniciativa do vereador Sargento Pereira.


Porém não é só a música, as coreografias ensaiadas com muita dedicação e entusiasmo que fazem o diferencial da BPLLS. O maestro e sua equipe são engajados em trabalhos sociais. Agora mesmo, vão começar uma campanha para arrecadar roupas; agasalhos, brinquedos e alimentos para distribuírem a instituições e famílias pobres. Quando há, também, dentro do grupo, algum núcleo familiar precisando de ajuda, os jovens se mobilizam para montarem cestas básicas e outros tipos donativos. A origem humilde dos próprios integrantes faz com que eles, conhecedores que são da realidade próxima de cada um, tenham olhar com um olhar diferente para o seu próximo. E, isso, faz com que, ainda na flor da idade, sejam também pessoas melhores, bons alunos e cidadãos conscientes.


O maestro Paulo Sérgio é líder e exemplo dos meninos e meninas da BPLLS. Com recursos do próprio bolso, ele comprou os tecidos e conseguiu um novo uniforme para a Banda. Além disso, do salário de professor que recebe, separa R$ 500 reais e doa a 10 dos alunos cujas famílias se encontram em situação difícil.


Questionado sobre os planos futuros, Paulo Sérgio aponta que o principal deles é conseguir apoio para edificar, num lote de sua propriedade, um galpão para as atividades da Banda e para ampliar os projetos sociais, oferecendo além da música, outras atividades como artesanato; corte e costura; artes plásticas; teatro, dentre outras, para atender crianças, adolescentes, adultos e idosos.


 


Novo Campeonato


Enquanto sonha com os projetos futuros, Paulo Sérgio e a Banda têm desafios mais próximos. Um deles é o campeonato de bandas e fanfarras, no dia 29 próximo, na Cidade Ocidental, Entorno de Brasília. Para garantir sua participação, a BPLLS está organizando um almoço que vai acontecer neste sábado, 21, nas dependências do Colégio Estadual “Leiny Lopes de Souza”, que será serviço ao meio-dia. O ingresso custa, apenas, R$ 5. O grupo tem de levantar cerca de R$ 2,5 mil para cobrir gastos com transporte e alimentação. E, pelo seu histórico, não será novidade se superar mais este desafio e conquistar mais um primeiro lugar. Contudo, mesmo se não vier o título, a banda já tem lugar garantido no pódio da solidariedade.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Prefeitura quer novas regras para a exploração do serviço funerário

27/04/2017

A Prefeitura de Anápolis vai criar novas regras para a exploração do serviço funerário. As atuais são consideradas obso...

Membros do Conselho da Juventude empossados em concorrida solenidade

27/04/2017

Aconteceu na manhã da última terça-feira, 25, no miniauditório da Prefeitura de Anápolis, a posse dos membros do Conselh...

Município quita dívidas trabalhistas de ex-servidores comissionados

19/04/2017

A Prefeitura de Anápolis começa a quitar dívidas trabalhistas do município, que estão pendentes desde 2011, para ex-serv...

Ovos de chocolate com diferenças salgadas, aponta pesquisa do Procon

12/04/2017

O Procon de Anápolis divulgou a pesquisa sobre os preços de produtos para a páscoa- ovos de chocolate e caixas de bombons....