(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Banco de Alimentos no Mercado do Produtor

Geral Comentários 17 de julho de 2015

O espaço, criado em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Social, irá atender mais de 50 entidades filantrópicas de Anápolis


Anápolis conta com um Banco de Alimentos. A nova unidade funciona está localizada no Mercado do Produtor, na Avenida José Sarney, nº 150. O espaço irá substituir a antiga Central de Doações utilizado por vários comerciantes e produtores rurais. Todo o material que será manuseado no Banco de Alimentos irá atender mais de 50 entidades filantrópicas cadastradas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e as famílias que precisam desse apoio. Em média são 270 toneladas por ano.


O Banco de Alimentos é resultado de uma parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e conta com equipamentos adequados que permitem desempenhar de forma mais eficiente e higiênica as doações, melhorando a qualidade. A unidade está equipada com câmara fria.


Na cozinha experimental e sala de aulas, os beneficiários e a população em geral terão acesso a novos conhecimentos práticos sobre segurança alimentar, boas práticas de manipulação de alimentos, alimentação alternativa e melhor aproveitamento dos alimentos. Toda a infraestrutura poderá aumentar o volume de alimentos oferecidos e, assim, o número de colaboradores.


Didaticamente, Banco de Alimentos pode ser definido como um espaço físico onde são recebidos alimentos próprios para o consumo, mas que seriam desperdiçados em feiras, hortas, supermercados, Centrais de Abastecimento de Alimentos – as CEASAs, entre outros. No banco de alimentos, os gêneros alimentícios são recebidos, selecionados, processados ou não, embalados e distribuídos gratuitamente a entidades da assistência social, restaurantes populares e cozinhas comunitárias. O principal objetivo do banco de alimentos é o combate ao desperdício de alimentos.


Estima-se que significativa parcela de brasileiros não tem renda suficiente para se alimentar adequadamente e segundo estudos da Embrapa, as perdas da produção agrícola, em função de danos que os produtos sofrem ao longo da cadeia produtiva – desde a produção até a mesa – atingem uma média de 30% de tudo o que se produz no País. Para minimizar esta situação de desperdício e contribuir para o combate a fome, os Bancos de Alimentos atuam como importante instrumento contra o desperdício e combate à fome, que ultrapassa o caráter meramente assistencial, à medida que vem acompanhado de ações estruturantes de promoção de segurança alimentar e nutricional.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

PROCON vê medidas para impedir os abusos nos preços

16/11/2017

A superintendente do Procon Goiás, Darlene Araújo, afirmou na última terça-feira, 14, que, em conjunto com a Delegacia do...

Dona de casa tem direito aos benefícios do INSS?

16/11/2017

A Previdência Social é o ombro amigo da população brasileira, e tem como um dos princípios a solidariedade que busca amp...

Conferência debate os rumos da saúde

16/11/2017

A 10ª Conferência Municipal de Saúde será realizada nos dias 04, 05 e 06 de dezembro próximo. Na oportunidade, serão de...

Joanápolis sedia a Festa do Milho

16/11/2017

Agregar valor à produção local e movimentar a economia. É com este objetivo que a Prefeitura, via Secretaria Municipal de...