(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Balança comercial acumula saldo superior a US$ 1 bi

Economia Comentários 09 de agosto de 2013

Os dados, divulgados pela Secretaria de Indústria e Comércio, mostram bom desempenho do Estado nos negócios externos


A balança comercial goiana obteve, em julho, superávit de U$ 275,634 milhões. O valor é o resultado das exportações de US$ 645,460 milhões, a segunda maior venda neste mês para o mercado externo, e importações de US$ 369,826 milhões.
Na série histórica, as exportações do mês só perdem para julho de 2012, quando os números chegaram a US$ 713 milhões. Por outro lado, as importações do mês recuaram 7,66% em relação a este mês do ano passado.
Pelo quinto mês consecutivo a soja encabeça a lista dos principais produtos exportados por Goiás. Em julho, a soja e seus derivados representaram 46,35% desse total. Em seguida aparecem as carnes (bovinas, aves e suínas) com participação de 21,34%, sulfeto de cobre (7,50%), ferroligas (5,51%), açúcar (5,34%), couros (4,49%), milho (3,43%), preparações alimentícias (1,37%), amianto (1,01%), outros produtos de origem animal (0,86%), etanol, gelatinas e seus derivados, vermiculitas e cloritas, glicerol em bruto, café e veículos automóveis, produtos químicos orgânicos, ouro, confecções, cosméticos e calçados. Os principais mercados para os produtos goianos foram, pela ordem, a China, Países Baixos, Índia, Rússia, Hong Kong, Espanha, Coréia do Sul, Irã, Estados Unidos e Arábia Saudita.
Importações
Os principais produtos importados por Goiás foram os veículos automóveis, tratores e suas partes (27,45%), produtos farmacêuticos (23,02%), caldeiras, máquinas, aparelhos e instrumentos mecânicos (11,65%), adubos ou fertilizantes (9,99%), produtos químicos orgânicos (7,18%), máquinas, aparelhos e materiais elétricos e suas partes (3,79%), instrumentos e aparelhos de óptica e fotografia (2,67%), plásticos e suas obras, borrachas e suas obras e obras de ferro fundido, ferro ou aço. Destacaram-se como fornecedores dessas mercadorias a Coréia do Sul, Japão, Alemanha, Estados Unidos, Tailândia, Rússia, China, Suíça, Canadá e Belarus.

Acumulado
No acumulado do ano, de janeiro a julho, as exportações goianas chegaram a US$ 4,036 bilhões, enquanto as importações totalizaram US$ 2,957 bilhões. Com isso, o saldo comercial goiano está acumulado em US$ 1,078 bilhão.
Segundo o secretário de Indústria e Comércio, Alexandre Baldy, o Estado de Goiás vem trabalhando de forma intensa para continuar crescendo economicamente. “Enquanto o Brasil tem um déficit de quase US$ 5 bilhões no seu saldo comercial, a balança comercial goiana demonstra um equilíbrio nas exportações, uma queda nas importações e um saldo comercial positivo de quase US$ 1 bilhão, colaborando assim para a balança comercial brasileira, para o país fechar o ano positivo em torno do saldo comercial”.
Baldy ressalta que este ano é desafiador por conta das crises internacionais. “A expectativa é que tenhamos pelo menos mantidos o que obtivemos em 2012. É uma projeção desafiadora”. Segundo o secretário, Goiás ainda comemora o crescimento de mais de 15%, quando compara-se julho a junho deste ano.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Caracal ainda sem previsão de início de produção em Anápolis

20/04/2018

Anunciada em abril do ano passado, portanto, há um ano, como um grande projeto industrial para ser instalado no Município e...

Exigência para dar alvará é polêmica

20/04/2018

Uma notificação da Prefeitura Municipal vem causado preocupação para donos de estabelecimentos comerciais em Anápolis. P...

Município cai várias posições no ranking do comércio exterior

13/04/2018

As exportações feitas por Anápolis, no primeiro trimestre deste ano, comparativamente ao mesmo período do ano passado, re...

Ministro Baldy elogia empreendimentos

13/04/2018

O Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, comemorou o resultado de abertura de empresas em Goiás no último trimestre. Segund...