(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Baixarias e apócrifos na reta final da campanha

Política Comentários 29 de setembro de 2016

Cidade foi tomada por várias publicações apócrifas, denegrindo aimagem de candidatos


Até poucos dias atrás, a campanha eleitoral em Anápolis estava dentro da mais absoluta normalidade. Em relação a outras eleições, podia-se dizer que o clima era, até, bem tranquilo. Mas, nesta reta final a coisa desandou e os anapolinos começaram a ser bombardeados com materiais apócrifos (sem identificação de autoria) jogados nas ruas ou colocados nas caixas de correios das moradias.
Alguns casos são bastante grosseiros, como um panfleto em que o candidato do PTB, Roberto do Órion, aparece numa montagem como se estivesse na capa do Jornal Folha de São Paulo, com o título: “Polícia Federal indicia o ex-diretor da CONAB - Roberto Naves e Siqueira por desvio de recursos do Fome Zero”. Embora tenha dirigido, por um curto período, a Companhia Nacional de Abastecimento, o candidato não foi alvo de nenhuma denúncia desta natureza e nem, tampouco, o Jornal fez a publicação. Inclusive, o padrão de fonte, diagramação e palavras escritas em minúsculo ao invés de maiúsculo, fogem, totalmente, ao padrão da referida publicação, uma das mais conceituadas do País.
Há, também, casos polêmicos, como o que circulou pelas redes sociais, referente a um suposto trabalho escolar em que os alunos, através de uma folha, são orientados a escrever uma proposta para cada um dos candidatos que aparece na foto, no caso, os candidatos a prefeito, João Gomes (PT); Carlos Antônio (PSDB), José de Lima (PV) e Roberto do Órion (PTB) e, na mesma folha, há uma foto do candidato a vereador, Antônio Gomide, com a orientação de se escrever o nome dele e, no final, mais quatro linhas para se escrever outros candidatos que a família e o aluno conhecem. Conta que a tarefa teria sido repassada numa turma da Escola Municipal “Pedro Nunes Moreira”.
Muita gente, também, recebeu uma suposta “Carta Aberta aos membros da Renovação Carismática Católica de Anápolis”, onde o grupo religioso estaria orientando votos para os candidatos a prefeito, Valeriano Abreu (PSC) e a vereador, Leandro Marcos.
Além dos materiais apócrifos, houve, também, denúncias formuladas por adversários. O candidato do PSDC, Ernani de Paula, entrou com uma representação contra João Gomes (PT) na tentativa de imputar responsabilidade sobre eventuais desvios ocorridos, no Município, no programa Bolsa Família, a partir de procedimento que teria sido instaurado pelo Ministério Público Federal. A promotora Ana Paula da Fonseca, em entrevista a uma emissora de rádio da Cidade, no entanto, informou que não há nenhum procedimento apontando irregularidade no Bolsa Família em Anápolis. Mas, confirmou que há uma investigação levantando possíveis desvios que estariam ocorrendo em quase todo o País.
O candidato do DEM, Pedro Canedo, também, representou contra o candidato petista João Gomes, por estar, supostamente, utilizando servidores em sua campanha dentro do horário de trabalho. João Gomes, por sua vez, tem se defendido e afiança que está fazendo uma campanha sem ataques e propositiva.
A Justiça Eleitoral promete atuar com rigor para impedir a campanha de boca de urna, principalmente, o lançamento de materiais impressos nas ruas, nas proximidades dos locais de votação. E, está apurando as denúncias que chegam diariamente para a tomada das providências cabíveis, quando for o caso.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Fundo bilionário para patrocinar as campanhas

10/08/2017

Os deputados integrantes da comissão especial que analisa mudanças nas regras eleitorais (PEC 77/03) acabam de rejeitar um ...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Antônio Gomide admite participar de chapa majoritária em 2018

10/08/2017

A pouco mais de um ano para as eleições gerais (Presidente da República; governadores; dois senadores por estado, deputado...

Dívidas do Estado com a União alongadas em até 240 meses

20/07/2017

Aprovadas na Assembleia Legislativa nas sessões realizadas no período de convocação extraordinária, nos dias 14 e 17 des...