(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Audiência por videoconferência é realizada no Presídio de Anápolis

Segurança Comentários 15 de maro de 2019

Proposta deve ser difundida nas demais unidades prisionais do Estado, proporcionando economia e menos riscos com recambiamento de presos


O Presídio Estadual de Anápolis, pertencente à 9ª Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (Dgap), realizou a primeira audiência na modalidade de videoconferência, na última terça-feira, 12. A sessão, presidida pela 2ª Vara Criminal de Rio Verde, contou com o apoio do Judiciário e do Ministério Público. A direção da unidade e técnicos da Gerência de Tecnologia, Informação e Comunicação da Dgap, acompanharam a realização.
A ação tem como objetivo prevenir os riscos de resgates ou movimentos análogos no trânsito dos detentos, perigos estes proporcionados devido ao alto grau de periculosidade dos custodiados que cumprem pena em presídios estaduais. Além disso, o Estado economiza com dispensa de gastos com o transporte e combustível das viaturas que seriam utilizadas para escoltas ao Fórum e reduz o risco à sociedade, por meio da não exposição de presos nas ruas.
De acordo com o diretor do Presídio Estadual de Formosa, David Ferreira, a conexão e a implantação da nova tecnologia surpreenderam de forma positiva e ocorreram de maneira satisfatória. “A videoconferência visa maximizar os recursos do Estado e ao mesmo tempo trabalha na redução dos riscos com o recambiamento de presos de alta periculosidade”, afirma Ferreira.
Segundo o diretor regional, Eduardo Carneiro, a implantação dessa tecnologia produz benefícios de forma direta na economia estadual, fornecendo ganhos para o Estado e para a Segurança Pública.
De acordo com Eduardo Carneiro, o efeito positivo resultante da audiência nesta modalidade implicará em um pedido feito junto à Diretoria-Geral e aos tribunais para que as demais audiências sejam feitas da mesma maneira.
O diretor-geral de Administração Penitenciária, Coronel Wellington Urzêda, informou que a modalidade deverá ser expandida por todas as regionais do Estado. “Por determinação do governador Ronaldo Caiado, a administração penitenciária iniciou tratativas necessárias com o poder Judiciário e o Ministério Público do Estado para que, em parceria, possamos fazer as audiências dentro dos presídios em todas as regionais da Dgap”, afirmou ele.

Formosa
O Presídio Estadual de Formosa receberá a implantação da tecnologia inovadora nas próximas semanas, dando continuidade ao projeto da utilização de videoconferência em audiências.
“Em conformidade com a modernização de procedimentos, a utilização da tecnologia irá auxiliar de maneira eficiente no trabalho realizado dentro do ambiente carcerário”, afirma o diretor do Presídio Estadual de Formosa, Herik Lima.
A realização das audiências monitoradas por vídeo está sendo feita gradualmente, integrando procedimentos a serem seguidos pelas demais unidades prisionais do Estado.


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Aumento da violência doméstica causa preocupação às Forças de Segurança

22/03/2019

Embora não disponha de uma estatística que poderia servir de referência, ou de comparativo, entre um período e outro, a D...

Terceira Regional da Polícia Civil tem um novo titular

22/03/2019

Em nota publicada pela Assessoria de Comunicação da Terceira Regional da Polícia Civil, com sede em Anápolis, a delegada ...

Goiás inova no combate aos danos à natureza

22/03/2019

Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP), inaugurou nesta quinta-feira, 21, o Laboratório de A...

Polícia combate tráfico e posse ilegal de armas

15/03/2019

Na noite da última quarta-feira, 13, policiais da Força Tática e Equipe do Comandante do 28ºBPM, juntamente com a Força ...