(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Atleta mirim fará teste no São Paulo

Esportes Comentários 23 de agosto de 2013

O garoto Bruno Yuri, de 12 anos, da escolinha de futebol do Anápolis, irá se juntar a jogadores de diversas partes do país, em busca de uma vaga no clube paulista


No dia 16 de setembro próximo, o garoto Bruno Yuri,12 anos de idade, estudante da 7ª. série do ensino fundamental no Colégio São Francisco, estará realizando um sonho que é comum a muitos de sua idade. Ele vai passar por um teste num time grande de futebol, o São Paulo, juntamente com outros jogadores de diversas partes do País, que sonham com o sucesso jogando bola.
Bruno, que atua como meia-atacante, conta que começou a jogar futebol com oito anos de idade. Há três anos, está na escolinha de futebol do Anápolis Futebol Clube, onde conta com o irrestrito apoio dos pais, Janildo e Amélia. O prazer com a bola é tão grande que, além dos treinos três vezes por semana no CT do Galo, ele ainda consegue fôlego e disposição para jogar futsal.
Sobre o teste no São Paulo, Bruno Yuri disse que no mês de julho estava participando de um campeonato, jogando pelo Santa Cruz, na cidade de Rubiataba e lá haviam “olheiros” do Santos e do São Paulo. O representante do tricolor paulista se interessou, pegou o telefone para contato e recentemente, fez o convite que foi, é claro, aceito de pronto. O garoto fará o teste durante cinco dias, alternando sua passagem entre o Estádio do Morumbi e o CT de Cotia, onde ficará alojado. “Foi uma surpresa, mas estou tranquilo”, disse o menino com um ar meio tímido, mas com boa desenvoltura para falar sobre o que mais gosta: futebol. Embora a pouca idade, ele assume que a carreira no futebol deverá fazer parte do seu futuro e, este teste no São Paulo, pode ser uma porta aberta para a realização desse sonho.
Enquanto setembro não chega, Bruno segue a sua rotina, administrando os estudos e os treinos na Escolinha do Anápolis, onde também recebeu apoio por parte da diretoria do clube, que tem dado todo apoio. Afinal de contas, o sucesso de Bruno, independente do resultado que acontecer em São Paulo, já demonstra que o trabalho para a formação da nova geração do futebol vai muito bem e muito promissor. Os talentos estão por aí, mas precisam ser revelados e apoiados e a história do garoto Bruto é, sem dúvida, um bom exemplo.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Esportes

Jogos da Primavera - Sete mil atletas inscritos, e no futsal, quase 300 times

14/09/2018

A mais tradicional competição esportiva de Anápolis está chegando à sua 47ª edição. A escolha da Rainha, do Rei e da ...

Pré-candidatos discutem formação de chapa nas eleições do Galo

14/09/2018

O Anápolis Futebol Clube já tem um caminho para tentar tirar a equipe da incômoda Segunda Divisão: é montar uma diretori...

Atleta anapolino tem diploma de 4º DAN

14/09/2018

O atleta Wallisson Delano tornou-se o primeiro anapolino a receber um diploma de Faixa Preta 4º DAN no Japão, através da S...

Pré-temporada será antecipada na Rubra

30/08/2018

O Campeonato Goiano de 2019 vai começar na segunda quinzena de janeiro, por determinação da CBF que recomendou às federa...