(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Atingidos por enchente vão receber apoio da Agehab

Geral Comentários 29 de janeiro de 2016

Forte temporal na madrugada de quarta-feira,27, deixou um grande rastro de estragos na cidade histórica


Equipes da Agência Goiana de Habitação (Agehab) estão fazendo o cadastramento das famílias afetadas, que receberão Cheque Reforma no valor de R$ 3 mil para compra de material de construção para reparos nas casas. A previsão é de que os recursos sejam liberados até este sábado, dia 30. Além da parceria com o Corpo de Bombeiros, o trabalho é feito em conjunto com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), uma vez que Pirenópolis foi tombada, em 1989, como conjunto arquitetônico, urbanístico, paisagístico e histórico. O Centro Histórico da cidade é formado por casarões do século 18.
Para avaliar os danos causados pela enchente do Rio das Almas e Córrego Lavapés, em Pirenópolis, o presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Luiz Stival, acompanhou a primeira-dama Valéria Perillo numa visita à cidade. O relatório preliminar do Corpo de Bombeiros aponta que 23 imóveis ficaram alagados.
A Agehab também irá liberar o Cheque Comunitário (R$ 190 mil), por meio de convênio com a Prefeitura de Pirenópolis, para a recuperação das encostas do Rio das Almas e revitalização da Rua do Lazer, que foi atingida pela enxurrada. A prefeitura já designou engenheiros para realizarem o projeto de recuperação, trabalho que também precisa ser acompanhado pelo Iphan.
“Essas são medidas emergenciais que vão trazer alívio e comodidade às famílias que passaram por esse susto. Com a readequação da Rua do Lazer o nosso objetivo é garantir que Pirenópolis não perca a característica de cidade turística”, afirma Stival.

A enchente
O Corpo de Bombeiros de Pirenópolis foi acionado às 5h30 de quarta-feira, 27, para diversas ocorrências relacionadas a alagamentos que atingiram Pirenópolis. A cidade histórica registrou forte chuva durante a madrugada que provocou o transbordamento do Córrego Lavapés e do Rio das Almas. A água invadiu algumas casas e lojas na Rua do Lazer e em outros bairros da cidade.
Três carros foram arrastados pela água. Apenas um deles tinha ocupante: uma mulher que conseguiu se segurar em galhos de árvores, ficou ilhada e foi resgatada pelos Bombeiros sem ferimentos. Desde o início da manhã, as equipes do Corpo de Bombeiros trabalham no resgate de moradores que ficaram isolados por causa da chuva e avaliam os danos provocados pela enchente.
Parte de uma ponte de madeira foi arrastada. Neste momento, a chuva diminuiu, mas ainda é grande o volume de água e a força da correnteza do Rio das Almas. A região às margens do rio foi isolada pelos Bombeiros, que junto com prefeitura e órgãos de defesa civil municipal continua monitorando a situação.

Autor(a): Da Redação

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Município quita dívidas trabalhistas de ex-servidores comissionados

19/04/2017

A Prefeitura de Anápolis começa a quitar dívidas trabalhistas do município, que estão pendentes desde 2011, para ex-serv...

Ovos de chocolate com diferenças salgadas, aponta pesquisa do Procon

12/04/2017

O Procon de Anápolis divulgou a pesquisa sobre os preços de produtos para a páscoa- ovos de chocolate e caixas de bombons....

Projeto da sede do MP tem significativo avanço

12/04/2017

A proposta de se definir uma nova sede para as promotorias de Justiça em Anápolis (hoje funcionando em um edifício da Aven...

Advogados receberam a Caravana Nacional de Prerrogativas

07/04/2017

Morosidade do Poder Judiciário; desrespeito por parte de autoridades policiais, juízes, promotores; porte de arma; e até o...