(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Atenção à saúde auditiva tem unidade de referência em Anápolis

Saúde Comentários 03 de maio de 2013

O Centro de Reabilitação e Atenção à Saúde Auditiva, que é mantido pela APAE, atende através do Sistema Único de Saúde cerca de 250 pacientes por mês


O Centro de Reabilitação e Atenção à Saúde Auditiva, CRASA, é uma unidade credenciada pelo Ministério da Saúde, mantida pela Apae de Anápolis, que oferece à população com deficiência auditiva atendimento especializado para alcançarem uma melhor qualidade de vida.
O programa de Atenção à Saúde Auditiva da unidade oferece desde a prevenção e o diagnóstico até a reabilitação auditiva a pacientes de todas as idades. É o que afirma a coordenadora do programa, Carla Cristina. “Hoje, atendemos cerca de 250 pacientes ao mês, desde o recém-nascido ao idoso”, diz.
Dentro desse programa, o paciente com risco, suspeita ou deficiência auditiva confirmada será atendido através do Sistema Único de Saúde (SUS), por uma equipe multidisciplinar especializada, composta por otorrinolaringologista, fonoaudiólogo, assistente social e psicólogo. Que dentre os procedimentos que realizam estão a consulta em otorrinolaringologia, exames de diagnóstico audiológico, indicação e Adaptação de Prótese Auditiva e a Reabilitação Auditiva.
De acordo com a coordenadora, o centro é referência na região Centro-norte goiana. “Atendemos pacientes de mais de 50 municípios, tendo como principal foco a reabilitação desse paciente”, ressalta. E, para serem atendidos, os pacientes se dirigem a alguma unidade da Rede Municipal de Saúde de seu Município, hospital, CAIS ou posto de saúde, e solicitam o encaminhamento médico. Em seguida, procuram o Serviço Social da Secretaria Municipal de Saúde de sua cidade ou a própria Secretária de Saúde, quando não houver o serviço social, levando o encaminhamento e os documentos do adulto e/ou o da criança, e caso o paciente seja menor. Após esses procedimentos o paciente é encaminhado ao tratamento descrito, oferecido pelocentro.
Carla explica que, em sua grande maioria, os pacientes são de condição financeira mais precária, até por todo o tratamento ser custeado pelo SUS. “No entanto, atendemos pacientes de todas as classes que procurem os serviços da unidade”, explica.
Além do programa de Atenção à Saúde Auditiva, o CRASA presta atendimento nas áreas de estimulação e reabilitação a pessoas com deficiência intelectual ou física, aproveitando suas potencialidades e promovendo sua integração à vida comunitária.

Autor(a): Carol Evangelista

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Dengue registra mais baixas em notificações e sem casos de óbitos

19/07/2018

Uma boa notícia para a saúde pública: nos seis primeiros meses deste ano, nenhum óbito de dengue e suas complicações fo...

Anápolis precisa ampliar a sua estrutura hospitalar

18/07/2018

Além do Hospital de Urgências “Dr. Henrique Santillo”, Anápolis conta com outras seis unidades hospitalares, entre pú...

Maior conscientização sobre o SAMU pode salvar vidas

18/07/2018

Prestar atendimento pré-hospitalar de urgência e com excelência à população o mais rápido possível. Essa é a missão...

Pessoas especiais têm serviços odontológicos ampliados

18/07/2018

A cadeira de dentista já foi um problema na vida de Maria Beatriz Santos, oito anos. A menina, que tem Síndrome de Down, re...