(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Associação das Viúvas do Brasil encerra atividades de 2013

Geral Comentários 20 de dezembro de 2013

Na instituição são atendidas mais de 3.600 mulheres entre idosas e aquelas que perderam os maridos. No local, elas são acolhidas pela fundadora Dona Dorinha


A Associação Evangélica das Viúvas do Brasil (AEVB) realizou uma grande festa de confraternização na última quinta-feira, 19. Na ocasião também, foram distribuídas cestas básicas para as associadas presentes.
Atualmente, mais de 3.600 mulheres frequentam a AEVB. Todas têm duas coisas em comum: são marcadas por histórias tristes de vida e foram acolhidas por uma senhora a quem chamam carinhosamente de Dona Dorinha. A instituição, fundada, há 16 anos, por Doralice Ferreira Ramos, promove encontros semanais para mulheres viúvas e/ou idosas e dispõe de contribuição de cestas básicas, consultoria jurídica, entre outros serviços conforme a necessidade de cada uma.
A AEVB cresce cada dia mais. No início, Dona Dorinha abriu as portas de sua casa para outras cinco mulheres que precisavam de apoio em um momento tão difícil, PIS, tinham acabado de perder os maridos. Atualmente, a Associação conta com núcleos em cidades como Caldas Novas; Nova Glória, Goiânia e, até, na capital do estado do Tocantins, Palmas. O objetivo de ajudar a essas mulheres a superarem as perdas e dificuldades é o mesmo em todo lugar.
Para a matriarca dessa grande família, Doralice Ferreira Ramos, a AEVB é mantida por ajuda de várias instituições e voluntários. “Aqui nós fazemos de tudo para ajudar a essas mulheres. Onde tem uma porta fechada damos um jeito de abri-la”, diz. Segundo ela, a maioria das associadas chega com traumas e histórias tristes para contar. “Tem muitas aqui que ganham apenas um salário e são exploradas por filhos e netos. Elas vêm em busca de ajuda, pois, se sentem perdidas e desamparadas”, contou.
Serviços
A sede Associação Evangélica das Viúvas no Brasil, em Anápolis, funciona, das 8 às 17 horas, na Rua 14 de Julho, 409, Centro. No local, cedido pela família da Dona Dorinha, todos são bem vindos a colaborar. Mais informações podem ser disponibilizadas pelos atendentes no telefone 3324-4547.

Autor(a): Wanessa Mereb

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Município quita dívidas trabalhistas de ex-servidores comissionados

19/04/2017

A Prefeitura de Anápolis começa a quitar dívidas trabalhistas do município, que estão pendentes desde 2011, para ex-serv...

Ovos de chocolate com diferenças salgadas, aponta pesquisa do Procon

12/04/2017

O Procon de Anápolis divulgou a pesquisa sobre os preços de produtos para a páscoa- ovos de chocolate e caixas de bombons....

Projeto da sede do MP tem significativo avanço

12/04/2017

A proposta de se definir uma nova sede para as promotorias de Justiça em Anápolis (hoje funcionando em um edifício da Aven...

Advogados receberam a Caravana Nacional de Prerrogativas

07/04/2017

Morosidade do Poder Judiciário; desrespeito por parte de autoridades policiais, juízes, promotores; porte de arma; e até o...