(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

As novas apostas do crescimento

Desenvolvimento Comentários 23 de maro de 2017

Setor produtivo pode ser alavancado com dois anapolinos que ocupam postos chaves para a economia local e regional


A posse do empresário anapolino Francisco Gonzaga Pontes na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação de Goiás – SED – representa muito mais que a volta de Anápolis ao protagonismo no cenário goiano, depois de longo período sem efetiva participação nas decisões do Governo do Estado. “Sem voz e sem poder para resgatar o seu desenvolvimento, a economia de Anápolis perdeu de 50 a 0 nos últimos anos para Aparecida de Goiânia”, verberou na manhã de ontem o prefeito Roberto Naves ao dar posse ao empresário e jornalista Vander Lúcio Barbosa como titular da Secretaria de Municipal de Desenvolvimento Econômico.
Roberto assumiu a postura que Anápolis esperava de seu prefeito e sinalizou que não é homem de meias palavras: “Além de travar o desenvolvimento e gerar desânimo do setor produtivo, a conspiração instituída contra Anápolis e a favor de Aparecida de Goiânia era desrespeitosa à maior economia do interior de Goiás”. A nomeação de um anapolino para a SED foi recebida como a abertura de uma nova fronteira e resgate da autoestima e do futuro da cidade. Para o Prefeito, tão grave quanto a desaceleração da atração de investimentos é o fechamento e a evasão de empresas, o desemprego, a paralização de obras, a queda da arrecadação do município e o aumento de demandas.
No contexto do setor produtivo não poderia ser mais positiva a repercussão do ingresso de diretores da Associação Comercial e Industrial de Anápolis em postos importantes dos governos estadual e municipal. Enquanto Roberto Naves arquitetava com o deputado Jovair Arantes a nomeação de Francisco Gonzaga Pontes para a SED, a Acia cuidou de homenagear o Governador, em festa para 300 convidados, com a exibição de música e vídeo sobre a trajetória “iluminada” do menino que vendia doce e abacate em Palmeiras de Goiás. Marconi Perillo não conteve as lágrimas e reafirmou seu vínculo com a terra de Henrique Santillo, inspirador e incentivador de sua carreira.
No evento em agradecimento a Marconi pela doação da área para a construção da nova sede da Acia não se falou do descontentamento de Anápolis com a falta de representatividade no primeiro escalão do Governo do Estado tampouco se protestou contra a desastrosa revelação de Luiz Maronezi ao definir a SED como sala de visitas de Aparecida de Goiânia. Afinal, o aparecidense estava presente e qualquer manifestação naquele momento poderia ser constrangedora. Marconi percebeu as segundas intenções da Acia e foi dormir em paz naquela sexta-feira, em Pirenópolis, depois de colocar a batata de Maronezi pra assar.
Em uma só tacada, o Governador atendeu o prefeito Roberto Naves, o deputado federal Jovair Arantes e o setor produtivo de Anápolis.
Francisco Gonzaga Pontes, com formação em economia, é empresário do setor metalúrgico e proprietário da empresa Pontes Indústria Metalúrgica. Diretor da Acia para assuntos do DAIA, consultor financeiro de empresas. Com visão internacional, assume a SED aos 60 anos de idade, focado em inovação e competitividade. Vander Lúcio Barbosa, também diretor da Acia, é vinculado a vários segmentos da sociedade organizada. De origem humilde foi jornaleiro na infância e tornou-s-se em dono grupo de empresas da área de comunicação ancoradas pelo JORNAL CONTEXTO. Com uma grande folha de serviços prestados à comunidade estreia na vida pública aos 55 anos de idade. Ambos afastam-se de suas atividades para comprometimento, em tempo integral, com a missão de alavancar o desenvolvimento do Estado e do Município.
A par de sua localização geográfica estratégica e de seus referenciais e diferenciais competitivos, potenciais determinantes e polos estruturantes, mas sobretudo da garra de sua gente trabalhadora e da determinação de suas lideranças, que nunca se omitiram, Anápolis consignou o seu desenvolvimento, ao longo de sua história de lutas. Sob risco de retrocesso em sua economia reassume, em momento histórico, a disposição correr atrás dos investimentos a bordo da confiança em Francisco e Vander Lúcio. A palavra de ordem agora é apostar na retomada do crescimento.

Autor(a): Manoel Vanderic

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Desenvolvimento

Parlamentar goiano em debate sobre incentivos fiscais no Confaz

19/04/2017

O deputado Alexandre Baldy (PTN-GO) participou de reunião com integrantes do Conselho Nacional de Política Fazendária – ...

Goiás terá cerca de R$ 3 bi para empréstimos do FCO

12/04/2017

Anápolis recebeu, durante a manhã da última terça-feira11, a Caravana Banco do Brasil- FCO. O evento, que teve o apoio da...

Novo caça terá partes fabricadas no Brasil

12/04/2017

A Saab, empresa sueca parceira do Brasil no projeto Gripen NG, detalhou no início do mês, durante a feira de defesa e segur...

Empresa monta linha de tratores que serão lançados na Tecnoshow

31/03/2017

A unidade da Farmtrac Brasil (Grupo Meimberg), implantada no Distrito Agro Industrial de Anápolis, já está trabalhando na ...