(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Arrecadação do ICMS chega a quase R$ 1 bilhão

Economia Comentários 29 de julho de 2016

Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços passou de R$ 199 milhões para mais de R$ 920 milhões em uma década


Se há um indicador de que Anápolis pode causar inveja a outros municípios é, sem dúvida, com relação à arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, o ICMS. Só para se ter uma ideia, no ano de 2005, conforme dados da Secretaria Estadual da Fazenda, a arrecadação do tributo era de R$ 199,1 milhões. Já, no ano passado, o volume arrecadado chegou a R$ 920 milhões, ou seja, bem próximo à marca de R$ 1 bilhão, que deverá ser ultrapassada em breve, levando-se em consideração o desempenho ocorrido na década.
Disparadamente, o setor industrial é o maior arrecadador de ICMS no Município, passando de R$ 287,5 milhões em 2010 para R$ 562,5 milhões, em 2015, ou seja, quase que dobrou no período de cinco anos. Outro setor com bom desempenho registrado foi o do comércio atacadista e distribuidor, que teve o ICMS arrecadado elevado de R$ 129,2 milhões em 2010, para R$ 219,7 milhões em 2015. O comércio varejista tinha um volume de ICMS arrecado em 2010 de R$ 63,1 milhões, passando para R$ 99,3 milhões no ano passado.
A produção agropecuária subiu de R$ 115 mil, em 2010 para R$ 219, em 2015, o volume do ICMS arrecadado pelo segmento. Já o setor de prestação de serviço (base que gera o imposto), subiu a arrecadação do ICMS de R$ 18,6 milhões em 2010 para R$ 28 milhões em 2015. A arrecadação do setor de combustível foi elevada de R$ 4,1 milhões em 2010 para R$ 5,6 milhões em 2015. O setor de comunicação, que aumentou de R$ 185 mil para R$ 538 mil, a arrecadação no período, também, proporcionalmente, um bom desempenho. Por fim, o setor extrativo mineral manteve-se no mesmo patamar: R$ 2,1 milhões em 2010 e o mesmo montante apurado em 2015.

Evolução do ICMS arrecadado em Anápolis
(Em milhões - R$)

2005 - 199,1
2006 - 250,8
2007 - 266,8
2008 - 332,4
2009 - 427,7
2010 - 514,9
2011 - 550,2
2012 - 621,5
2013 - 705,9
2014 - 753,2
2015 - 920,2

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Ministério Público quer implantar nova tecnologia para monitorar os preços dos combustíveis

21/09/2017

O projeto MP de Olho na Bomba, desenvolvido pelo Ministério Público de Goiás em parceria com o governo estadual com o obje...

Preços dos combustíveis variam até mais de 36% nos postos

21/09/2017

O Procon de Anápolis realizou, entre os dias 12 e 14 de setembro, pesquisa para aferir a variação de preços dos combustí...

Balança comercial registra o 44º superávit consecutivo

21/09/2017

O secretário de Desenvolvimento (SED), Francisco Pontes comemorou na última quarta-feira, 13, o resultado da balança comer...

Anápolis é a cidade do Estado com mais vagas de emprego

21/09/2017

O Sistema Nacional de Emprego é uma instituição criada pelo Governo Federal, com objetivo de promover a interação entre ...