(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Arrecadação aumentou 49,26% de janeiro a junho

Economia Comentários 12 de agosto de 2016

Resultado vai na contramão diante da recessão econômica que o País vive e que reflete negativamente na arrecadação de tributos e contribuições


A arrecadação de tributos e contribuições estaduais nos 12 municípios da área de atuação da Delegacia Regional de Fiscalização de Anápolis aumentou 40,26% de janeiro a junho deste ano. No período, foram arrecadados R$ 122.738 milhões, contra R$ 87.510 milhões no primeiro semestre de 2015, o que representa uma receita adicional de R$ 35.227.71,45.
“Considerando o cenário de crise econômica que o Brasil está vivendo foi uma boa arrecadação, mas não podemos deixar de continuar trabalhando muito para aumentar a receita e fazer frente aos compromissos que o Estado tem com sua população”, disse o titular da Delegacia Regional de Anápolis, Reidner Teixeira de Moura. Ele afirmou que o bom desempenho no primeiro semestre ocorreu, dentre outros motivos, por causa da antecipação do calendário de pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e as blitze realizadas ao longo do ano para a cobrança desse imposto e, também, de taxas de licenciamento do DETRAN e seguro DPVAT de proprietários de veículos inadimplentes.
Outro motivo apontado pelo Delegado Regional de Fiscalização para o crescimento da arrecadação foi o trabalho realizado pelo Fisco para receber impostos e contribuições estaduais de contribuintes inadimplentes, segundo ele, um trabalho que não será interrompido. “As ações do fisco não param”, acrescentou Reidner Teixeira. Ele não revelou quais ações serão, ainda, implementadas no restante deste ano.
Apesar do bom desempenho no primeiro semestre, a arrecadação de ICMS teve uma queda de 3,73%. No período, a Delegacia Regional de Fiscalização de Anápolis arrecadou R$ 38,574 milhões, contra R$ 40,067 milhões no primeiro semestre de 2015, o que representou uma perda de receita de R$ 1.493 milhões. O Delegado Fiscal lembrou, porém, que a arrecadação da Delegacia Regional de Anápolis inclui, apenas, as empresas com faturamento anual de R$ 7,2 milhões.

Receita de julho
O Delegado divulgou, também, os números da arrecadação de julho, na área de atuação da Regional de Fiscalização de Anápolis. Segundo ele, no mês, foram arrecadados R$ 26.221 milhões ante R$ 14.791milhões no mesmo mês de 2015, significando um aumento de 77,27%. Por receita, foram arrecadados R$ 6.828 milhões de ICMS, que aumentou 7,99% em relação ao mesmo mês do ano anterior; R$ 17.591 milhões de IPVA, que teve um incremento de 143,48%; R$ 374.327 mil de Outros Tributos, que cresceu 2.430%; R$ 241.271 de Outras Receitas, que teve um incremento do 8,82% e, R$ 197.681 mil do Protege, que aumentou 419%. “Foi também um bom resultado”, avaliou o Delegado Fiscal.
Em todo o Estado a arrecadação aumentou 14,25%, de janeiro a julho alcançando R$ 9,986 bilhões. “É também um resultado muito satisfatório”, disse Reidner Teixeira repetindo o que já afirmou a Secretária Estadual da Fazenda, Ana Carla Abrão Costa. Segundo ela, a recuperação da economia e as ações desenvolvidas pela SEFAZ já permitem afirmar que Goiás está saindo da crise.
De acordo com o Delegado, até julho a receita de ICMS cresceu 5,5% e já alcançou R$ 8.163 bilhões; a de IPVA aumentou 88,65% e já soma R$ 1.099 bilhão; a de ITCD teve um incremento de 24% e já totaliza R$ 150.623 milhões; a de Outros Tributos aumento 85% e já soma R$ 311.158 milhões e a do Protege cresceu 99,03% e já alcançou R$ 261.758 milhões. “São números alcançados no auge da crise que afeta todo o País”, frisou Reidner Teixeira destacando que nesse ritmo Goiás vem se saindo muito bem, ao contrário do que ocorre como as economias de estados mais fortes como Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, dentre outros.

Autor(a): Ferreira Cunha

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Ministério Público quer implantar nova tecnologia para monitorar os preços dos combustíveis

21/09/2017

O projeto MP de Olho na Bomba, desenvolvido pelo Ministério Público de Goiás em parceria com o governo estadual com o obje...

Preços dos combustíveis variam até mais de 36% nos postos

21/09/2017

O Procon de Anápolis realizou, entre os dias 12 e 14 de setembro, pesquisa para aferir a variação de preços dos combustí...

Balança comercial registra o 44º superávit consecutivo

21/09/2017

O secretário de Desenvolvimento (SED), Francisco Pontes comemorou na última quarta-feira, 13, o resultado da balança comer...

Anápolis é a cidade do Estado com mais vagas de emprego

21/09/2017

O Sistema Nacional de Emprego é uma instituição criada pelo Governo Federal, com objetivo de promover a interação entre ...