(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Arquitetura: Escritório modelo vai atender baixa renda

Geral Comentários 11 de maro de 2011

O departamento de Arquitetura e Urbanismo da unidade de Ciências Exatas e Tecnológicas de Anápolis da UEG criou um Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo - Emau com a intenção de oferecer projetos de arquitetura a custo zero e ainda contribuir para a formação acadêmica dos alunos


O departamento de Arquitetura e Urbanismo da unidade de Ciências Exatas e Tecnológicas de Anápolis da UEG criou um Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo - Emau com a intenção de oferecer projetos de arquitetura a custo zero e ainda contribuir para a formação acadêmica dos alunos. O projeto segue os passos da Federação Nacional de Entidades Estudantis de Arquitetura, que tem como um dos objetivos difundir a arquitetura entre a comunidade, oferecendo gratuitamente projetos arquitetônicos para pessoas de baixa renda, associações de moradores, organizações não governamentais e instituições públicas.
O escritório modelo recebeu o nome de Projeto de Interesse Social e Meio Ambiente - Prisma e será coordenado pela aluna Camila Caetano do sétimo período, orientada pelo professor Edinardo Lucas. Para mostrar à sociedade as ações do Emau, o professor explica que os alunos farão parte de grupos de discussão e das audiências públicas durante a revisão do Plano Diretor da cidade de Anápolis, além de realizar palestras gratuitas nas escolas públicas do município. O intuito é mostrar como as pessoas podem ter acesso a um projeto de arquitetura específico para cada tipo de demanda.
Os pedidos de projetos serão analisados por um corpo técnico de acadêmicos e professores do curso. “Os alunos produzem o projeto, divididos em grupos de trabalho, e em todo o processo serão orientados por um dos professores que integram o projeto, que também assina o trabalho como profissional responsável. O Escritório Modelo não deve e nem pretende concorrer com o mercado de trabalho. Funciona como um projeto de extensão que liga a universidade à sociedade em uma troca direta de aprendizado e informações”, conclui Edinardo.
O PRISMA conta com a participação de cerca de 20 graduandos que pretendem repetir, de acordo com o professor, o sucesso de escritórios modelos espalhados pelo país. Os projetos a serem executados podem ser tanto para residências, como para prédios e localidades públicas. Interessados de qualquer parte do Estado em receber a consultoria dos estudantes de Arquitetura e Urbanismo da UEG já podem entrar em contato com o Emau pelos telefones (62) 3328-1160 ou 9962-8910 ou pelo e-mail emau.unucet@ueg.br.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

PROCON vê medidas para impedir os abusos nos preços

16/11/2017

A superintendente do Procon Goiás, Darlene Araújo, afirmou na última terça-feira, 14, que, em conjunto com a Delegacia do...

Dona de casa tem direito aos benefícios do INSS?

16/11/2017

A Previdência Social é o ombro amigo da população brasileira, e tem como um dos princípios a solidariedade que busca amp...

Conferência debate os rumos da saúde

16/11/2017

A 10ª Conferência Municipal de Saúde será realizada nos dias 04, 05 e 06 de dezembro próximo. Na oportunidade, serão de...

Joanápolis sedia a Festa do Milho

16/11/2017

Agregar valor à produção local e movimentar a economia. É com este objetivo que a Prefeitura, via Secretaria Municipal de...