(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Apae inaugura Laboratório Digital

Geral Comentários 25 de maro de 2011

Projeto terá tecnologia CDI – Comitê para a Democratização da Informática de Goiás e conta com a parceria da Unimed e Unicred em sua realização


Após décadas de existência e de profundas mudanças sócio-culturais no tocante a questão da deficiência no Brasil e no mundo, as Apaes têm acompanhado, junto a outras organizações sociais, uma mudança de paradigma sobre a questão da inclusão escolar. Tais mudanças influenciam diretamente na vida das pessoas com deficiência intelectual, no funcionamento da entidade, no foco de sua prestação de serviços e nas suas ações de articulação de promoção de políticas.
Tendo um conhecimento acumulado de décadas de atendimento e defesa de direitos a pessoa com deficiência intelectual e múltipla (em todo o seu ciclo de vida, além da prevenção), a Apae hoje possui um posicionamento claro e responsável sobre a questão da inclusão.
Sempre à frente desses objetivos, a Apae Anápolis estará oferecendo à população anapolina mais uma opção de inclusão, porém, de uma forma mais ampla, a toda população. Para tanto, será inaugurado no dia 1º de abril próximo, o seu laboratório digital, destinado a oferecer gratuitamente à comunidade cursos na área de informática, contribuindo para a inclusão digital, tema que pode se tornar futuramente um direito social garantido pela Constituição Brasileira, conforme Proposta de Emenda Constitucional em tramitação no Senado Federal, como tentativa de reduzir o precário acesso à internet constatado entre estudantes pobres, negros e moradores de regiões menos desenvolvidas do país.
O projeto, denominado CDI Comunidade Apae Anápolis, segundo a superintendente da Associação, Nancy Ferreira Barbosa de Oliveira, nasceu com a doação de computadores por parte da Unimed Anápolis. A partir daí, uma parceria entre a Apae Anápolis, Unimed e Unicred Centro Norte Goiano, tornou possível a implantação do projeto, que visa atender jovens e adultos de baixa renda oferecendo cursos de informática básica e cidadania.
Esses cursos serão ministrados através da tecnologia CDI – Comitê para a Democratização da Informática de Goiás, uma organização não-governamental que utiliza a tecnologia como ferramenta para combater a pobreza e a desigualdade, estimular o empreendedorismo e criar novas gerações de empreendedores sociais. O CDI tem uma rede com 816 espaços de atuação, chamados CDIs Comunidade, espalhados por todo o Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, México, Peru e Uruguai, além dos escritórios de representação nos Estados Unidos, na Inglaterra e na Jordânia.
Vale lembrar que o apoio da Unimed e da Unicred são fundamentais para a concretização do projeto, pois além de promoverem a sua instalação, ainda arcarão com todas as despesas de manutenção, repassando à Apae, mensalmente, o valor necessário para a sua continuidade.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Cidade Jardim

21/06/2018

Está, finalmente, chegando ao fim um problema de grandes proporções que afetou, durante décadas, a vida das pessoas na re...

Destaque nas parcerias com o setor produtivo

21/06/2018

A relação entre empresa-universidade é de fundamental importância como ferramenta estratégica ao desenvolvimento cultura...

Ministro articula por mais verbas para a saúde em Goiás

21/06/2018

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, conseguiu mais de R$ 2,4 milhões, por meio de emendas extraorçamentárias, para a ...

Novo contrato com a Saneago provoca debates

21/06/2018

Conforme noticiou o Jornal CONTEXTO, em sua última edição, um projeto em tramitação na Câmara Municipal abre caminho pa...