(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Anúncio de dossiê contra prefeito causa polêmica

Política Comentários 15 de junho de 2013

Presidente da Goiasindustrial informou que uma equipe já está fazendo os levantamentos, mas não disse quando pretende divulgar o conteúdo


Enquanto, de um lado, o Prefeito Antônio Gomide (PT) e o Governador Marconi Perillo (PSDB) se esforçam em manter uma boa convivência no âmbito administrativo e, até, no âmbito político, de outro, alguns de seus interlocutores promovem um verdadeiro campo de batalha trocando acusações mútuas. Foi o que ocorreu na última semana, depois que o Presidente da Goiasindustrial, Ridoval Chiareloto, que foi candidato à Prefeitura de Anápolis em 2008, ocupou espaço nas emissoras de rádio para anunciar a elaboração de um dossiê, segundo ele, denunciando sérios problemas de infraestrutura, saúde e educação na Cidade.
Na entrevista concedida à Rádio São Francisco, Ridoval Chiareloto afirmou que uma equipe estará fazendo levantamentos in loco e conversando com a população sobre os problemas existentes em Anápolis. Ele não informou quando esse trabalho deverá estar pronto e quando será divulgado. “Nós estamos preparando um relatório para mostrar à sociedade anapolina que estamos acordados a respeito disso”, disse. Ele ressaltou que o governo de Marconi Perillo tem investido muito em Anápolis, citando dentre algumas realizações o Aeroporto de Cargas, com aporte de cerca de R$ 150 milhões; o Centro de Convenções, que deverá custar mais de R$ 100 milhões, o Contorno Viário do Distrito Agroindustrial (DAIA), que deverá custar em torno de R$ 10 milhões, além da obra do Presídio que, segundo ele, terá uma nova licitação, assim como os investimentos na área social. “Isso representa muita coisa para a Cidade. Não é uma praça. Nem daqui a 20 anos, vai ter um governador que fez tanta coisa por Anápolis, como Marconi Perillo”, frisou.
Ainda na entrevista, Chiareloto apontou que “O Governador está fazendo asfalto em Anápolis, através da Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas - AGETOP - e o Prefeito (Antônio Gomide) diz que é ele. A gente tem de dar a verdade a quem merece”. Lembrou também que, recentemente, o Estado doou para a Prefeitura, uma área para a implantação de um parque ecológico. “A Cidade tem muitos problemas que precisam ser colocados e estamos fazendo isso com muita calma e sabedoria. Não é atacar o prefeito politicamente e levianamente. Mas, mostrar que tem muita coisa boa feita pelo Governador”, pontuou, acrescentando que se a Cidade está indo bem, é porque está tendo muitos recursos oriundos do ICMS arrecadado dos empresários, além dos repasses estaduais e federais.
O presidente da Goiasindustrial, que é a companhia responsável pela criação e manutenção dos distritos industriais em todo o Estado, aproveitou para rebater as críticas por conta das denúncias de poluição na Estação de Tratamento de Esgoto no DAIA. “Recebi críticas por causa da ETEDAIA, mas se passarmos pelo Córrego das Antas, vamos ver poluição”, atacou, dizendo que os principais problemas da atual administração estão localizados, principalmente, nas áreas da saúde, educação e infraestrutura.


Líder do Prefeito denuncia especulação no DAIA

O líder do Prefeito Antônio Gomide na Câmara Municipal, vereador Valdair de Jesus (PTB), que foi também candidato à Prefeitura, em 2008 rebateu, em pronunciamento na tribuna do Legislativo, as declarações do Presidente da Goiasindustrial. E, mais do que responder às críticas e a elaboração do dossiê, atacou com denúncias.
De acordo com o vereador, “o DAIA não é mais o Distrito Agro Industrial de Anápolis. Deveria ser o Distrito Imobiliário, por que, ali vendem, trocam e tomam terrenos dos outros para serem negociados e para serem doados para amigos”, afirmou Valdair de Jesus, observando que as acusações que está fazendo “deveria ser para deputado fazer, mas se estes não têm coragem para isso, que se coloque o dedo na ferida. Vá lá e averigue se não é isso. O DAIA hoje está sendo loteado. E, porque querem lotear o DAIA? É exatamente para favorecer ‘maracutaias’, para poder vender terrenos, projetos paralelos”, acusou o parlamentar.
O vereador, ainda em seu pronunciamento, disse: “Lamentavelmente, o Presidente da Goiasindustrial usou as duas rádios da Cidade para dizer que está fazendo dossiê da administração, contra a administração de Gomide. Esse Prefeito que recebeu nas urnas mais de 80% na votação. Esse cidadão deveria respeitar o Prefeito, a população e essa administração e, jamais, se posicionar de forma tão irresponsável, dizendo que vai fazer dossiê. E o que é um dossiê, é um relatório clandestino. E nós não podemos trabalhar na clandestinidade, nós devemos trabalhar na honestidade, na legitimidade”, atacou.
O líder do Prefeito lembrou que, na semana passada, foi anunciada a construção de mais 512 apartamentos, somando mais de 5,5 mil moradias já construídas pela Administração, em apenas quatro anos, além do asfalto que, conforme disse, chegou a toda a Cidade. “Temos aí várias praças construídas, parques como o Ipiranga, que é um dos cartões postais de Anápolis. Investimentos responsáveis e, de acordo com a lei, na saúde, na educação e no esporte. O meio ambiente é tratado com responsabilidade. Na parte de obras, temos dois viadutos, um já pronto e outro sendo construído. Quem tem coragem de fazer dossiê dessa administração? Pode fazer levantamento positivo de tudo que foi feito. Agora, problemas nós temos e sempre teremos, pode vir mais uma, duas administrações, porque a Cidade cresce”, pontuou.
O vereador destacou ainda: “O que adianta o secretário (de Indústria e Comércio) Alexandre Baldy fazer um esforço danado, trabalhar dia e noite para trazer indústrias para Anápolis e os outros municípios, sendo que a sua secretaria está sendo carcomida, corrompida pela Goiasindustrial. Então, eu acho que essa Administração, a cidade de Anápolis merece respeito e esse respeito tem de vir, principalmente, dos seus concidadãos. Não estou defendendo só o Prefeito, estou defendendo a minha Cidade, o DAIA e também estou defendendo a Goiasindustrial, porque é uma instituição importantíssima para fomentar os distritos industriais de várias cidades de Goiás”.

Resposta
O Presidente da Goiasindustrial, Ridoval Chiareloto, em entrevista à Rádio São Francisco, voltou ao assunto para rebater o pronunciamento do vereador, seu ex-adversário no pleito de 2008, dizendo que o mesmo terá de provar as acusações feitas perante a Justiça. “Se falou vai provar. É um grande mentiroso, a população ainda não sabe quem é essa personalidade”, disparou.

Gomide diz que o episódio não afeta a relação com Marconi

O Prefeito Antônio Gomide (PT), também em entrevista à Rádio São Francisco, ressaltou que as acusações e a ameaça de apresentação de um dossiê, por parte do Presidente da Goiasindustrial, Ridoval Chiareloto, não afetará a sua relação que tem com o Governador Marconi Perillo.
“Esse (se referindo a Chiareloto) é aquele que disputou a eleição em 2008, perdeu e não teve coragem de disputar em 2012. A população já deu uma resposta. Agora, fazer proselitismo para sair candidato, não tem problema, pode fazer”, asseverou o chefe do Executivo, dizendo que não dará atenção à questão, justamente, para que o adversário venha se promover em cima do fato.
“Ele (Ridoval) tem uma função no Estado, é Presidente da Goiasindustrial e queremos que cumpra bem o seu papel. Nós não vamos ficar aqui fazendo a crítica pela crítica. Lá tem problemas. Outro dia nós estávamos vendo aí o mau cheiro na Cidade e ficou comprovado pelo Ministério Público e pela Secretaria de Meio Ambiente do Estado e deu uma multa, que era de responsabilidade do Goiasindustrial. Para criticar é fácil e, às vezes, para fazer os serviços que a Cidade precisa não é fácil”, disparou Gomide.
Segundo o Prefeito, trata-se de uma declaração de cunho pessoal. “Mas o Governador precisa ficar sabendo que isso vem do grupo dele. Tenho certeza que ele ficará sabendo. Agora, se é o pensamento do Governador, converso e nos entendemos, porque nós temos compromisso com a Cidade”, ponderou, acrescentando que esse tipo de posicionamento deve ficar para a campanha eleitoral, no tempo certo.
“Quem define se a Cidade está boa ou ruim é a população que vota, que mora nela, que vive no bairro e vê a mudança que houve. Esse, sim, nos preocupa. Agora, o adversário político sempre vai existir e isso é normal no processo democrático”, asseverou Gomide.
Na eleição de 2008, Antônio Gomide, Ridoval Chiareloto e Valdair de Jesus foram candidatos à Prefeitura. O petista obteve o maior número de votos - 72.513 votos - sendo eleito para o segundo turno, concorrendo com a então candidata do PMDB, Onaide Santillo, que conquistou 34.737 votos. Ridoval obteve 34.255 votos e Valdair 21.422. Esses dois últimos, se envolveram numa troca de acusações mútuas, havendo, até, denúncia de pedofilia, o que acabou não sendo comprovado. Também concorreram naquele pleito Marisa Espíndola (PR - 4.204 votos), Josmar Moura (PRP - 1.452 votos) e Élber Sampaio (PSOL - 709 votos).

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Vereador defende mudança no pacto federativo

08/12/2017

O vereador Leandro Ribeiro (PTB) usou a tribuna durante a sessão ordinária da última quarta-feira, 06, para defender mudan...

Prefeito pode fazer uma reforma administrativa no começo do ano

08/12/2017

O Prefeito Roberto Naves (PTB) deverá ampliar a reforma em sua equipe, a partir de janeiro próximo. É que algumas Pastas e...

Vereador busca solução sobre fechamento de ruas

30/11/2017

O vereador Leandro Ribeiro (PTB), primeiro secretário da mesa diretora da Câmara Municipal, informou na tribuna do plenári...

“Estamos cansados de esperar o Governo”, desabafa Roberto

30/11/2017

“A Cidade não aguenta mais esperar”. A afirmação é do Prefeito Roberto Naves (PTB), que não esconde mais a sua insat...