(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Anápolis tem recorde na geração de empregos no mês de agosto

Economia Comentários 28 de setembro de 2017

Além de gerar pouco menos da metade de todos os empregos criados no ano, a cidade ficou na segunda posição no ranking goiano dos municípios que mais abriram postos de trabalho


Anápolis bateu o recorde de saldo positivo na geração de empregos formais em agosto, mantendo a tendência de crescimento na contratação de trabalhadores com carteira assinada. Foi o oitavo mês seguido de saldo positive (em agosto, com 361 novas vagas) superando todos os demais meses do ano na geração de postos formais de trabalho.
De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, órgão do Ministério do Trabalho e Emprego, o saldo positivo de 361 empregos com carteira assinada é o resultado de 3.226 admissões e 2.865 demissões. Entre os admitidos, os números mostram que 302 pessoas foram contratadas para o primeiro emprego, 2.753 para o reemprego e três reintegração. Já, entre os demitidos, 1.751 pessoas perderam o emprego sem justa causa, 348 por conta do fim do contrato de trabalho e 11 por morte.
Quase a metade dos empregos diretos gerados este ano, as 391 novas vagas de agosto superam as 91 que foram criadas no mesmo mês do ano passado, um dos únicos meses de 2016 com saldo positivo, quando o mercado enfrentou uma crise no mercado de trabalho, com o número de demissões superando as admissões. Também de acordo com os dados do CAGED de agosto, as funções que mais admitiram foram alimentador de linha de produção; auxiliar de escritório em geral; motorista de caminhão, servente de obras e vendedor do comércio varejista.
A estatística do órgão mostra, ainda, que os setores que mais empregaram foram os de serviços, com 156 novas vagas; construção civil, com 131 e o comércio, que voltou a reagir depois de vários meses de saldo negativo, com 93 novos postos de trabalho. Em contrapartida, a indústria de transformação registrou saldo negativo de quatro vagas, serviços industriais de utilidade pública, com menos seis vagas e a agropecuário, com saldo negativo de nove vagas.
Até agosto, os diversos segmentos da atividade econômica de Anápolis já geraram 934 empregos formais assim distribuídos: 72 em janeiro; 60 em fevereiro; 60 em março; 123 em abril; 34 em maio; 85 em junho, 139 em julho e 361 em agosto. Este último dado representa pouco menos que a metade das vagas criadas ao longo de 2017.

No Estado
Depois de um saldo mais representativo em julho, no Estado, a geração de empregos recuou em agosto. Em julho foram gerados 4.745 novas vagas, mas em agosto o número de novos empregos caiu para 1834, mesmo assim mantendo a tendência de saldo positivo. Os dados de agosto do CAGED mostram que as vagas criadas no mês são o resultado de 47.670 admissões, contra 45.836 demissões.
Os setores que mais geraram empregos foram a construção civil, com 1.006 vagas, seguido pelo comércio, com 663, pelo de serviços, com 441, a indústria de transformação, com 386 e agropecuária, com 312 vagas. Em todo o País, pelo quinto mês consecutivo, o saldo foi positivo, com 35.457 novos postos de trabalho. Foi o melhor resultado para o mês de agosto que, somado com os demais meses, totalizou 163.417 vagas geradas no ano.
Nas cidades goianas com mais de 30 mil habitantes, a liderança no ranking ficou com Cristalina, com 721 novos postos, seguida por Anápolis, com 361; Goiânia, com 302; Aparecida de Goiânia; com 264, Itumbiara, com 101; Catalão, com 98; Trindade, com 79; Itaberaí, com 78; Morrinhos, com 73; Formosa, com 57, Iporá e Jaraguá, ambas com 33; Minaçu, com 32; Santo Antônio do Descoberto, com 31; Planaltina e São Luiz dos Montes Belos, ambas com 24; Cidade Ocidental, com 20; Porangatu, com 9; Goianira, com 7; Uruaçu, com 6 e Águas Lindas e Inhumas, ambas com duas novas vagas.


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Rio Verde supera Anápolis e vai implantar um pátio operacional

15/12/2017

Embora reconheçam que o trecho da Ferrovia Norte-Sul, que inicia em Anápolis, já esteja praticamente pronto, mas que ainda...

Produção de riquezas cresceu em Anápolis, apesar da crise

15/12/2017

A primeira tomada do Produto Interno Bruto, após a crise que se iniciou em 2014, demonstra que Anápolis regiu bem e segue c...

Anápolis tem saldo positivo na geração de empregos em outubro

24/11/2017

Anápolis ficou na sexta posição entre os municípios goianos que mais abriram vagas de empregos formais em outubro e mante...

Município cai no ranking goiano de exportações

16/11/2017

Mais de US$ 1,4 bilhão. Este é o valor da corrente de comércio, representada pela soma das exportações e importações f...