(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Anápolis desenvolve programa contínuo de análise de água

Saúde Comentários 20 de julho de 2017

Com a medida, não houve nenhum problema relacionado com pacientes que utilizam os serviços de diálise


O município de Anápolis é o único em Goiás que está realizando o programa de monitoramento de água nos serviços de hemodiálise, e este trabalho vem sendo feito, continuamente, há dois anos e meio. Após o início do programa, esta qualidade aumentou em todos os pontos, sendo que hoje temos análises onde os resultados estão além do considerado satisfatório em todos os serviços da cidade. No município não houve nenhum caso de surto, e nenhum problema relacionado com estes pacientes que utilizam os serviços de diálise.
Foi estabelecido o programa no município de Anápolis e, com base nos parâmetros da Resolução RDC Nº 11, de 13 de Março de 2014, este programa tem por objetivo controlar amplamente os serviços de diálise, quanto à qualidade da água utilizada pra o tratamento.
Os serviços de diálise de Anápolis utilizam a técnica da osmose reversa para o tratamento adequado da água dialítica. Para esta avaliação de monitoramento, são realizadas as coletas de amostras desta água utilizada e enviadas para análise junto ao LACEM-GO, além das fiscalizações normais nestes estabelecimentos, em que ocorre inspeção do sistema de tratamento de água, verificação dos todos os documentos pertinentes, e verificação de todos os procedimentos adotados.
No programa de monitoramento, as amostras de água são coletadas nos seguintes pontos: uma amostra da entrada do reservatório de água, uma amostra no ponto de saída do reservatório de água, duas amostras na sala de tratamento dialítico no ponto onde é conectado para a entrada da água na máquina, e duas amostras na sala de reprocessamento (reuso) ponto mais distante do looping, e uma amostra do poço artesiano (se houver), totalizando sete amostras. As amostras são submetidas à análise microbiológica e de endotoxinas. As condições para a coleta destas amostras, e as condições adequadas do transporte das mesmas foram padronizadas conforme treinamento dos fiscais responsáveis junto ao LACEM-GO, o órgão que recebe estas amostras e realiza as análises. Após o recebimento destes resultados de análise, estes são confrontados com as análises mensais apresentadas pelos estabelecimentos, realizadas por empresa particular contratada pelo serviço.
Deste modo, a vigilância sanitária municipal segue neste trabalho atuando continuamente no cuidado minucioso da prevenção, para que os pacientes possam realizar seu tratamento de hemodiálise em total segurança.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Saúde

Nova lei dá abrangência nacional às receitas médicas

16/11/2018

Usuários de medicamentos controlados e manipulados agora poderão comprar os remédios em qualquer lugar no Brasil, mesmo fo...

Estudo goiano feito em pacientes crônicos com chagas será modelo

16/11/2018

As organizações Médicos sem Fronteiras (MSF) e Iniciativa de Medicamentos para Doenças Negligenciadas (DNDi) vão elabora...

Unidades de saúde orientam sobre prevenção do câncer bucal

08/11/2018

Os pacientes atendidos nas unidades da rede municipal de saúde estão recebendo orientações relativas à Semana Nacional d...

Coleta de exames é descentralizada

08/11/2018

Em menos de 48 horas após o médico ter solicitado os exames de hemograma e glicose para a dona Rozelma Silva Souza, ela já...