(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Anápolis é apontada em pesquisa como mercado potencial

Economia Comentários 30 de outubro de 2015

Estudo inédito feito pela Secretaria de Aviação Civil destaca 252 cidades brasileiras que têm mercado potencial para novos trechos aéreos


A Secretaria de Aviação Civil (SAC), da Presidência da República, acaba de divulgar um estudo inédito sobre o panorama do setor no Brasil. Um dos recortes desta pesquisa levantou os municípios brasileiros que têm mercado potencial para novos trechos aéreos. Intitulada: “O Brasil que voa”, este trabalho deve se constituir em um importante referencial para futuros investimentos nas cidades citadas.


De acordo com o levantamento feito pela SAC, ao qual o Jornal Contexto teve acesso, o Brasil tem 252 municípios com mercado potencial para a criação e operação de novas rotas aéreas. A avaliação foi feita em municípios que não sediam aeroportos com oferta de voos regulares e que possuem movimentação de saída e chegadas de passageiros superior a 65 mil por ano que, em tese, seriam capazes de fornecer passageiros suficientes para dois movimentos - pouso e decolagem - de uma aeronave de 114 assentos, com índice entre 50% e 85% de ocupação todos os dias do ano. O referido estudo, neste recorte, excluiu as capitais.


A pesquisa abarca 252 municípios com possibilidade de operar rotas com 50% de ocupação das aeronaves; 172 cidades teriam condições de implantar trechos aéreos com cerca de 70% dos assentos ocupados e 144 municípios poderiam operar rotas com aproximadamente 85% de lotação nos aviões. Anápolis está inserida nesta última faixa do levantamento. No Estado, além de Anápolis, somente a Cidade de Goiás foi mencionada nesta perspectiva da pesquisa.


O Aeroporto Civil “Juscelino Kubitscheck”, atualmente, recebe apenas voos executivos. Dentro do aeródromo funcionam, ainda, três escolas de aviação e três oficinas de aeronaves. Por outro lado, está sendo construído o Aeroporto de Cargas, que deverá receber adaptações para funcionar, também, como um terminal de passageiros de voos regulares. A pista, com mais de três quilômetros de extensão, e cerca de 60 metros de largura, já está quase pronta e a segunda etapa, que envolve a parte das edificações operacionais, deverá ser objeto de concessão à iniciativa privada, por meio de uma licitação pública. Até agora, já foram investidos quase R$ 107 milhões, segundo a Agência Goiana de Transportes e Obras Públicas (Agetop). Os técnicos do Governo do Estado estimam que o Aeroporto terá capacidade para movimentar cerca de 800 mil passageiros/ano.


“O Brasil que Voa”, de acordo com a SAC, é a mais completa pesquisa já divulgada sobre o setor, com informações detalhadas sobre perfil e comportamento do passageiro brasileiro, preferências de viagem e principais rotas de deslocamento. O levantamento revela 3.590 municípios de origem ou destino de voos domésticos (64% do total de cidades no País), além de uma análise inédita sobre o fluxo de passageiros nos terminais brasileiros. O estudo foi desenvolvido e realizado em parceria pela Secretaria de Aviação e a Empresa de Planejamento e Logística (EPL). O Instituto Olhar entrevistou 150 mil passageiros nos 65 aeroportos responsáveis por 98% da movimentação aérea do País. Uma equipe de 250 pesquisadores aplicou questionários de 70 perguntas, o que gerou um banco de dados de 10,5 milhões de respostas sobre aviação no País. A consulta foi realizada ao longo do ano de 2014, nos meses de janeiro e dezembro, que representam o período de férias; março e abril, representativos para negócios; e maio e agosto, meses em que se verificam mais viagens de rotina.


 


Fique por dentro


O Brasil, segundo revelou a pesquisa “O Brasil que voa”, tem 2.463 aeródromos registrados pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), sendo 1.806 privados e 657 públicos. Dos públicos, seis foram concedidos à iniciativa privada, outros quatro estão em processo de concessão. Além disso, 98% dos 199 milhões de embarques e desembarques aéreos no país estão concentrados em 65 aeroportos (internacionais, nacionais e regionais), dentre eles o Aeroporto Santa Genoveva, de Goiânia, que tem 125 municípios influenciados. Em 2014, a movimentação de passageiros girou em torno de 3,2 milhões, com 34,3 mil aeronaves. A quantidade de carga transportada foi de 10,4 mil toneladas. A principal rota do Aeroporto é São Paulo/SP.


Entre 2004 e 2014, o desenvolvimento expressivo do transporte aéreo no país levou à redução de 48% do custo da passagem aérea doméstica. Enquanto isso, a média anual de crescimento do setor foi três vezes o crescimento médio do PIB - Produto Interno Bruto para o mesmo período (3,4%). Paralelamente, o número de passageiros cresceu 170%, alcançando 117 milhões em 2014. Somados embarques e desembarques, a movimentação nos aeroportos chegou à marca de 199,3 milhões de pessoas no ano passado. (Fonte: SAC)


 


Aviação em números


2ª nação do mundo em número de aeroportos


3º mercado de aviação comercial doméstica


112 aeródromos públicos recebem voos regulares*


1.806 aeródromos privados


18 aeroportos recebem voos internacionais*


81 aeroportos fora das capitais, em operação para voos regulares


6 aeroportos concedidos


4 aeroportos em processo de concessão


1,5 milhão de toneladas: volume médio de carga transportada em 2014


(*de acordo com o HOTRAN-Anac de 19/10/15)

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Caracal ainda sem previsão de início de produção em Anápolis

20/04/2018

Anunciada em abril do ano passado, portanto, há um ano, como um grande projeto industrial para ser instalado no Município e...

Exigência para dar alvará é polêmica

20/04/2018

Uma notificação da Prefeitura Municipal vem causado preocupação para donos de estabelecimentos comerciais em Anápolis. P...

Município cai várias posições no ranking do comércio exterior

13/04/2018

As exportações feitas por Anápolis, no primeiro trimestre deste ano, comparativamente ao mesmo período do ano passado, re...

Ministro Baldy elogia empreendimentos

13/04/2018

O Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, comemorou o resultado de abertura de empresas em Goiás no último trimestre. Segund...