(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Anápolis terá plano para atacar a criminalidade

Segurança Comentários 15 de setembro de 2013

Secretaria de Segurança Pública quer reduzir criminalidade no Município melhorando os serviços de inteligência policial


A integração operacional das polícias Civil e Militar, com vistas à redução dos índices de criminalidade em Anápolis. Ela faz parte de um programa denominado Plano Goiás-Cidadão Seguro, já em fase de implantação em Goiânia e que será adotado no Município, a partir do próximo dia 24, quando ocorrerá o seu lançamento, com a presença do secretário estadual de Segurança Pública, Joaquim Mesquita.
Na quinta-feira, 12, o plano foi apresentado aos delegados da Polícia Civil e oficiais da Polícia Militar, numa reunião que aconteceu na sede da 3ª. Regional da Polícia Civil, com a presença do superintendente do Serviço de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública, Marcelo Aires. Na ocasião, foram detalhados todos os procedimentos que serão adotados na geração de relatórios e informações de ocorrências, que passarão a ter um padrão. Todos os dados coletados estarão disponíveis de forma sistematizada com o objetivo d e servirem como ferramenta para as ações integradas das forças de segurança.
Conforme explicou Marcelo Aires, o programa permite a criação de um banco de dados onde se pode, por exemplo, saber em quais setores há maior incidência de crimes contra o patrimônio (roubos e furtos) e homicídios, os horários e uma série de informações que podem auxiliar nas ações preventivas e também ostensivas. Há, inclusive, mapas digitais para facilitar a identificação visual dos pontos de ocorrências. Segundo ele, o foco principal é a redução da criminalidade, através da integração das ações operacionais da PM e da Polícia Civil.
O Delegado regional, Álvaro Cássio dos Santos, assinalou que o Plano Goiás-Cidadão Seguro irá resultar num grande benefício para a coletividade e, em sua opinião, este programa será um marco para a segurança e, sobretudo, para o processo de integração das polícias, que passarão a trabalhar com metas bem delineadas, gerando maior produtividade nas ações empreendidas.
Para o Tenente Coronel Paulo Inácio, subcomandante do 3º Comando Regional da Polícia Militar, o plano vai aliar informação e tecnologia para o trabalho das polícias e será, também, uma ferramenta indutora com o objetivo de buscar a sociedade para estar junto dos órgãos de segurança. A expectativa, disse, é que com as novas ferramentas de trabalho, haja uma melhoria das ações operacionais, pois serão atacados com prioridade os crimes que mais causam preocupação tanto para a sociedade quanto para a segurança pública, as chamadas ocorrências de alta prioridade.

Goiás tem mais de 1,6 mil homicídios este ano
Os números da criminalidade em Goiás realmente preocupam. Segundo dados do Comparativo de Ocorrências de Alta Prioridade Produtividade, elaborado Gerência de Análise de Informações da Secretaria de Segurança Pública e Justiça, de janeiro a agosto de ano, o número de homicídios registrados no Estado é de 1.679. No mesmo período foram registradas, ainda, 634 mortes relacionadas a homicídio culposo no trânsito e 71 crimes de latrocínio (roubo seguido de morte) e 327 registros de estupro.
Ainda conforme os dados do relatório, o maior quantitativo de ocorrências é de furto em geral (neste caso não há contato do bandido com a vítima), com um total de 48.147 registros. Logo em seguida vem as ocorrências de roubo (quando há contato do marginal com a vítima), com 22.699 ocorrências. Os roubos de transeunte somaram 14.048. Na linha dos crimes contra o patrimônio, ainda no período de janeiro a agosto de setembro, foram registrados em Goiás 808 roubos a residências; 10.882 furtos a residências; 4.930 roubos a estabelecimentos comerciais; 5.097 furtos a estabelecimentos comerciais; 5.367 roubos de veículos; 3.608 furtos de veículos.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Segurança

Comitiva do Ministério da Ciência e Tecnologia visita a ALA 2

12/10/2017

Na última terça-feira,11, uma comitiva do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) visitou...

Implantação do Polo de Defesa poderá ter linha de crédito federal

12/10/2017

Resultado da reunião ocorrida na última terça-feira, 10, com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, o projeto de implantaç...

Fugas expõem fragilidade na segurança da Cadeia Pública

06/10/2017

No domingo, primeiro de outubro, quatro presos conseguiram escapar do Centro de Inserção Social “Monsenhor Luiz Ilc” ap...

ALA 2 começa a se preparar para receber os primeiros caças Gripen

08/09/2017

Denominada de Base Aérea de Anápolis até dezembro do ano passado e, a partir de então, de ALA 2, a unidade local da Forç...