(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Anápolis será cenário de um novo longa metragem

Cultura Comentários 09 de agosto de 2013

O Município conta com um incontestável poder de atração para o cinema só faltando atitudes mais ousadas para dar uma forma permanente a esse interessante magnetismo.


A atriz do cinema mudo e escritora Joan Lowell, casada com Leek Bowen, comandante de um transatlântico que fazia a linha Nova York - Santos, viveu, por vários anos, em Anápolis.
Janet Gaynor, que ganhou o Oscar de melhor atriz em 1929, também residiu, durante um bom período na Cidade, com seu marido Gilbert Adrian, figurinista de Hollywood, que trabalhou na Metro Goldwyn Mayer e fez vários filmes com Cecil B. de Mille (produtor de Os Dez Mandamentos).
Mary Martin, cantora e atriz amiga de Frank Sinatra, tinha uma chácara e uma butique em Anápolis. Seu marido Richard Hallyday, produtor de teatro e de cinema, muito conhecido na Broadway, virou produtor rural aqui. E, Larry Hagman (filho de Mary Martin), o Major Nelson de Jeanne é um Gênio e o J.R. no seriado Dallas passou parte da juventude nesta Cidade.
Tempos depois, o Município sediou um festival audiovisual: o Anápolis Festival de Cinema (já em sua terceira edição), trazendo, mais uma vez, para a Cidade, celebridades do mundo cinematográfico e oferecendo um importante estímulo para os talentos locais.
É justamente esse ambiente fértil que está atraindo a produção de “Desempenho”, o primeiro longa metragem do diretor anapolino Erico Rassi, para a Cidade.
"Filmar em Anápolis tem um pouco de gratidão pela Cidade. Afinal, minhas ideias, minhas experiências, começaram aqui. Andando pela Cidade e observando seu jeito peculiar de organização dos espaços, comecei a enxergar cenas do filme em muitos lugares. A ação foi se encaixando e, isso fez com que a decisão de trazer o “Desempenho” pra cá fosse natural", conta o diretor.
Quem é
Natural de Anápolis, Erico Rassi iniciou sua carreira em 2001 quando lançou seu primeiro curta-metragem “Joãozinho Deve Morrer”. Sete filmes depois, sempre como roteirista e diretor de todos eles, foi capaz de construir um estilo próprio, reconhecido nos mais de 30 prêmios conquistados em festivais nacionais de cinema e mostras oficiais em festivais internacionais.
Dentre suas obras, destaque para “Sexo com Objetos Inanimados”, que recebeu mais de 15 prêmios em festivais, sendo, também, selecionado para mostras de cinema em Londres e Barcelona. “Um pra Um”, produzido no ano de 2007, também, recebeu mais de 10 prêmios e foi selecionado para festivais de cinema em Cuba, Suíça e Espanha. Em 2009, seu curta “Milímetros” foi selecionado para o Festival de Paulínia, recebendo três prêmios. Ainda fazem parte da filmografia de Erico Rassi os filmes “Musculatura”, “Curta de Adeus”, “Snake” e “Tiro pela Culatra”.
E foi justamente nos festivais pelo Brasil que o crítico Rubens Ewald Filho descobriu os seus curtas, que o fizeram comentar: “Foi bom a gente ter descoberto o talento de Erico Rassi, de “Sexo com Objetos Inanimados”. É o cara que está pronto para fazer outras coisas, que vai fazer carreira”.
O filme
O novo filme do diretor, “Desempenho”, fala da banalização da violência a partir da história de um personagem incomum: um pistoleiro velho e aposentado, com um passado de glamour, vivendo no ostracismo até ser contratado como consultor em um filme violento. Ele aborda, também, os problemas ligados à velhice como a sobrevivência em uma sociedade que não valoriza nem confia nos velhos para o trabalho e várias outras atividades.
"Na realidade, nós também nos deparamos com esses problemas ao procurar por atores mais velhos, já que a maioria dos personagens pertence a esta faixa etária. Existem poucos em atividade porque o mercado de cinema e televisão privilegia os mais jovens", diz Erico Rassi.
Com boa dose de humor negro e diálogos sarcásticos, o filme terá como personagem principal o consagrado ator Nelson Xavier, que, recentemente, interpretou o personagem Chico Xavier. Além dele, virá para Anápolis um grupo diversificado de profissionais oriundo de outras partes do País e estudantes da área de cinema e teatro, que também serão envolvidos em todo o processo.
“Desempenho” é um trabalho da produtora independente Rio Bravo Filmes que está em busca de parcerias para viabilizá-lo. "A decisão de trazer o filme para Anápolis, também, foi fruto do nosso otimismo de pensar que nada é melhor do que estar em casa tanto para valorizar nossas raízes como para ter acolhimento. Confiamos na Cidade. Assim como um bom filme pode tornar inesquecíveis um ator ou um diretor, pode fazer o mesmo com uma cidade e que bom se for a sua cidade natal", diz a produtora executiva Cristiane Miotto.
Esse é um dos melhores momentos para Anápolis tornar seu poder de atração para o cinema em algo bem concreto como tornar realidade o longa metragem de um diretor da terra, garantindo o seu registro na memória cinematográfica do mundo porque um bom filme pode ir muito longe.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cultura

Embaixada do Japão dará apoio a festival de cultura em Anápolis

04/05/2017

O Embaixador do Japão no Brasil, Satoru Satoh, esteve em Anápolis nesta quinta-feira,04, para uma agenda protocolar com vá...

Festival de dança vai acontecer até sábado

27/04/2017

Começou na última quarta-feira, 26, o 12º Festival de Dança de Anápolis. A abertura do evento, no Teatro Municipal, se i...

Inscrições abertas para as oficinas do EDAnça

19/04/2017

Um dos eventos consolidados no calendário da Secretaria Municipal de Cultura, o Festival de Dança (EDAnça) acontece, neste...

Cantora busca ampliar horizonte musical

23/03/2017

Estilo despojado na música, no visual e na atitude. Assim é a cantora e compositora Danila Moreira, que busca o seu lugar a...