(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Anápolis presente na semana de combate à tuberculose

Saúde Comentários 25 de maro de 2011

O Estado de Goiás é um dos que apresentam menor incidência desta moléstia que matou milhões de pessoas no último século e que ainda está presente na atualidade


Chegou ao final na quinta-feira, 25, a mobilização referente à Semana Mundial de combate à tuberculose. Em Anápolis a Secretaria Municipal de Saúde, promoveu, a partir do dia 21, ações educativas e preventivas, nas unidades de saúde: “Dr. Ilyon Fleury Jr.”, no Bairro Jundiaí; no Cais do Jardim Progresso; no Mini-Cais “Abadia Lopes Fonseca”, Jardim Calixto e nas unidades do Programa Saúde da Família.
A semana teve por objetivo conscientizar a população sobre sinais e sintomas da doença e orientar a comunidade sobre os métodos de prevenção. As ações aconteceram em todas as unidades das 08 às 12 horas. Nos postos do PSF, as atividades também se realizaram, diariamente, das 14 às 17 horas.
De acordo com a Secretaria, durante os cinco dias, as unidades promoveram triagem e exame de escarro nos pacientes que apresentavam os sintomas. Além disso, profissionais de saúde visitaram escolas, abrigos e asilos.
Doença
Tuberculose é uma infecção causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis. Ela pode afetar os pulmões, sistema nervoso central, sistema linfático, sistema circulatório, sistema geniturinário, ossos e articulações e pode matar.
Os sintomas mais comuns são tosse com secreção, febre, falta de apetite, emagrecimento e suores noturnos. A transmissão pode acontecer através do contato com a tosse, fala e espirro. O tratamento é feito por meio de acompanhamento médico.
O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, disse que o Governo pretende usar as redes sociais, como Facebook e Twitter, para popularizar a tuberculose e ampliar o combate à doença. A declaração foi feita durante o lançamento da nova campanha de mídia sobre a doença.
“Se o seu amigo está tossindo há três semanas, isso pode ser tuberculose. Então manda uma mensagem para ele”, declarou o secretário.
Mortalidade
A taxa de mortalidade da doença é três vezes maior em homens. Por causa disso, Barbosa afirmou que as campanhas de combate à doença vão focar os indivíduos entre 20 e 49 anos, porque, segundo ele, a vacina contra a doença protege, apenas, crianças de até 14 anos.
Em 2009 o País contabilizou 72 mil casos de tuberculose e registrou 4.800 mortes. A doença é a primeira causa de morte em pacientes com AIDS e a terceira causa de morte por doença infecciosa - ficando atrás da AIDS da septicemia. “Entre 2009 e 2010, tivemos 69 mil (redução de 3.000) novos casos registrados. Nosso desafio é acelerar essa redução” assegurou Jarbas Barbosa.
Com relação aos Estados, dados de 2010 mostram que as maiores incidências estão no Rio de Janeiro (71,8 por 100 mil habitantes); Amazonas (69,2/100 mil); Pernambuco (47,5/100 mil), Pará (46,2/100 mil) e Rio Grande do Sul (45,3/100 mil). As menores taxas de incidência do País foram registradas no Distrito Federal (11,7/100 mil), Tocantins (13,6/100 mil) e Goiás (14,6/100 mil). Entre as capitais, as maiores incidências são registradas em Porto Alegre (111,3/100 mil), Recife (97,2/100 mil), Belém (95,1/100 mil), Rio de Janeiro (93,4/100 mil) e Manaus (93,2/100 mil).
Os sinais e sintomas mais frequentes são tosse seca contínua, com presença de secreção por mais de quatro semanas, transformando-se em uma tosse com pus ou sangue. Há ainda cansaço excessivo, febre baixa - geralmente no período da tarde -, sudorese noturna, falta de apetite, palidez, emagrecimento acentuado, rouquidão, fraqueza e prostração.
A transmissão da tuberculose é direta, de pessoa a pessoa. O doente expele - ao falar, espirrar ou tossir -, pequenas gotas de saliva que podem ser aspiradas por outro indivíduo. Pessoas portadoras de AIDS, diabetes, insuficiência renal crônica, desnutridas, além de idosos doentes, alcoólatras, viciados em drogas e fumantes são os mais propensos a contrair a tuberculose.

Autor(a): Nilton Pereira

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Cirurgias pediátricas tem fila de espera reduzida

18/08/2017

Já medicado, o garoto J.B.N., 4, demonstrava tranquilidade, ao entrar no centro cirúrgico do Hospital Evangélico, para rea...

Goiás ocupa a terceira posição no ranking nacional em transplante de córneas

18/08/2017

Em Goiás, são realizados transplantes de córneas, rins, coração e medula óssea, sendo que o de córneas é o mais comum...

Franquia Oral Sin se instala em Anápolis

10/08/2017

Acaba de chegar em Anápolis a primeira franquia Oral Sin Implantes. O empresário e odontólogo Leonardo Lara recebe convida...

Município deve receber mais recursos para medicamentos

03/08/2017

Definido no último dia 31 de março, o fechamento das unidades próprias do programa Farmácia Popular deve otimizar a utili...