(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Anápolis ganha novo parque ambiental

Meio Ambiente Comentários 21 de maio de 2011

Com mais de um milhão de metros quadrados de área, o espaço terá além dos equipamentos públicos para o lazer da população, reservas especiais para proteção de nascentes


Através do sistema de compensação ambiental com a Valec - empresa responsável pela obra da ferrovia Norte-Sul - Anápolis ganhará o maior parque em área do Estado de Goiás. O empreendimento terá nada menos que 1 milhão de metros quadrados e será construído às margens do túnel 1 da ferrovia, próximo ao trevo de acesso ao Distrito Agroindustrial de Anápolis.
O espaço, orçado em mais de R$ 10 milhões, supera o projeto do Parque Mutirama, em Goiânia, lançado no mês passado, com previsão de atingir 485 mil m². A área ambiental de Anápolis visa recuperar as nascentes e locais de preservação do Ribeirão das Antas, além de gerar maior qualidade de vida para os anapolinos, uma política seguida pela atual administração.
O local será dotado de uma ampla área verde, incluindo quiosques, pistas de caminhada e de ciclismo, área de lazer e um estacionamento. Também está prevista a construção um espaço de convivência e instalação de aparelhos de ginástica.
De acordo com o secretário de Meio Ambiente e Agricultura, Luiz Henrique Fonseca, também será construído um lago com deck destinado a apresentações culturais. “Será um espaço de lazer e um pólo de educação ambiental”, comenta. A extensão total do parque será de quatro quilômetros, indo do Vivian Parque ao Bairro São João.

Política ambiental
O novo espaço consolida a política ambiental desenvolvida em Anápolis. Em 2010, foi inaugurado o maior atrativo turístico da cidade, o Parque Ipiranga, um centro de preservação do meio ambiente que já se consolidou como principal opção de lazer, sendo considerado "o cartão postal da cidade".
A Prefeitura de Anápolis desenvolve ainda o Programa de Proteção e Preservação de Áreas Verdes Públicas Municipais. O Parque Ambiental José Crispim Ramos, na Cidade Jardim, faz parte desta iniciativa e mais seis áreas de interesse ecológico da cidade foram cercadas e futuramente se tornarão parques ambientais.
A administração municipal investe pesado na criação de espaços de lazer com a recuperação e revitalização das praças da cidade. Um exemplo é a Cônego Trindade, na Vila Góis, que se tornou o atrativo da região com novo calçamento e design moderno, além de playground infantil e aparelhos de ginástica para a terceira idade. A previsão é que até o final do ano, 40 praças e parques passem por reformas e revitalizações.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Meio Ambiente

Projeto prevê o plantio de 87 mil mudas do Cerrado

29/11/2018

Pequi, guapeva, ipê roxo e amarelo, barriguda, araçá do cerrado, bálsamo e jatobá são algumas das espécies nativas do ...

Anápolis terá Centro de Produção de Mudas do Cerrado

23/11/2018

A Secretaria do Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima) assinou na últ...

Aprendendo com a natureza e revitalizando o Ribeirão Piancó

08/11/2018

Quem não se lembra, nos anos de 2014 e 2015, da severa crise hídrica vivida no Município de Anápolis? E, naquela mesma é...

Plano de Manejo da APA entra para a fase final

25/10/2018

A empresa catarinense de engenharia e projetos STPC promoveu em Anápolis no dia 24 deste mês, a última oficina participati...