(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

“Anápolis foi fundamental para a minha eleição”

Política Comentários 18 de outubro de 2014

Candidato eleito para a Câmara Federal, o empresário e ex-secretário de Indústria e Comércio, Alexandre Baldy, foi considerado uma das grandes revelações das eleições este ano em Goiás


O senhor saiu de uma eleição, a primeira de que participou, com uma vitória expressiva, inclusive, ultrapassando candidaturas tradicionais do Estado de Goiás. Que avaliação o senhor faz dessa vitória?

Baldy - Fico muito feliz, é um momento de alegria, de comemoração porque foi uma eleição muito difícil, muito desafiadora. Foi a minha primeira eleição. Então, é algo que temos de refletir: uma candidatura nova, de uma nova geração, um estreante na política. Isso não é fácil, porque nunca pensei em ser candidato, quando partícipe do Governo. Como secretário de Indústria e Comércio, não me vieram as ferramentas, ou seja, as estrutura e as ações como forma de fazer política. Então, foi uma campanha muito difícil, onde nós sofremos muitos ataques, calúnias, difamações e críticas injustas. Mas, ao final, nós chegamos vencedores. Uma parcela importante da população - 107.544 eleitores - me deu o voto de confiança para chegar à Câmara Federal. Isso demonstrou claramente que a população clama por mudança, por uma nova geração de políticos que possa chegar e ser realmente representante da sociedade para realizar as mudanças necessárias para melhorar a vida das pessoas.

O senhor obteve votos em todos os municípios goianos. Isso foi determinante, ou seja, buscar fora de Anápolis, sua principal base, os votos para esta eleição à Câmara Federal?

Baldy - Com certeza, Anápolis foi fundamental para a minha eleição. Obtive aqui cerca de 30 mil votos e isso foi determinante para a eleição e, agora, sou um representante legítimo da Cidade. Agradeço, muito, a todos os anapolinos que acreditam no nosso trabalho e vou me dedicar para honrar cada voto de confiança que recebi. Fui um dos poucos deputados que recebeu votos em todos os 246 municípios de Goiás. Isto é um feito que tem valor simbólico muito grande, porque demonstra o trabalho e a dedicação que tivemos. Foi uma demonstração que o Estado inteiro acreditou que nós pudéssemos nos tornar uma nova geração de representação política.

O senhor já começou a alinhavar o trabalho que irá desenvolver a partir do ano que vem, com a sua posse no cargo?

Baldy - Nós estamos ainda, na campanha com o Governador Marconi Perillo, percorrendo os municípios, pedindo votos para ele e agradecendo aos eleitores a votação que recebi no contato com as lideranças e com a população. Estive com o Prefeito de Anápolis, João Gomes; reuni-me com os candidatos que disputaram a eleição para deputado estadual pelo Município, justamente, para que a gente possa fazer um trabalho conjunto. Nós queremos ter sempre um diálogo aberto, para que possamos realizar ações que são de necessidade da população e não de A ou de B. Quero, realmente, trabalhar de portas abertas para ouvir o povo e conseguir os recursos, benefícios e obras de que precisamos para Goiás e trabalhar para melhorar a nossa legislação, como as mudanças no Código Penal, que é um clamor popular para que se acabe com a impunidade. Nós precisamos de mais recursos para a segurança pública por parte do Governo Federal. Todas estas ações já estão sendo pensadas, para que já no primeiro dia a gente tenha uma atuação bem edificante.

Para Anápolis, em especial, qual será o foco do seu trabalho na Câmara Federal?

Baldy - Nosso foco será o desenvolvimento econômico, aliado com o desenvolvimento social, ou seja, para que a gente continue contribuindo para trazer e dar condições de trazer empresas para o Município, impulsionando a economia, gerando empregos. Uma população empregada consegue pagar as suas contas, colocar comida na mesa e ter acesso a uma vida mais digna. Mas, por outro lado, temos também demandas exclusivamente, sociais, como a questão da saúde. Nós vamos nos aliar ao Prefeito João Gomes e ao deputado federal reeleito Rubens Otoni, que são, também, representantes legítimos da população, para que a gente consiga trazer mais recursos de bancadas, de emendas, do Orçamento Geral da União e, enfim, trazer mais obras e melhorias dos serviços públicos.

O senhor citou o Prefeito João Gomes e o deputado Rubens Otoni, que são de partidos de oposição ao PSDB. Terá algum problema para fazer essa conversa política, em prol de Anápolis?

Baldy - A eleição é o momento onde você tem oponente, onde tem adversário. Na eleição proporcional, isso ocorre numa escala menor. Então, nós temos 17 deputados que foram eleitos para representar a população. Os partidos políticos perderam muito as posições ideológicas. Hoje, nós temos mais de 30 partidos e não sabemos identificar quais são as lutas e as ideologias de boa parte deles. Tenho convicção da minha parte, que será suprapartidária. Então, vou estar do lado do Prefeito, independentemente de partido e, da mesma forma, estarei aliado ao deputado Rubens Otoni. As questões partidárias, agora, são colocadas de lado, realmente temos de pensar na Cidade e na população.

Uma questão que preocupa, muito, o segmento empresarial em Goiás, é a possibilidade do fim dos incentivos fiscais. O senhor vai olhar esta questão, que é crucial para a economia goiana?

Baldy - Nós seremos defensores veementes, porque defender os incentivos fiscais de Goiás é defender os empregos, é defender a indústria, o comércio e o setor de serviços cada vez mais fortalecidos. O Distrito Agro Industrial de Anápolis cresceu e se desenvolveu a partir da primeira gestão do Governo Marconi Perillo, porque houve uma política ousada de incentivos fiscais. Neste Governo, nós conseguimos atrair mais de R$ 31 bilhões em investimentos privados para Goiás, cerca de R$ 4 bilhões para Anápolis. Somente uma indústria farmacêutica investiu aqui cerca de R$ 1 bilhão. E nós tivemos, no passado, investimentos como o da Hyundai que trouxeram muitos empregos e visibilidade. Então, vou lutar muito pelos nossos incentivos e espero contar com os outros 16 deputados da bancada goiana para mostrarmos a importância dos incentivos para que Goiás continue sendo competitivo.

Depois do resultado das urnas, já surgiram algumas especulações em torno do nome do senhor, sobre eleições futuras, como 2016, por exemplo. Já há algum projeto político pela frente?

Baldy - Vou dizer claramente, a gente acaba um processo eleitoral difícil, desafiador e desgastante e não pensa em qualquer outro embate futuro. Mas, nós estamos preparados e queremos crescer, demonstrar que somos uma nova geração política e que participaremos, sim, de debates acerca de eleições futuras, seja em 2016 ou em 2018, estaremos envolvidos no processo direta ou indiretamente.

Como o senhor está se preparando para este desafio de chegar ao Congresso, que é um poder bastante complexo do ponto de vista de atuação?

Baldy - Eu sei que é muito difícil, uma Casa com 513 deputados onde você não tem nem cadeira para todos é uma situação difícil e delicada. Mas, eu acredito que com a nossa forma de articulação e de buscar relacionamentos, vamos conquistar espaço, demonstrando seriedade, vontade e dedicação para com a representação de nosso Estado, na Câmara Federal. Existem vários formatos de trabalho: tem deputado que foca mais sua atuação em plenário, outros nas comissões, outros nas suas bases eleitorais. Eu vou buscar uma fórmula de equilíbrio para que possa trabalhar pelos municípios goianos.

Qual a sua avaliação, em relação ao segundo turno, tanto em nível estadual como federal?

Baldy - Eu tenho expectativa de que o Governador Marconi Perillo seja eleito, porque é o candidato que tem mais propostas, que tem mais ações e resultados. É um político dinâmico, trabalhador e que tem um trabalho consolidado, com obras por todos os lados que a gente vai. Um político que trabalha com projetos sociais muito contundentes. No debate entre os candidatos à Presidência, o Aécio Neves, inclusive, citou o Governador Marconi Perillo como o criador do Bolsa Família, através do programa Renda Cidadã. Ele criou o Bolsa Universitária, que deu oportunidade para mais de 150 mil pessoas que não tinham condição de acesso ao ensino universitário. Obras no setor de moradia. E uma política de desenvolvimento muito forte, sobretudo, aqui em Anápolis, agora com o Centro de Convenções, o Aeroporto de Cargas. Tudo isso tem feito com que Goiás esteja entre os estados brasileiros que mais despontaram nos últimos anos, nos principais indicadores econômicos: PIB, Balança Comercial, geração de empregos e crescimento industrial. Isso é resultado de um trabalho muito eficaz liderado por Marconi Perillo. E, em relação à eleição presidencial, o Aécio Neves fez bons governos em Minas Gerais e é o candidato melhor preparado para ultrapassar as dificuldades internas e externas que nós devemos ter em 2015 e 2016. Ele tem plenas condições de desenvolver um trabalho de enxugamento da máquina pública. Então, eu acredito na vitória de Aécio Neves para que a gente possa colocar o Brasil nos eixos da responsabilidade fiscal, econômica e, principalmente, do desenvolvimento. Um governo que volte realmente a sua atenção para a educação.

O senhor está na coordenação da campanha do Governador Marconi Perillo. De que forma avalia esta reta final da campanha no Município?

Baldy - Nós estamos aqui colaborando com o Pastor Victor Hugo Queiroz, com o coronel Adailton, que são os coordenadores centrais e trabalhando junto com aqueles que foram candidatos a deputado estadual como Onaide Santillo; Pedro Canedo; José de Lima; Pedrinho Porto Rico; com o professor Paulinho; o Sargento Alberto, o Sargento Pereira, enfim, com todos aqueles que se candidataram e que são lideranças expressivas para que possamos demonstrar força e mostrar que o Governador Marconi Perillo é a melhor opção, que representa a modernidade e a expectativa de um futuro melhor e que representa a força e a energia daquele que quer trabalhar por Anápolis. Se formos comparar Marconi Perillo, aqui, com Íris Rezende, é uma comparação que não tem equilíbrio, porque o Marconi sempre fez muito mais por Anápolis, como fez com o DAIA, como fez com o Hospital de Urgências e a Santa Casa, como fez com a parceria para o asfaltamento urbano e, da mesma forma, em todas as outras áreas. O Marconi é um político republicano e está preparado para fazer mais um bom governo.

A votação que o senhor obteve aqui em Anápolis o credencia a ser uma das principais lideranças de seu partido, o PSDB, no Município. O senhor chamará para si essa responsabilidade e de, também, fazer um trabalho maior de aglutinação em torno da legenda?

Baldy - Eu vejo que nós temos lideranças importantes dentro do PSDB - lideranças históricas e lideranças novas - e nós acreditamos que é sempre necessário renovar os quadros políticos. Na vida pública, temos de saber a hora de começar, de realizar e a hora de encerrar, porque assim é com a nossa própria vida. Então, eu como uma nova liderança dentro do PSDB em Anápolis e em Goiás, irei participar de todas as ações necessárias para a constante renovação, buscando novas lideranças nos mais diversos segmentos, ou seja, lideranças universitárias, religiosas, ou seja, todas aquelas lideranças que não pensem nas suas aspirações meramente individuais, mas que possa trabalhar em conjunto para que faça o partido crescer e não estagnar ou diminuir, como a gente percebe em vários exemplos no País.

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Vereador defende mudança no pacto federativo

08/12/2017

O vereador Leandro Ribeiro (PTB) usou a tribuna durante a sessão ordinária da última quarta-feira, 06, para defender mudan...

Prefeito pode fazer uma reforma administrativa no começo do ano

08/12/2017

O Prefeito Roberto Naves (PTB) deverá ampliar a reforma em sua equipe, a partir de janeiro próximo. É que algumas Pastas e...

Vereador busca solução sobre fechamento de ruas

30/11/2017

O vereador Leandro Ribeiro (PTB), primeiro secretário da mesa diretora da Câmara Municipal, informou na tribuna do plenári...

“Estamos cansados de esperar o Governo”, desabafa Roberto

30/11/2017

“A Cidade não aguenta mais esperar”. A afirmação é do Prefeito Roberto Naves (PTB), que não esconde mais a sua insat...