(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Anápolis entre as 100 cidades de maior potencial imobiliário

Cidade Comentários 14 de fevereiro de 2015

A olho nu, é possível notar que o paisagismo urbano de Anápolis, na última década, mudou muito com a construção de um grande número de prédios de apartamentos e de conjuntos habitacionais de diversos padrões. Essa constatação foi confirmada através de uma pesquisa realizada pela consultoria Prospecta Inteligência Imobiliária e divulgada, recentemente, pela Revista Exame, uma das principais publicações de economia do País.


A pesquisa traz um ranking com 100 cidades brasileiras que têm menos de um milhão de habitantes e apresentam maior potencial imobiliário. Anápolis e Aparecida de Goiânia são as únicas representantes goianas neste ranking, ocupando, respectivamente, a 49ª e a 29ª posições. O ranking é liderado pelo Município de São Bernardo do Campo (SP).
Segundo a Revista Exame, “o estudo é inovador na medida em que utiliza dados de demanda para observar as oportunidades de investimento, em vez de focar na oferta, como é a praxe na maioria das análises imobiliárias”. Para esta pesquisa, a consultoria Prospecta analisou 94 cidades brasileiras para chegar às conclusões do indicador, chamado de P2i-Lead. “O objetivo do indicador é conduzir os investidores e empresários a lugares que são atrativos, mas ninguém está olhando”, afirmou Cristiano Rabelo diretor de Novos Negócios da Prospecta, à revista. Ainda, segundo ele, na entrevista, as cidades mais populosas não foram incluídas no ranking, pelo fato de que o indicador visa destacar as regiões que estão com crescimento latente.
“O P2i-Lead sinaliza que ali existe um mercado para que eu possa comercializar, mas é preciso analisar, também, a oferta. Uma coisa é saber que existe demanda, e de qualidade. Depois, é preciso analisar se o local já possui oferta para o tipo de produto que a empresa ou o investidor estão buscando oferecer”, explicou o diretor da consultoria.
As fontes utilizadas para o estudo, conforme a matéria da Revista Exame, agrupam órgãos como Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Ministério do Trabalho, Associação Brasileira de Estudos Populacionais, Data SUS e Onmaps-Geofusion.

Metodologia
Além de apresentar uma nota sobre a cidade, que define em que posição ela está no ranking, o indicador mostra o seu potencial para investimentos em imóveis de alto, médio e baixo padrões. Para cada um desses padrões é atribuída uma classificação, que vai de péssimo a ótimo. São Bernardo do Campo, que é a cidade líder do ranking, tem ótimo potencial para os três padrões de imóveis. A pontuação atingida pelo município no ranking (P2I - Lead) foi de 0,820.
No caso de Anápolis, que ficou no 49º lugar, a pontuação obtida no ranking foi de 0,536. O potencial para investir em imóveis de alto padrão foi considerado “Bom”. O potencial para investir em imóveis de médio e baixo padrão foi considerado “Ótimo”.
Aparecida de Goiânia, 29º lugar, obteve a pontuação de 0,603. O potencial para investir em imóveis de alto padrão foi classificado como “Bom” e para imóveis de médio e baixo padrões, a classificação foi de “Ótimo”.

Setor avalia impacto positivo da pesquisa
O presidente da Associação das Imobiliárias de Anápolis (AIA), Frederico Godoy, ressalta que o resultado da pesquisa demonstra a pujança do setor e coloca o Município em destaque no cenário nacional, atraindo a atenção das empresas de construção.
Ao fazer uma avaliação sobre o mercado imobiliário em Anápolis, Frederico Godoy observou que, no ano passado, até antes da Copa do Mundo, houve um crescimento na ordem de 7%. Porém, ao final do ano, as vendas esfriaram e continuam da mesma forma neste início do ano, por conta do receio dos investidores em relação à economia. Além disso, ponderou, “os investidores ainda esperam que os preços caiam um pouco, porque os imóveis em Anápolis ainda estão um pouco fora da realidade do mercado brasileiro”.
As melhores oportunidades são para os imóveis na planta, com valor de até R$ 300 mil. “Para este segmento, é fazer e vender”, disse Frederico Godoy, acrescentando que os imóveis com padrão de luxo estão com uma perspectiva mais fraca de comercialização.
Para o presidente da AIA, as grandes obras realizadas em Anápolis como o Aeroporto de Cargas, o Centro de Convenções, a Ferrovia Norte-Sul, dentre outras, têm contribuído para alavancar o segmento imobiliário. Na sua avaliação, a partir de abril, o mercado deve ter uma movimentação maior e, segundo estimativa do Secovi/GO (Sindicato dos Condomínios e Imobiliárias de Goiás), é de que haja um crescimento este ano, em Anápolis, da ordem de 3% em relação a 2014.


Recorte da pesquisa

1º lugar: São Bernardo do Campo (SP)
Pontuação no ranking (P2I - Lead) 0,820
Potencial para investir em imóveis de alto padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis médio padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis baixo padrão Ótimo
Déficit habitacional 27,83%
Quantidade média de salários mínimos da população 7

2º lugar: Campo Grande (MS)
Pontuação no ranking (P2I - Lead) 0,767
Potencial para investir em imóveis de alto padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis médio padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis baixo padrão Ótimo
Déficit habitacional 29,24%
Quantidade média de salários mínimos da população 6

3º lugar: Santo André (SP)
Pontuação no ranking (P2I - Lead) 0,767
Potencial para investir em imóveis de alto padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis médio padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis baixo padrão Ótimo
Déficit habitacional 29,71%
Quantidade média de salários mínimos da população 7

4º lugar: Osasco (SP)
Pontuação no ranking (P2I - Lead) 0,746
Potencial para investir em imóveis de alto padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis médio padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis baixo padrão Ótimo
Déficit habitacional 33,82%
Quantidade média de salários mínimos da população 6

5º lugar: Natal (RN)
Pontuação no ranking (P2I - Lead) 0,739
Potencial para investir em imóveis de alto padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis médio padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis baixo padrão Ótimo
Déficit habitacional 34,18%
Quantidade média de salários mínimos da população 6

6º lugar: Ribeirão Preto (SP)
Pontuação no ranking (P2I - Lead) 0,733
Potencial para investir em imóveis de alto padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis médio padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis baixo padrão Ótimo
Déficit habitacional 31,81%
Quantidade média de salários mínimos da população 7

7º lugar: São José dos Campos (SP)
Pontuação no ranking (P2I - Lead) 0,731
Potencial para investir em imóveis de alto padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis médio padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis baixo padrão Ótimo
Déficit habitacional 33,07%
Quantidade média de salários mínimos da população 7

8º lugar: Maceió (AL)
Pontuação no ranking (P2I - Lead) 0,721
Potencial para investir em imóveis de alto padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis médio padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis baixo padrão Ótimo
Déficit habitacional 31,82%
Quantidade média de salários mínimos da população 5

9º lugar: Niterói (RJ)
Pontuação no ranking (P2I - Lead) 0,716
Potencial para investir em imóveis de alto padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis médio padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis baixo padrão Ótimo
Déficit habitacional 28,91%
Quantidade média de salários mínimos da população 10

10º lugar: João Pessoa (PB)
Pontuação no ranking (P2I - Lead) 0,701
Potencial para investir em imóveis de alto padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis médio padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis baixo padrão Ótimo
Déficit habitacional 33,30%
Quantidade média de salários mínimos da população 5

29º lugar: Aparecida de Goiânia (GO)
Pontuação no ranking (P2I - Lead) 0,603
Potencial para investir em imóveis de alto padrão Bom
Potencial para investir em imóveis médio padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis baixo padrão Ótimo
Déficit habitacional 36,23%
Quantidade média de salários mínimos da população 5

49º lugar: Anápolis (GO)
Pontuação no ranking (P2I - Lead) 0,536
Potencial para investir em imóveis de alto padrão Bom
Potencial para investir em imóveis médio padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis baixo padrão Ótimo
Déficit habitacional 36,54%
Quantidade média de salários mínimos da população 5

100º lugar: Governador Valadares (MG)
Pontuação no ranking (P2I - Lead) 0,483
Potencial para investir em imóveis de alto padrão Bom
Potencial para investir em imóveis médio padrão Ótimo
Potencial para investir em imóveis baixo padrão Ótimo
Déficit habitacional 40,33%
Quantidade média de salários mínimos da população 4

Autor(a): Claudius Brito

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Oposição e situação criam embate por situação do PETI

19/04/2017

Ao usar a tribuna na sessão de quarta-feira ,19, o vereador Antônio Gomide (PT) falou sobre a necessidade de a gestão muni...

Caixa equilibrado foi a maior conquista, avalia Roberto Naves

12/04/2017

Numa entrevista coletiva, com a presença de quase todos os membros de seu secretariado e de vários vereadores, o Prefeito R...

Prefeitura anuncia revitalização do Mercado Municipal em curto prazo

07/04/2017

O Mercado Municipal “Carlos de Pina” é um dos principais pontos turísticos da cidade e também um local tradicional de ...

Alvará de funcionamento terá rigorosa fiscalização na Cidade

23/03/2017

A Divisão de Fiscalização e Posturas vai desencadear, no início de abril, uma intensa e rigorosa fiscalização em todos ...