(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Anápolis é uma cidade cristã por excelência

Comportamento Comentários 28 de julho de 2009

Conselho de Pastores de Anápolis é a entidade que hoje congrega o segmento evangélico, e que tem trabalhado e apoiado importantes projetos assistenciais no município


Em fevereiro do ano passado, o pastor Leordino de Carvalho Júnior foi empossado no Conselho de Pastores de Anápolis, com o objetivo de conduzir os destinos da entidade durante o biênio 2008/2009. O município tem, proporcionalmente, uma das maiores comunidades de fiéis do país, distribuídos em diversas denominações. O Conselho de Pastores, hoje uma instituição reconhecida na cidade, desenvolve uma série de ações, com o objetivo de congregar o segmento evangélico, assim como desenvolver trabalhos sociais que beneficiem a população de baixa renda.
O colegiado surgiu em 2003 e teve como primeiro presidente o pastor Victor Hugo Queirós. O segundo mandato na entidade teve à frente o pastor Washington Luiz Albuquerque. Atualmente, o conselho de Pastores é composto de 40 pastores e possui 400 filiados.
A missão do CPA é promover encontros de sua diretoria com as lideranças evangélicas de Anápolis, além de participar do calendário anapolino de eventos levando a palavra de Deus. A lista de atividades é numerosa e, a cada ano, atrai mais pessoas. Os encontros de jovens já se tornaram uma tradição e, atualmente, são um referencial do trabalho de evangelização. E constituem um porto seguro para que as crianças e adolescentes possam caminhar na fé, ao invés de tomar o caminho da ociosidade, das drogas e do crime.
Há vários trabalhos sociais desenvolvidos pela comunidade evangélica de Anápolis. Como a Missão Vida, que tem reconhecimento nacional e até internacional pelo trabalho de acolher e prestar assistência às pessoas que vivem na mendicância. Há, também, o trabalho de Asas de Socorro, que realiza a evangelização e a assistência de comunidades situadas em locais remotos - e que carecem de atenção na área de educação e de saúde. Nas igrejas, os trabalhos são desenvolvidos sistematicamente.



Comunidade Católica estimula relação familiar

A Diocese de Anápolis abrange 19 municípios e 42 paróquias. Em agosto, terá início a Semana da Família, que busca promover a valorização da família- intitulada “Igreja Doméstica”

A Diocese de Anápolis foi criada pela Bula Pontifícia do Papa Paulo VI "De Animarum Utilitate", de 28 de outubro de 1966. Foi instalada em solenidade presidida pelo então Núncio Apostólico Dom Sebastião Baggio no dia 10 de dezembro de 1966, com a posse do 1º Bispo, Dom Epaminondas José de Araújo - substituído em 11 de Março de 1979, por Dom Manoel Pestana Filho, que esteve à frente até 14 de Agosto de 2004, sendo substituído pelo atual Bispo Dom Frei João Wilk.
Constituída atualmente por 19 municípios, 12 deles são localizados na Micro-Região do Mato Grosso Goiano: Anápolis, Nova Veneza, Damolândia, Goianápolis, Jaraguá, Nerópolis, Ouro Verde, Petrolina, Santa Rosa de Goiás, São Francisco de Goiás (do qual desmembrou-se Jesúpolis). Seis municípios são localizados na Micro-Região do Planalto: Abadiânia, Alexânia, Corumbá de Goiás, Pirenópolis, acrescentando-se Cocalzinho, separado de Corumbá e Vila Propício separada de Pirenópolis. A Diocese de Anápolis abrange um total de 14.227 Km2 e sua população é de aproximadamente 520.000 habitantes. E está dividida em quatro Regiões Pastorais: Anápolis Sul (região1), Anápolis Norte (Região 2), Região Oeste (Região 3) e Região Leste (Região 4).
Além das 42 paróquias, a Diocese conta também com a Paróquia-Capelania Militar da Base Aérea de Anápolis e uma Capelania dos Hospitais, equiparada a uma paróquia.
Juridicamente. Teve o reconhecimento de Utilidade Pública concedido pela Lei nº 1.198 de 28 de maio de 1984, da Prefeitura Municipal de Anápolis, e pela Lei nº 9.460 de 20 de junho de 1984 do Governo do Estado de Goiás.
No total, são 33 os sacerdotes religiosos presentes da Diocese da cidade, além de 60 religiosos (sacerdotes e irmãos) e 137 religiosas, divididos em 15 congregações e 25 comunidades.

Semana Nacional da Família
De 9 a 15 de agosto acontece a Semana Nacional da Família. Nessa semana, as comunidades eclesiais, escolas, clubes de serviço e associações animadas pela Pastoral Familiar, têm um espaço para preparar e organizar programações diversas, revigorando a integração familiar e ressaltando as virtudes e valores. O Subsídio oficial da CNBB para a Semana Nacional da Familia 2009 a HORA DA FAMÍLIA 2009 já está disponível.
Neste ano, o subsídio traz em suas páginas temas relativos à valorização da família, incluindo um encontro para refletir a questão da Segurança, tema da Campanha da Fraternidade 2009. A cartilha reflete o tema “Família, Igreja doméstica, caminho para o discipulado”.
Criada em 1992, a Semana Nacional da Família é celebrada anualmente no mês de agosto por todas as paróquias do país a partir do segundo domingo de agosto, dia dos pais. A 13ª edição da cartilha Hora da Família traz oito temas para serem debatidos pelos grupos de famílias durante a Semana Nacional. Há, ainda, sugestões de celebrações para diversas ocasiões referentes à família como dia das mães, dos pais, dos avós, do catequista, do nascituro e da Sagrada Família.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Comportamento

Registros de casamentos caem e os de divórcios aumentam, mostra IBGE

02/11/2018

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística acaba de divulgar a estatística de registro civil. Os números trazem dad...

Palmadas estimulam agressividade em crianças, diz estudo

29/04/2016

A criança que apanha (leves palmadas no bumbum ou em outra extremidade) é mais propensa a desafiar seus pais, ter um compor...

Brasileiras iniciam vida sexual na adolescência

02/10/2015

etade (53%) das mulheres inicia a vida sexual entre 16 e os 18 anos no Brasil. A pesquisa, reali...

Qual é a melhor idade para conversar com os filhos sobre o álcool?

14/09/2015

ara evitar o consumo excessivo de bebida alcoólica entre pré-adolescentes e jovens...