(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Anápolis é destaque em publicação nacional de economia

Cidade Comentários 30 de dezembro de 2011

Matéria publicada da revista Isto-É Dinheiro destaca o crescimento da indústria farmacêutica no Brasil, destacando o pólo farmoquímico de Anápolis como o segundo maior do País


A cidade de Anápolis volta a ganhar destaque na chamada grande mídia nacional. A Isto É-Dinheiro, uma das principais revistas especializadas em economia do País, na edição que circulou a partir do dia 28 de dezembro, com o título de capa: “O País das oportunidades”, destacou uma página para a matéria “Um negócio nada genérico”, assinada pelo jornalista Carlos Eduardo Valim.
A matéria realça o crescimento do mercado farmacêutico no Brasil, chamando a atenção para dois fatores neste segmento: a quebra de patentes de importantes medicamentos de referência produzidos por grandes laboratórios multinacionais e, de forma correlata, até, o crescimento do mercado de genéricos no Brasil. Segundo a revista, este setor tem previsão de fechar 2011 com um faturamento na ordem de R$ 8,5 bilhões, conforme projeções feitas pela Pró-Genéricos, uma das entidades representativas da indústria. E, para o ano que vem, conforme a mesma fonte, a meta prevista é de se chegar a uma cifra em torno de R$ 11 bilhões.
A matéria destaca que o faturamento com os genéricos já representa cerca de 20% do mercado de medicamentos do País. “Nenhum Estado, no entanto, ilustra melhor essa expansão dos remédios genéricos do que Goiás, que atraiu diversas fábricas de medicamentos nos últimos anos. Grande parte delas está localizada em Anápolis, cidade com 335 mil habitantes, que se tornou o segundo maior pólo farmoquímico do Brasil”, aponta a publicação, destacando, ainda, que os incentivos fiscais não são os únicos atrativos para as indústrias, mas, também, a localização geográfica privilegiada - que oferece estrutura logística para distribuição da produção - e a existência de uma estação aduaneira de interior (Porto Seco) que facilitam a importação de insumos para as plantas fabris.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

LDO estima receitas e despesas em mais R$ 1,5 bilhão para Anápolis em 2020

17/04/2019

O Prefeito Roberto Naves encaminhou à Câmara Municipal, o Projeto de Lei Complementar (PLC nº 008/2019) dispondo sobre a L...

Procurador da Enel diz que empresa investirá cerca de R$ 6 bilhões

17/04/2019

Já quase na etapa final da sessão da CPI da Enel em Anápolis, o advogado da empresa, Lúcio Flávio de Paiva, teve a palav...

Ações do Governo de Goiás em Anápolis começam pelo DAIA

13/04/2019

O Governador Ronaldo Caiado (DEM) cumpriu agenda em Anápolis nesta quinta-feira 11/04. Foi a primeira vinda dele ao Municíp...

Fechamento da Delegacia da Receita Federal gera apreensão em Anápolis

13/04/2019

O possível fechamento da Delegacia da Receita Federal em Anápolis tem gerado preocupação em diversos setores da sociedade...