(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Anapolinos se revelam em provas nacionais e internacionais

Geral Comentários 29 de novembro de 2018

Atletas paralímpicos que participam dos projetos da Prefeitura, brilharam em importantes competições


Anápolis tem motivos de sobra para se orgulhar dos seus jovens. É que os atletas do projeto Zatopek e Esporte em Ação, da Prefeitura de Anápolis, tem se destacado em competições nacionais e internacionais. Matheus Pereira, 17 anos, e Gabriel Douglas (Fisiofort), 14 anos, – que neste sábado viajará para o Peru para disputar a edição internacional dos Jogos Escolares – participaram de grandes disputas na última semana e trouxeram para a cidade natal inúmeras medalhas.
Durante os Jogos Escolares da Juventude, que aconteceu em Natal (RN), Gabriel conquistou medalha de ouro e se tornou bicampeão brasileiro de atletismo escolar na prova de mil metros rasos, com o tempo de 2 minutos e 41 segundos. “Eu treinei muito o ano todo, senti muitas dores, mas valeu a pena. Consegui trazer a medalha para Anápolis”, diz o jovem que participa do projeto Zatopek há quatro anos. “O esporte está mudando a minha vida, tenho feito muitos amigos e conhecido outros países”, completou. O destaque nas grandes competições fez com que Gabriel fosse convocado pela Seleção Brasileira de Atletismo para representar o Brasil nos Jogos Escolares Sul-Americano, que acontece entre os dias 1º e nove de dezembro em Arequina, no Peru.
Já Matheus competiu pela quinta vez nos Jogos Paralímpicos Escolares, que neste ano aconteceu em São Paulo (SP). Na ocasião, ele conquistou as medalhas de ouro no salto em distância, prata nos 100 metros e bronze nos 400 metros. “Foi emocionante. Eram mais de dois mil atletas competindo, por isso eu sempre busco dar o meu melhor”, contou Matheus que é vinculado ao projeto Zatopek e Esporte em Ação.
Ele nasceu com uma deficiência e há cinco anos, quando começou a treinar, mal conseguia andar, mas atualmente é destaque em competições nacionais de atletismo. “Hoje vejo o esporte como o meu trabalho. O atletismo melhorou muito a minha vida”, revelou o jovem que a partir de agora treinará com o foco nos Jogos Paralímpicos de Verão, que acontece em Tóquio, no Japão, em 2020.
O professor do projeto Zatopek, Gislei Peimentel, conta que o treinamento é voltado para formar atletas de alto padrão. “Nosso alunos são considerados os melhores do Estado. Aqui o treinamento é focado para o alto rendimento deles. Pegamos as crianças que vamos moldando, até chegar naquela idade, como o Gabriel e o Matheus, que começam a ter um ótimo desenvolvimento em nível de rendimento”, explicou.

Medalhistas
paralímpicos
Além do Matheus, mais quatro atletas trouxeram medalhas dos Jogos Paralímpicos Escolares (SP), para Anápolis, sendo uma aluna de atletismo e três de natação, que participam das aulas para pessoas com deficiência física e intelectual do programa Esporte em Ação, oferecidas pela Secretaria Municipal de Esporte.
A professora do programa Esporte em Ação, Silvana Pacheco, contou que os jovens têm enorme satisfação em participar de grandes competições como essas, porque se sentem inseridos na comunidade. “Não é o caso de todos, mas sabemos que muitos se sentem alheios a questões esportivas. Alguns não se sentem à vontade, seguros, porque acham que não tem a bagagem necessária para desenvolver o trabalho. Mas, em minha opinião, essas bagagens só são adquiridas quando entramos no mercado e começamos a trabalhar nele. Como sempre, em tudo na vida, é uma via de mão dupla”, avaliou.

O que é e como funciona o projeto Zatopek
O projeto, que incentiva a prática esportiva e contribui para a descoberta de novos talentos, atende cerca de mil crianças e adolescentes das escolas municipais de Anápolis e ainda treina 75 adolescentes do Núcleo de Excelência em Atletismo Escolar (NEAE) nas categorias de salto a distância, salto triplo, corridas de velocidade, fundo e meio-fundo, arremesso de peso, lançamento de dardo e salto em altura.
As atividades do Zatopek contam com duas frentes. A primeira relacionada às competições interescolares envolvendo alunos das redes municipal, estadual e privada. Uma vez por mês as escolas se encontram para disputar provas de fundo, que variam de 1.609 metros a 6 km. Por intermédio desta competição os estudantes ranqueados podem participar do Núcleo de Excelência em Atletismo Escolar (NEAE). A segunda frente trata-se da equipe que cuida dos alunos/atletas que se destacam no circuito escolar e que, posteriormente, formam o Núcleo de Excelência.
Os treinos acontecem três vezes por semana na pista da UniEVANGÉLICA e em estradas vicinais do município. Esta última é feita para melhorar a respiração cardiorrespiratória e evitar que os atletas sofram lesões durante o treinamento.
Para tanto, a Prefeitura de Anápolis disponibiliza profissionais para que o treinamento seja completo. Técnicos, auxiliares, nutricionista, fisioterapeuta e fisiologista realizam atendimentos durante o treino e acompanham o desenvolvimento dos competidores. Ainda na programação os responsáveis pelo projeto realizam nas terças e quintas-feiras uma triagem nas escolas municipais com o intuito de descobrir novos talentos.



Os atletas que se destacaram na competição

Ranielle Alves Batista (atletismo):
Prata: arremesso de peso
Prata: arremesso de pelota

Alan Wallison (natação):
Ouro: 25 metros livres
Ouro: 25 metros peito

Gabriel de Oliveira Reis (natação):
Bronze: 100 metros peito
7º lugar: 100 metros livre

Gabriel Zafra Lima (natação):
Ouro: 25 metros costas
Ouro: 25 metros livre

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Geral

Palestra para adolescentes que cometeram delitos

07/12/2018

Ressignificação. A palavra que representa dar um novo sentido à vida foi a mais repetida no 1º Ciclo de Palestras Socioed...

CAPS Crescer vai emitir Carteira do Autista

07/12/2018

O CAPSi Crescer Anápolis soma às suas atividades regulares do dia 18 de dezembro, a emissão da Carteira de Identificação...

V Curso de primeiros socorros para os acadêmicos e alunos da UniATI

07/12/2018

“O tempo e a habilidade do socorrista é crucial no atendimento. Nossa missão é replicar conhecimento. Essa iniciativa é...

Trajetórias de vidas depois de passados 80 anos

07/12/2018

“Acima dos 80, rumo à velocidade da luz”. Este é o título do livro produzido pelo empresário anapolino Célio de Oliv...