(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Ampliação do perímetro urbano deve ultrapassar 30%

Cidade Comentários 08 de abril de 2016

Proposta, desmembrada do texto do Plano Diretor, foi analisada em reunião técnica do Núcleo Gestor e da Comissão de Urbanismo da Câmara Municipal


A equipe do Núcleo de Gestão do Plano Diretor Participativo do município de Anápolis participou de reunião com vereadores membros da Comissão de Urbanismo, Transporte, Obras, Serviços e Meio Ambiente da Câmara Municipal, com o objetivo de sequenciar o debate e explicações sobre os projetos do Plano Diretor e de Expansão do Perímetro Urbano do município, dois projetos polêmicos que se encontram em tramoitação na Casa, encaminhados pelo Poder Executivo. Os técnicos deram explicações e ouviram questionamentos dos vereadores que integram a comissão, especialmente, sobre a proposta de nova expansão do perímetro urbano de Anápolis em 30,41%.
A reunião, comandada pelo presidente da Comissão, vereador Jean Carlos Ribeiro (PTB), contou com a presença dos vereadores Wederson Lopes (PSC), Amilton Filho (SD), Jakson Charles (PSB), Miguel Marrula (DEM) e Mauro Severiano (PSDB). Também participaram os diretores do Plano Diretor, Rafaela Bueno Silva e Fausto Diego Silva Mendes; e membros do Núcleo, engenheira ambiental Juliana Rosa e pedagoga/social Sônia Maria Barreto.
A equipe do Plano Diretor informou sobre diagnóstico elaborado, que projeta crescimento considerável do contingente habitacional do eixo Goiânia-Anápolis-Brasília para os próximos trinta anos. Os dados revelam que a vocação de crescimento do município de Anápolis está voltada para a região leste, mais precisamente para as áreas que estão na saída para Brasília. Este corredor oferece menos problemas ambientais e é contemplado pela Rodovia BR 060. Dos 30,41% previstos para a nova expansão urbana, cerca de 19% são destinados exclusivamente a projetos voltados ao desenvolvimento econômico.
A diretora do Núcleo de Gestão do Plano Diretor Participativo, Rafaela Bueno Silva, disse que a finalidade da participação de sua equipe na reunião da Comissão de Urbanismo, Transporte, Obras, Serviços e Meio Ambiente da Câmara Municipal, foi explicar o por quê da ampliação do perímetro, quais áreas foram inseridas no perímetro, o zoneamento que será proposto dentro desta novas áreas e a demanda de crescimento planejado para a cidade. “É um crescimento planejado, para os próximos dez anos. A intenção é fazer uma só regra e não ter mais adaptações, como aconteceu com o Plano diretor que está em vigência e foi alterado várias vezes. Também analisamos como é projetado o crescimento da cidade em relação ao eixo Brasília-Anápolis-Goiânia”, disse.
O fato novo, informou a diretora do Plano Diretor, é que, na nova área de expansão, os novos loteamentos e empreendimentos têm que estar próximos a empreendimentos já consolidados. Segundo ela, isso mostra a preocupação do Município em fazer um planejamento de médio prazo nos dez anos, mas com regras que são inéditas no município. Em relação aos 19% dedicados a projetos de desenvolvimento econômico, Rafaela Souza percebe preocupação do Município em promover novas áreas para instalar distritos industriais, cidades empresariais e polos tecnológicos. “O restante é destinado à cidade de forma mista: residenciais, comerciais, prestação de serviços, zona urbana mista”, conclui.
O presidente da Comissão de Urbanismo, Transporte, Obras, Serviços e Meio Ambiente da Câmara, Jean Carlos Ribeiro, disse que as informações repassadas foram importantes para clarear o entendimento dos vereadores sobre temas como cláusulas de barreira, densidade esperada pela proposta apresentada, zona de desenvolvimento econômico, autorização ou não de edificações em áreas descontínuas ou contínuas e da linha do perímetro urbano que, segundo ele, não sofrerá alterações em torno da área limite com a APA do João Leite. “O debate clareou mais nosso entendimento, mas teremos que nos reunir mais. Este tema demanda cautela, para ter convicção do que estamos aprovando”, ressaltou.
O vereador Jakson Charles afirmou que o projeto de expansão não pode atender a interesse individual de pessoas mas, sim, o interesse coletivo da sociedade e se preocupar com manutenção e desenvolvimento. Um ponto que lhe chamou atenção é a exigência da nova lei para que a ampliação ou implantação de novas indústrias sejam feitas em áreas contiguas, ou seja, próximas a outras já existentes. “Em algumas é possível. Por exemplo na região do Daia, que é referência. Já na área próxima à rodovia, que não tem nenhuma indústria, provoca discussão sobre a partir de onde vai começar primeira construção, onde será e não será contigua?”, questionou.
Para o vereador Wederson Lopes o debate com a equipe do Plano Diretor foi salutar para tirar dúvidas. Seu principal questionamento foi no sentido de entender quais critérios foram utilizados para delimitar o novo perímetro urbano. “As explicações foram plausíveis. Buscamos informações ainda em relação às limitações sobre APA do João Leite, porcentagem ampliada, zoneamento, critérios para implantações de indústrias e condôminos residenciais. E, pelo que percebemos, provavelmente teremos audiências públicas para tratar do assunto”, revelou. O vereador Amilton Filho defendeu o amplo debate com a sociedade na apreciação dos projetos, na busca de equilíbrio na elaboração da lei, no sentido que o Município tenha condições de se desenvolver de forma ordenada, sustentável.
O vereador Mauro Severiano chamou atenção para a necessidade de se respeitar a legislação ambiental e a orientações do Ministério Público na ampliação do perímetro urbano. “Anápolis tem muitas nascentes, é preciso respeitar o que representa a lei. Precisamos de reuniões públicas, conversar com segmentos sociais”, concluiu. Os projetos, que já passaram pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação, logo após devem chegar para análise da Comissão de Agricultura, Indústria, Comércio, Desenvolvimento Econômico e Turismo.

Amplicações do perímetro urbano de Anápolis
1992 – 2,14%
2006 – 52,25%
2016 – 30,41%
(Fonte: Núcleo Plano Diretor)

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Anápolis tem novos comendadores

20/07/2017

A Comenda “Gomes de Sousa Ramos”, maior honraria instituída pelo Município, foi entregue a personalidade de diversos se...

Monumentos históricos de Anápolis completam 60 anos

13/07/2017

Ignorados por grande parte da população e, até, pelas autoridades governamentais, dois monumentos que ficam no centro de A...

Câmara Municipal de Anápolis vai ter seu hino oficial em breve

15/06/2017

O vereador Teles Júnior (PMN) informou, durante o uso da tribuna, na sessão ordinária da última segunda-feira,12, que pro...

Presidente da UVG defende 13º e férias para os vereadores

09/06/2017

Em visita à Câmara Municipal de Anápolis, na manhã da última quarta-feira,07, o Presidente da União dos Vereadores de G...