(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Amor Exigente busca ampliar ações em Anápolis

Geral Comentários 16 de setembro de 2016

Há oito anos, Anápolis sedia o programa Amor Exigente, cujo objetivo é apoiar pessoas e famílias envolvidas com a dependência de álcool e outras drogas


Há oito anos, Anápolis sedia o programa Amor Exigente, cujo objetivo é apoiar pessoas e famílias envolvidas com a dependência de álcool e outras drogas. A iniciativa começou a ser desenvolvida nos Estados Unidos e chegou ao Brasil em 1984, através do padre missionário norteamericano Haroldo Rham. Atualmente existem 575 grupos atuando em território brasileiro e no exterior, com o trabalho de cerca de 10 mil voluntários.
Segundo Jorceni de Paula, coordenadora do Grupo Resgate do Amor, uma das células do programa, Anápolis tem, hoje, status de regional dentro da estrutura organizacional do movimento, que é regido pela Federação de Amor Exigente (FEAE), atendendo em diversas cidades como Ceres; Pirenópolis; Carmo do Rio Verde e Rubiataba. E, ainda, deve iniciar em Nova Glória e Goianésia.
O grupo Resgate realiza suas atividades todas as terças feiras, no Salão da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no Jardim Alexandrina. Conforme observa Jorceni, a abertura se dá, sempre, com a leitura do livro: “O que é o amor exigente”, da escritora Mara Silva Carvalho de Menezes, uma das colaboradoras do padre Haroldo Rham, atual presidente de honra da FEAE. Após, há um momento de espiritualidade, de imersão nos princípios familiares e há também um momento peculiar que é chamado de “partilha”, onde as pessoas trocam suas experiências vividas. A coordenadora destaca que, dentro do grupo, são trabalhadas outras dependências, que não seja de álcool e drogas, mas também, daquelas pessoas que têm compulsão por celular, por compra, por uso de celular, vício em tabaco e uma série de outras compulsões. “Nós buscamos, de todas as formas, ajudar às pessoas que passam por estas situações”, destaca Jorceni.
Embora tenha uma vertente no catolicismo, a coordenadora do Grupo Resgate ressalta que são acolhidas nos grupos de Amor Exigente, pessoas de todas as religiões, uma vez que não há foco de doutrinamento e, sim, de acolhimento a quem necessita de apoio. Outra célula do programa é o Grupo Alerta, cujas reuniões ocorrem às segundas feiras, na Escola Paroquial São José Operário, na Vila Santa Isabel. Este grupo é coordenador pela voluntária Wilma Castelo Branco. A Regional de Anápolis é coordenada pela voluntária Adélia Madora Tamaki Vieira.
Em outubro do ano passado, o presidente da Frente Parlamentar de Políticas Sobre Drogas, vereador Wederson Lopes e os, também, vereadores Geli Sanches e Vespa, integrantes da frente, foram até Itumbiara conhecer o trabalho do grupo Amor Exigente que atua na região. E, desde então, vem sendo desenvolvido um trabalho para que os princípios do Amor Exigente sejam inseridos na rede escolar para crianças e adolescentes dos ensinos Básico e Fundamental. Por enquanto, a secretaria municipal de Educação ainda não deu nenhuma sinalização a este respeito. De qualquer forma, os grupos anapolinos estão otimistas e, embora o trabalho já seja conceituado e consolidado, há a necessidade de que as pessoas tenham um conhecimento maior. “Muitas pessoas necessitam de nossa ajuda, mas não sabem, por algum motivo, aonde recorrer”, ponderou Jorceni.

Um exemplo que vem de dentro
Marcelo Alves Moreira é um dos voluntários do programa Amor Exigente em Anápolis. E, como poucos, ele sabe como é importante ter mãos amigas que possam acolher uma pessoa, quando ela se encontra num momento de turbulência na vida.
Marcelo lembra que, quando começou a beber, chegava a dar mais importância ao álcool do que à sua própria família. Foi sua esposa, Rosa Maria Nascimento Moreira, hoje também voluntária do programa, que soube por meio de uma amiga sobre o trabalho do grupo. Ela tentou convencer o marido a participar, mas de início ele refutou a ideia. Frequentou as reuniões por cerca de quatro meses, mas logo abandonou.
Certo dia, Marcelo chegou a ser preso e, ao ganhar a liberdade, decidiu que teria de mudar de vida. “A primeira coisa que fiz foi voltar para a igreja”, recorda, acrescentando que, em seguida, passou novamente a frequentar o grupo Amor Exigente e não mais saiu. O motivo de ter ficado – ressaltou - é que ao voltar, “não fui julgado e recebi todo o apoio que precisava”.
Hoje, Marcelo respira aliviado, feliz e longe da dependência. Diz que tem duas famílias: a esposa Rosa Maria e os filhos Maria Eduarda e Miguel e o grupo Amor Exigente. Sua experiência, com certeza, é um alento e uma luz no fim do túnel, para quem só enxergava escuridão. E, num mundo cada vez mais cercado pela violência e pelos vícios, ter mãos acolhedoras e solidárias não é só uma luz no fim do túnel, mas todo um horizonte que se abre para uma vida plena em saúde, física e espiritual.

Onde encontrar o Amor Exigente

GRUPO RESGATE
Reuniões: terça-feira
Horário: 19h30 às 21h30
Local: Salão da Igreja Nossa Senhora Aparecida
Jardim Alexandrina
Contatos: (62) 9 9285-5068 (Ivani) e 9 9991-4403 (Jorceni)
E-mail: dplaulauniformes@hotmail.com

GRUPO ALERTA
Reuniões: segunda-feira
Horário: 19h30 às 21h30
Local: Escola Paroquial São José Operário
Santa Izabel
Contatos: (62) 3318-1690/ 9 9156-3618 (Adélia)
9 9165-2713 (Diná)

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Adoção de selo eletrônico é adiada

22/06/2017

A Secretaria da Fazenda informa que a obrigatoriedade de uso do Selo Fiscal Eletrônico para as embalagens descartáveis de ...

Jovem anapolino abre portas para o difícil universo das fragrâncias

15/06/2017

O jovem anapolino Helder Machado Owner é um exemplo de que o empreendedorismo não tem barreiras. A primeira coisa para aven...

Subseção da OAB entrega Moção a juíza de Anápolis

09/06/2017

A juíza titular da 2ª Vara de Família e Sucessões da comarca de Anápolis, Aline Vieira Tomás, recebeu, na segunda-feira...

Controle da folha de pagamento é um desafio para a Prefeitura

02/06/2017

Dentro do que preconiza a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o Prefeito Roberto Naves e a equipe econômica apresentaram, ...