(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Alíquota única de 4% para importados volta a debate

Economia Comentários 05 de outubro de 2012

Ainda há muitas dúvidas em relação à proposta que unifica as alíquotas com o argumento de acabar com a guerra dos portos


O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) se reunirá mais uma vez, nos próximos dias 17 e 18, para discutir unificação da alíquota interestadual do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para importados, que será aplicada a partir de 1º de janeiro de 2013. A Comissão Técnica do Confaz (Cotepe) tem reunido seus integrantes para regulamentar e harmonizar as diretrizes estaduais aplicabilidade da Resolução nº 13 do Senado Federal.
A representante da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), Lourdes Augusta de Almeida Nobre e Silva, lembra que o consenso quanto à regulamentação da resolução deve ser encontrado no âmbito do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) e que neste próximo encontro, serão discutidos os detalhes técnicos do conteúdo de importação.
A alíquota única de 4% foi estabelecida pela Resolução nº 13, do Senado Federal, com o objetivo de acabar com a guerra fiscal dos portos. Entre os pontos que mais suscitam dúvidas está a exata incidência da alíquota única de 4%. Não há consenso se a alíquota unificada deve ser aplicada somente na primeira venda interestadual ou se deve incidir também nas operações subsequentes.
Outro problema são os detalhes do cálculo do conteúdo de importação, como as informações que devem ser levadas em consideração para saber se o produto está ou não sujeito à alíquota única. De acordo com a resolução, a alíquota de 4% deve ser aplicada às vendas interestaduais de produtos cujo conteúdo de importação supere os 40% do valor da operação interestadual.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Economia

Ministério Público quer implantar nova tecnologia para monitorar os preços dos combustíveis

21/09/2017

O projeto MP de Olho na Bomba, desenvolvido pelo Ministério Público de Goiás em parceria com o governo estadual com o obje...

Preços dos combustíveis variam até mais de 36% nos postos

21/09/2017

O Procon de Anápolis realizou, entre os dias 12 e 14 de setembro, pesquisa para aferir a variação de preços dos combustí...

Balança comercial registra o 44º superávit consecutivo

21/09/2017

O secretário de Desenvolvimento (SED), Francisco Pontes comemorou na última quarta-feira, 13, o resultado da balança comer...

Anápolis é a cidade do Estado com mais vagas de emprego

21/09/2017

O Sistema Nacional de Emprego é uma instituição criada pelo Governo Federal, com objetivo de promover a interação entre ...