(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Alimentação deve ter cuidados redobrados

Saúde Comentários 20 de dezembro de 2013

Prefira comidas mais leves tais como saladas, legumes e frutas frescas durante as festas de fim de ano para não comprometer a saúde


Com as comemorações de final de ano se aproximando, muitas festas começam a acontecer. Empresas realizam confraternizações com seus funcionários, grupos de amigos se reúnem para momentos de diversão, com brincadeiras como o tradicional “amigo-secreto” e famílias organizam deliciosos banquetes para a ceia de Natal e Ano Novo. Com tantos eventos, que sempre contam com os mais variados pratos, todos querem se deliciar, e fica bem difícil manter o controle diante de tantas guloseimas. Mas depois que a festa acaba, muitos se arrependem, quando se deparam com os quilinhos a mais.
Especialista em nutrição esportiva esse é um período no qual é necessário cuidar ainda mais da alimentação. “As confraternizações de final de ano oferecem muitas opções de comida, e nesse momento é necessário redobrar a atenção, e não comer coisas que não são saudáveis, pois algumas escolhas podem refletir posteriormente no corpo e na saúde das pessoas. O ideal é escolher bem o que comer, como saladas, não misturar carboidratos com arroz e macarrão, e optar sempre por comidas sem molhos ou recheios gordurosos, e mesmo assim, tendo o cuidado de não exacerbar”, disse o nutricionista Célio Chaves.
Para evitar as frustrações após as festas, há quem se previna durante as comemorações, e tentando manter a dieta, acabam não aproveitando tudo que as festas oferecem, resistindo aos deliciosos banquetes, ou muitas vezes, deixando de participar, para não cair em tentação.
Para o nutricionista e educador físico, Célio Chaves, deixar de participar das comemorações não é a melhor opção para não cair em tentação. “É muito importante participar dessas confraternizações, estar com os amigos e familiares, e também degustar os deliciosos pratos, e as pessoas, mesmo em dieta, não devem fugir desses momentos, basta saber o que comer, controlando a alimentação, selecionando os pratos que são menos calóricos. As festas geralmente têm pratos variados, e não se deve provar de tudo, basta escolher alguns, e em pouca quantidade, dessa forma, ficam ais fácil manter a dieta, e não ter o peso na consciência, no dia seguinte, por ter exagerado”, afirmou o especialista Célio Chaves.
Como as festas têm muita comida, é comum, os pratos serem reaproveitados no dia seguinte, principalmente após as ceias de Natal e Ano Novo. Segundo o nutricionista Célio Chaves, é preciso tomar cuidado para não passar dias “As ceias geralmente acontecem a noite, e isso já é motivo para redobrar a atenção, pois o metabolismo trabalha mais lentamente. Então as pessoas além de administrarem bem o que irão comer durante a noite, devem estar atentas para não cometerem exageros, com os alimentos que ficam para o dia seguinte. E mesmo quem não é adepto de dietas ou alimentação saudável, deve manter o controle com o que comer nessas festas, por uma questão de saúde, pois independente de ser em momentos de festa ou não, os cuidados com o corpo devem ser sempre considerados”, afirmou o especialista.

Confira algumas dicas de como fazer uma ceia saudável, menos calórica e deliciosa!
Ninguém precisa deixar de comemorar com prazer essa data tão especial. Dá para preparar uma ceia leve, saudável, equilibrada e… deliciosa! Para isso, basta recorrer a algumas alternativas de baixo teor calórico, com menos gorduras e açúcares. Além disso, vale incluir em suas receitas muitas hortaliças, frutas e cereais integrais.
Isso mesmo. A grande variedade de hortaliças e frutas cultivada em nosso país permite que os pratos típicos das festas fiquem com uma apresentação de encher os olhos, e ainda trazem mais saúde à mesa. São alternativas de baixo valor calórico e que contêm substâncias que nos protegem das doenças crônico-degenerativas, tais como diabetes, hipertensão, obesidade e doenças cardiovasculares.
- Inicie a ceia por saladas cruas que possuem um alto teor de fibras. A vantagem é que as fibras atuam como uma “esponja” na absorção de gorduras, evitando seus efeitos nocivos sobre o organismo.
- Os cereais integrais devem ser incluídos nos pratos principais, bem como em saladas. Uma boa sugestão para a ceia é o arroz preto com vegetais picados – um prato exótico, saboroso e nutritivo. Se preferir, utilize o arroz integral cateto ou agulhinha.
- A farofa tradicional pode ser substituída por farofa de soja.
- Evite alimentos com alto teor de gorduras saturadas, como frituras, salgadinhos, embutidos, maionese, queijos gordos (gorgonzola, provolone, cheddar), carnes gordurosas (presunto, pernil, bacon, salame, pele de aves, carne vermelha com gordura), massas com cremes ou molhos cremosos, creme de leite, chantili. Essas gorduras exercem um papel comprovado no surgimento de doenças cardiovasculares, diabetes e obesidade.
- Para beber, opte pelo suco de uva orgânico, vinho tinto orgânico ou o vinho sem álcool. Substitua o refrigerante por sucos de frutas naturais, chás gelados, água.
- As frutas (frescas ou secas) são excelentes opções de sobremesa e também podem ser ingredientes de saladas mistas e coloridas. Evite os excessos de rabanadas, tortas, doces refinados e com coberturas e recheios gordurosos.
- As oleaginosas (castanhas, nozes, pistache, avelãs, amêndoas etc.) também são excelentes opções, desde que consumidas com moderação. Além de saborosas, são altamente nutritivas e favorecem a diminuição do LDL colesterol e o aumento do HDL colesterol.
- As preparações cozidas, assadas e grelhadas devem ser privilegiadas.
- Dê preferência às pastas e maioneses à base de soja e molhos feitos com iogurte desnatado. Use e abuse de temperos e ervas fina, substituindo o sal e os condimentos prontos que possuem muito sódio e gorduras saturadas e trans.
- O panetone pode ser consumido por todos, já que, atualmente, existem as opções light (ideais para quem busca o emagrecimento), sem adição de açúcar (para diabéticos) e sem glúten (para celíacos). Portanto, sabendo escolher, ninguém precisa passar longe dessa delícia.
- Além dos panetones, existem outras opções saudáveis e específicas para pessoas com necessidades especiais como bolachas de natal sem glúten, brownie sem glúten e lactose, chocolates sem adição de açúcar em formatos especiais para o natal, pêssego em calda diet, leite condensado diet, leite condensado de soja, pão-de-mel sem glúten, doce de soja (similar ao doce de leite convencional).

Autor(a): Bem Estar

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Mudanças no programa Farmácia Popular preocupam vereadores

22/06/2017

O Vereador Antônio Gomide (PT) falou na tribuna, na última segunda-feira, 19, sobre o possível fechamento da Farmácia Pop...

Município anuncia importantes reformulações na área da saúde

15/06/2017

Uma das áreas mais sensíveis da Administração, a pasta da Saúde, tem desafios que extrapolam os limites do Município. P...

Anvisa ouve reivindicações dos laboratórios goianos

15/06/2017

Anápolis recebeu, no último dia 09, a presença do médico sanitarista e epidemiologista, Jarbas Barbosa da Silva Júnior, ...

Projeto atende a quase 800 pacientes que estavam na fila

26/05/2017

Há dois anos, a auxiliar de limpeza, Lídia dos Reis, 38, sentia fortes dores de vesícula. As pedras acumuladas no órgão ...