(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

“Alegria na dor” faz bem para todos

Social Comentários 22 de fevereiro de 2018

Grupo trabalha, há mais de um ano, levando felicidade e um ombro amigo a pessoas enfermas e em situação de vulnerabilidade


Fazer feliz a quem passa por um momento de dor. Esta não é uma tarefa fácil. Mas, esta é a rotina do grupo Alegria Anápolis, que está presente no Município há um ano e três meses e, hoje, conta com 117 voluntários, em sua maioria jovens. Eles ocupam parte do tempo para levarem um pouco de alegria a pessoas internadas em recuperação de saúde ou, abrigadas em asilos, casas de recuperação, orfanatos e outras instituições.
Paloma Regina Guedes dos Santos, coordenadora do Alegria Anápolis, relata que o objetivo do grupo é levar alegria às pessoas que, por algum momento, estão tristes, passando por algum tipo de sofrimento. Para isso, os voluntários pintam os rostos, vestem fantasias e, sobretudo, enchem o coração de amor para ajudarem ao próximo. “Muitas das vezes, as pessoas querem um abraço; outras, querem ser ouvidas e todas querem carinho e respeito”, ressaltou.
Paloma, juntamente com os, também, voluntários do Alegria Anápolis, Thaís Regina Pereira Alves e Wdes Moreira da Silva destacam que, além do trabalho nas instituições e unidades de saúde, o grupo faz constantes campanhas para arrecadar alimentos, roupas, brinquedos e tudo aquilo que possa ajudar a alguma família ou pessoa que precise de ajuda desse tipo. A alegria, portanto, é acompanhada pela solidariedade. Porém, o grupo não conta com nenhum recurso público. Os próprios membros se cotizam para comprarem as fantasias, maquiagens e objetos que são levados às visitas. Segundo eles, um patrocínio seria um grande estímulo. Mas, enquanto ele não vem, a rotina segue.
Agora, o Grupo Alegria Anápolis prepara mais uma formação de turma, com o objetivo de atrair mais voluntários. Paloma Regina pontua que se trata de uma espécie de seleção, onde a pessoa é levada a preencher um formulário com uma série de questões, para traçar o seu perfil. Para ela, é um trabalho sério e, por isso mesmo, é preciso encontrar pessoas que tenham compromisso em fazer o bem sem querer nada em troca. Nada vírgula. A recompensa deste voluntariado - diz Paloma - é algo que não se pode mensurar, diante da troca de afeto e amor com as pessoas assistidas. É, portanto, uma via de mão dupla e que, certamente, faz dos jovens do Alegria Anápolis cidadãos diferenciados.
O grupo não tem nenhum viés religioso. São aceitas pessoas de todas as crenças. O período de inscrições nesta nova formação vai até o dia 1º de março próximo e o curso em si está programado para o dia 10 daquele mesmo mês. A taxa de inscrição é de 30 reais.
O Grupo Alegria nasceu em Goiânia há cerca de cinco anos. Depois, começou a criar ramificações: Anápolis; Quirinópolis; Itumbiara, Catalão e Uberlândia (MG). Há, ainda, previsão de dois novos grupos em Pirenópolis e Luziânia.
Em Anápolis e região, os jovens voluntários desenvolveram parcerias diversas: com a APAE, Casa Joana, Centro Espírita do Setor Industrial Munir Calixto, Juizado da Infância de Ouro Verde, dentre outras. As portas do Alegria estão, sempre, abertas. Afinal, a felicidade cabe em todo lugar e no lema do grupo: “Vamos dominar o mundo!”.
Para saber mais sobre este trabalho, basta acessar as redes sociais como Facebook e Instagram e procurar por: Grupo Alegria Anápolis. Ou, também, por telefone: (62) 99235-9721 (Paloma); (62) 99448-5365 (Thaís) e (62) 99273-3571.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Social

Montadora doa caminhões para projeto social

10/05/2018

Na terça-feira, 08, a Prefeitura de Anápolis recebeu dois caminhões que foram doados pela Caoa Montadora Hyundai e Chery. ...

“Alegria na dor” faz bem para todos

22/02/2018

Fazer feliz a quem passa por um momento de dor. Esta não é uma tarefa fácil. Mas, esta é a rotina do grupo Alegria Anápo...

APAE de Anápolis recebe prêmios como destaque no Centro-Oeste

10/08/2017

A APAE de Anápolis recebeu uma premiação que a categoriza como a melhor ONG (Organização Não-Governamental) da Região ...

Anápolis e cidade paulista promovem intercâmbio

03/08/2017

A Prefeitura de Anápolis, por meio da Diretoria de Ações Governamentais da Secretaria de Governo e Recursos Humanos, firmo...