(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Alan George - “Fui preterido no melhor momento da minha carreira”

Esportes Comentários 09 de agosto de 2018

Decepcionado pelo fim do projeto no Anápolis Futebol Clube, o treinador abriu o jogo após dez meses e não descartou retornar ao comando de uma equipe de futebol profissional


Alan George completou, na última quarta feira, 46 anos de idade, 26 deles dedicados ao futebol. Foram dez anos como jogador e 16 como treinador, em sua maioria, nas categorias de base. Mas, em novembro de 2017 teve seu principal objetivo como profissional desfeito. Alan estava prestes a ser o técnico do Anápolis Futebol Clube no Campeonato Goiano. Só que, a diretoria preferiu outro projeto e o time acabou sendo rebaixado. Nesta entrevista exclusiva à reportagem Contexto, Alan abre o jogo, se diz magoado por ter sido preterido no melhor momento da carreira. Lembra-se dos jogadores que revelou e não descartou a possibilidade de retornar como treinador.

Contexto: Em novembro você anunciou que estava abandonando o futebol. O que lhe fez tomar esta decisão?
Alan George: Muita decepção com a diretoria do Anápolis, que preferiu o projeto do Francisco Elísio, que trouxe Karmino Kolombini para ser o treinador, no melhor momento da minha carreira. Eu estava pronto para ser o técnico no Goianão, ao lado do Ângelo Luiz e do Wandomar Dionísio. Vários jogadores contatados, mas, infelizmente, não houve sequência. Fiquei, por quatro meses, depressivo. Mas, graças a Deus e à minha família, consegui superar toda a frustração.

Contexto: Mas é definitivo, ou, existe a possibilidade de um retorno?
Alan George: Diariamente recebo convites de dirigentes e atletas para voltar a trabalhar como técnico. Agora, de cabeça fria, vamos analisar melhor a situação. Mas, não descarto a possibilidade, para 2019, principalmente por ter feito bons trabalhos em São Paulo; no Amazonas, Distrito Federal e aqui em Goiás.
Contexto: Você viu com naturalidade o fim das categorias de base do Anápolis?
Alan George: Foi outra decepção. Tínhamos uma boa equipe no Sub-20. O Sub-17 estava bem dirigido pelo Juarez e, também, acabaram com a escolinha que, na minha coordenação, chegou a ter mais de 300 alunos em 2015. Hoje, esse número está bastante reduzido. Mas, espero que a próxima diretoria possa rever esta questão e voltar com as atividades das categorias de base.
Contexto: Quem você revelou?
Alan George: Foram vários atletas. Daniel; Danilo; Vitinho; Gabriel, Emanuel Júnior e Chico, dentre outros que, também, foram colocados na vitrine com o título da Copa Goiás em 2017.
Contexto: O que você faz atualmente?
Alan George: Estou dando aulas para atletas jovens na Escolinha Arena; trabalhos físicos e técnicos no Centro Esportivo União, condicionamento físico na areia na academia do Jean Cláudio e aulas de ginástica no Parque Ipiranga.
Contexto: Quem mais te incentivou nestes 26 anos de carreira?
Alan George: Sem dúvida, meu tio Miguel Squeff. Meu ídolo, uma pessoa fora de série que nos deixou precocemente. Sempre que me lembro dele vou às lágrimas. Um cara que me apoiou em todos os momentos da minha carreira de jogador e de treinador e que vai ficar, para sempre, na minha memória e no meu coração.

Autor(a): Humberto Castro

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Esportes

Xata estreia sábado na Copa Goiás

16/08/2018

Vai começar a Copa Goiás Sub-20, competição que irá reunir os principais times do Estado, nas categorias de base. E, a C...

Pitta pode ter maioria dos votos em Anápolis

16/08/2018

As equipes de futebol de Anápolis sempre se mostraram insatisfeitas quanto ao trabalho feito na Federação Goiana de Futebo...

Equipes treinam forte para a corrida de rua

16/08/2018

As inscrições para a quarta etapa do Circuito Anapolino de Corrida de Rua se encerram no domingo, mas esta não é uma preo...

Alan George - “Fui preterido no melhor momento da minha carreira”

09/08/2018

Alan George completou, na última quarta feira, 46 anos de idade, 26 deles dedicados ao futebol. Foram dez anos como jogador ...