(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Alagamentos voltam a causar muitos transtornos para população anapolina

Cidade Comentários 14 de maro de 2015

Quantidade extra de água causou “estranhamento” em secretário municipal, que esteve no local e constatou que o que houve, na verdade, foi o entupimento de um bueiro. Leonardo Viana falou ainda sobre obras que estão sendo feitas na cidade para melhorar o sistema de captação de água das chuvas.


Quem passou pela rua S-094, no Anápolis City, ao longo da qual passa parte da canalização do Córrego Água Fria, nas proximidades da área onde será construído um Parque Ambiental pelo Supermercado Bretas, se assustou com o alagamento do trecho nesta segunda-feira, 9. Eddy Caixeta Aranha é contador e advogado e possui um escritório de contabilidade em frente ao parque. Ele informa que esta situação é repetitiva e que evita passar no local com seu carro, pois “fica até com medo de passar no córrego e de ser levado, arrastado”.
Ele relembra certa vez em que precisava passar por aquele trecho: “Cheguei e voltei de ré. Tive que voltar porque não tive coragem de colocar o meu carro para passar ali, com medo de a água inundar”. Ele informa que, quando ocorrem chuvas mais fortes, a água corre “levando asfalto e tudo” e os motoristas têm que dar “a volta por cima” do local. A insegurança, explica, é compartilhada pelos vizinhos.
Para ele, a culpa é da Prefeitura. “Por quê a Prefeitura? Ela autorizou um loteamento, deu uns alvarás no loteamento autorizou a construção de uma rua colada em um córrego. Então, em primeiro lugar, a culpa é da Prefeitura, de planejamento. Se tem um córrego, se é uma área de proteção, se tem que preservar e ter uma área de escoamento, já no loteamento a Prefeitura não deveria, em hipótese alguma, ter construído a rua. Tinha que ter árvore no lugar da rua”, pondera.
O secretário de Obras, Serviços Urbanos e Habitação, Leonardo Viana, esteve no local verificando o motivo de a água ter subido tanto na localidade. E a explicação foi mais simples do que o imaginado: um bueiro de particular impedia que a água da chuva, proveniente de regiões próximas ao Bairro JK, fosse escoada pelo restante do canal que passa pela rua. Ele informou que será feita, até no máximo esta segunda-feira, 16, a limpeza e a consequente desobstrução do bueiro. Em breve, será construído no lugar um novo bueiro, com entrada dupla de água, para aumentar a capacidade de escoamento.
Obras
O secretário informou que algumas obras estão sendo feitas na cidade para que haja um maior escoamento de água em regiões do município. Na Avenida Pereira do Lago, também no Anápolis City, está sendo feita uma ação de “redimensionamento” de bueiro para receber águas provenientes dos bairros próximos ao JK, onde também estão sendo construídas novas bocas-de-lobo. A Avenida JK e a Avenida B deste setor são exemplos de trechos onde estas obras estão sendo feitas.
O objetivo destas obras é direcionar as águas da chuva para o Córrego Água Fria, ao invés do escoamento para o Córrego Ipiranga, que passa pelo parque de mesmo nome. Com este direcionamento que será feito, a ampliação de bueiros da Avenida Pereiro do Lago será necessário.
Um vídeo circulou nas mídias sociais mostrando o momento da enxurrada na rua S-094. Como as obras nas avenidas próximas ao Bairro JK e da Pereira do Lago não estão prontas, não há escoamento para o local que justifique a inundação que ocorreu. Viana enfatiza que a explicação para o fato é mesmo o entupimento do bueiro, o que pode ser resolvido por “manutenção da Prefeitura”. “Está água (do Bairro JK) ainda não está sendo encaminhada para cá. Por isso que nos causou esse estranhamento do vídeo, porque a água ainda não aumentou neste ponto, mas vai aumentar. Por isso, nós vamos redimensionar o bueiro da Pereira do Lago”, esclareceu.

Outros locais
Clesio Alves Santana é dono de um comércio onde são vendidos frios e congelados próximo à Avenida Mato Grosso. Ele informa que, na região, quando há fortes chuvas, a inundação toma conta de ruas e calçadas, causando transtornos para pedestres, motoristas e comerciantes. “O que acontece aqui é que todo aquele cascalho, aquela sujeira que veio fica na minha porta e parte dessa sujeira sobe também para a calçada. A água chega a tampar minha calçada”, reclama.
“Minha loja não para limpa”, continua. Quando passam as chuvas, explica, “fica a sujeira da poeira”. “O pedestre que vai passar aqui; não tem condições de ele trafegar aqui, porque a enxurrada realmente é uma enxurrada significativa. Carros também até estragam, apagam”, acrescenta. O secretário de Obras, Leonardo Viana, informa que a canalização de águas da chuva que vêm das proximidades do Bairro JK é uma “obra que vai trazer uma parte da solução” para a Avenida Mato Grosso.
Os alagamentos da Avenida Universitária são um gargalo que ainda atormentam a população nos bairros que a circundam. O histórico das inundações no local inclui mortes por afogamento, carros estragados, pedestres ilhados. O secretário Leonardo Viana cita que “somente finalizou a parte do lançamento e parte das captações na avenida universitária”, mas que ainda é necessário executar a construção de aproximadamente 500 metros de galerias pluviais no bairro Santa Isabel, o que diminuirá a quantidade de água que desemboca na Universitária.
Ele destaca que o problema das enchentes foi amenizado, mas que “o volume de água que chega ainda é muito”. Mais de 50 bocas-de-lobo já foram construídas ao longo de toda a avenida.

Autor(a): Felipe Homsi

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Evangélicos de várias denominações vão para as ruas neste sábado

08/12/2017

O Conselho de Pastores de Anápolis, com o apoio de diversas igrejas do Município, realiza, neste sábado, 09, mais uma edi...

Projeto “Natal de Coração” democratiza festa social

01/12/2017

O Prefeito Roberto Naves e a Primeira-Dama, Vivian Cristina Albernaz Naves lançaram, na noite da última quarta-feira, 29, a...

Secretaria do Meio Ambiente volta a plantar ipês na Avenida Brasil

30/11/2017

Um dos principais projetos de arborização já executado em Anápolis, o plantio de dez mil mudas de ipês amarelos na Aveni...

Décima Conferência Municipal de Saúde começa na 2ª feira com extensa pauta

30/11/2017

A 10ª edição da Conferência Municipal de Saúde (CMS) será aberta oficialmente na próxima segunda-feira, 04, no auditó...