(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Aids: Dia Municipal é marcado por ações de prevenção

Saúde Comentários 17 de junho de 2011

Município hoje tem mais de 400 pessoas que fazem tratamento com o coquetel de medicamentos que é disponibilizado através do Sistema Único de Saúde


No Dia Municipal de Luta Contra a AIDS, comemorado na última quinta-feira, 16, a cidade se mobilizou para prestar maiores esclarecimentos sobre a doença e garantir a prevenção do vírus. As ações coordenadas pela Secretaria Municipal de Saúde envolveram uma série de atividades voltadas para orientação e o diagnóstico precoce do vírus do HIV e outras DST’s.
Ações de combate à DST’s são uma constante em Anápolis, mas em comemoração ao Dia Municipal de Luta Contra a AIDS o trabalho foi intensificado. Na última quarta-feira, 15, as equipes da Secretaria de Saúde atuaram no presídio de Anápolis, promovendo ações educativas sobre DST’s, exames de HIV, Sífilis e Hepatites B e C, contando inclusive com a vacinação contra hepatite B.
Na quinta-feira, 16, a unidade móvel do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) esteve presente na Praça Abílio Wolney (Praça do Ancião), atendendo as pessoas que passavam pelo local. Além de realizar o teste de HIV e Sífilis, a unidade ainda prestou o serviço de orientação.
Ainda no Dia Municipal de Luta Contra a AIDS acontece uma ronda noturna nos principais bares e shoppings da cidade. O objetivo é estimular o uso do preservativo entre jovens – público alvo da campanha - e divulgar o serviço do CTA.
E no dia 22 as ações continuam. O trabalho de vacinação contra Hepatite B é realizado no Centro de Internação de Adolescentes. Já no dia 30, em parceria com Sest/Senat, serão realizados os testes de DST’s no evento em comemoração ao Dia do Caminhoneiro.

Programa
O programa DST/HIV/AIDS funciona na Unidade de Saúde do Bairro Jundiaí, desde 1996. Os testes de HIV são realizados nos postos de saúde da cidade e no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), gratuitamente, sem necessidade do encaminhamento médico. Os preservativos também são distribuídos nos postos de saúde, de forma gratuita, para toda a população.
No programa o paciente tem uma equipe multidisciplinar para melhor atendê-lo (médicos, farmacêutico, psicólogo, dentista, enfermeiros e nutricionista) oferecendo uma melhor qualidade de vida para o mesmo. Todo o tratamento e medicamento são fornecidos gratuitamente na unidade.
Hoje, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, mais de 400 portadores do vírus HIV recebem o coquetel de remédios que é disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para o tratamento da doença. Esse número tem crescido de alguns anos para cá, em razão do aumento das pessoas que estão fazendo exames. Porém, ainda há um número significativo de pessoas que fazem o exame para detectar a presença do vírus, mas não buscam os resultados.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Necessidade da vacinação infantil

12/07/2018

Há o risco da criação de bolsões de crianças não vacinadas contra as doenças infectocontagiosas. O secretário Estadua...

Meta é vacinar 364 mil crianças

12/07/2018

Até o dia 20 próximo, Goiás vai receber do Ministério da Saúde 455.900 doses de vacina contra pólio (paralisia infantil...

Meta é vacinar 364 mil crianças

12/07/2018

Até o dia 20 próximo, Goiás vai receber do Ministério da Saúde 455.900 doses de vacina contra pólio (paralisia infantil...

Terapias integrativas para pacientes com câncer

12/07/2018

Prestar atendimento pré-hospitalar de urgência e com excelência à população o mais rápido possível. Essa é a missão...