(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Aécio garante que terá amplo debate com trabalhador

Política Comentários 22 de agosto de 2014

Candidato do PSDB assegurou que salário mínimo terá reajuste real


O candidato à Presidência da República pela Coligação Muda Brasil, Aécio Neves, comprometeu-se, nesta quarta-feira (20/08), a governar dialogando com os trabalhadores brasileiros e reafirmou a decisão de conceder reajuste real do salário mínimo, corrigir a tabela do Imposto de Renda, além de defender aposentados e pensionistas.
Aécio participou de encontro com lideranças sindicais no bairro da Liberdade, em São Paulo, e recebeu a pauta de reivindicação dos trabalhadores.
"É hora de nos unirmos em torno de um projeto de país. No momento em que recebo essa pauta de reivindicações dos trabalhadores brasileiros, quero afirmar de forma muito clara que o meu governo será o governo do diálogo com a classe trabalhadora brasileira. Não governarei de costas. Governarei presente e debatendo cada um dos temas que me têm sido apresentados", afirmou Aécio.
O candidato à Presidência da República afirmou que no seu governo haverá reajuste digno do salário mínimo, correção da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física e luta pelos direitos dos aposentados e pensionistas da Previdência Social.
"Vamos garantir, sim, o reajuste real do salário mínimo. Mas vamos fazer mais. Vamos fazer o Brasil crescer para que esse reajuste seja minimamente digno. No meu governo, garantiremos a correção da tabela do Imposto de Renda, direito legítimo da classe trabalhadora. Estabeleceremos políticas diferenciadas para resgatar o poder de compra do salário do aposentado brasileiro, aviltado ao longo de todos esses últimos anos. Não faltará disposição de, passo a passo, construir caminhos para que essa agenda se transforme em realidade", salientou.
"Serei o presidente do emprego e do crescimento. Serei o presidente do resgate da credibilidade da economia brasileira. Hoje, o Brasil vive a pior equação de muitas décadas, do ponto de vista econômico. E as principais conquistas que nos trouxeram até aqui estão sendo colocadas em risco pela leniência de um governo que esqueceu dos seus compromissos com os trabalhadores, com a sociedade brasileira", apontou.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Política

Próxima legislatura terá 21 partidos no parlamento estadual goiano

18/10/2018

A renovação política do parlamento estadual será de, praticamente, 50%, ou seja, 20 novos parlamentares do total de 41 se...

Audiência abre debate sobre relatório técnico das obras da nova Câmara

18/10/2018

Pela primeira vez após três anos de paralisação das obras do novo prédio da Câmara Municipal de Anápolis o assunto foi...

Equipe de transição será altamente técnica, garante Governador eleito

18/10/2018

Por meio de sua assessoria, o Governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado, do Democratas, informou que deve anunciar na próx...

Derrota nas urnas e prisão. O inferno astral vivido por Marconi Perillo

11/10/2018

O ex-governador de Goiás por quatro mandatos, ex- Senador e ex-deputado Federal, Marconi Perillo (PSDB), vive um verdadeiro ...