(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Ações contra roubo de cargas serão intensificadas na região

Geral Comentários 12 de junho de 2015

Secretaria de Segurança Pública fará um amplo trabalho em Anápolis para reduzir a incidência desse tipo de crime, que causa mortes de caminhoneiros e prejuízos às empresas


Integração, inteligência e planejamento. Estes são os três pilares do ProCarga Goiás, apresentado durante solenidade organizada pelo Rotary Clube Anápolis Oeste, Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor e Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Anápolis, com o apoio do Jornal Contexto. O evento aconteceu no Denali Hotel, na última terça-feira, 09, e contou com a presença do superintendente de Inteligência da Secretaria Estadual de Segurança Pública, Marcelo Aires Medeiros, que é o responsável pelo programa.


Articulador do encontro, o jornalista Vander Lúcio Barbosa informou que Anápolis passará a ser contemplada com uma série de ações do ProCarga Goiás, com o objetivo de combater os crimes de furto e roubo de cargas na região. Ele lembrou que o Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor de Anápolis, presidido pelo empresário Georges Hajjar, preocupado com essa questão, solicitou o seu apoio para que fosse agendada uma reunião com o Secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, para tratar do problema. Essa reunião ocorreu no dia 19 de maio último e, agora, menos de um mês depois, foi dada a resposta com a apresentação e o lançamento do programa. “Temos a certeza de que, a partir das ações que serão aplicadas, haverá uma redução significativa nos crimes de furto e roubo de cargas, que causam muitos prejuízos às empresas e, em alguns casos, a morte de trabalhadores”, sintetizou.


O superintendente de Inteligência da SSP-GO, Marcelo Aires, explicou que o ProCarga Goiás está fundamentado na integração entre as forças de segurança, com o envolvimento das polícias Civil e Militar, Rodoviária Federal e vários segmentos organizados. Soma-se a esta integração, o uso de ferramentas de inteligência para a desarticulação das quadrilhas que, conforme disse, atuam de forma organizada e, também, utilizam a tecnologia na prática criminal. E, ainda, citou como fundamental o planejamento das ações, de forma a se obterem resultados positivos nas operações. “Estamos trabalhando aqui para a região, várias ações que vão ocorrer daqui até o final do ano, para reduzirmos os indicadores dos crimes de furto e roubo de cargas em Anápolis e região”, afirmou.


Ação policial


O Delegado Regional da Polícia Civil, Álvaro Cássio, avaliou que as ações do ProCarga devem produzir resultados “profícuos para combater estes crimes que preocupam a nós e à sociedade em geral”, disse. Para o inspetor Neilton, da Polícia Rodoviária Federal, a ação integrada entre as forças de segurança na região será importante, devido, dentre outras coisas, à extensão da malha rodoviária formada pelas BRs 153, 060 e 414. Além do que, observou, as quadrilhas estão mudando o “modus operandi”, para dificultarem o trabalho da polícia. Daí, a necessidade de se utilizarem estratégias de inteligência.


O superintendente do Porto Seco Centro-Oeste, Edson Tavares, ressaltou que “Anápolis não pode se transformar num referencial para a reengenharia do roubo de cargas” que, conforme disse, tem se utilizado de aparato tecnológico para driblar os investimentos que as empresas fazem para rastrear veículos e mercadorias. Tavares frisou que, devido à alta incidência de furtos e roubos de cargas na região, os valores de renovação de apólices de seguro aumentaram significativamente, o que penaliza o empresariado.


O empresário Leandro Ribeiro, que atua no segmento de seguro de cargas, pontuou que, devido ao roubo de cargas na região, algumas empresas do Norte do País, que faziam compras no atacado de Anápolis, estão, em alguns casos, fazendo opção por comprar em São Paulo e outros estados.


 


Criação de especializada


Após a reunião de apresentação do ProCarga, segundo Vander Lúcio Barbosa, foi realizada uma reunião com algumas lideranças presentes e definiu-se pela entrega de um documento ao superintendente de Inteligência da SSP-GO para ser encaminhado ao secretário da Pasta, Joaquim Mesquita, pleiteando a implantação, em Anápolis, de um grupo ou delegacia especializada em crimes contra o patrimônio.


No box, o texto do referido documento, assinado por Vander Lúcio Barbosa, Jornalista e Presidente eleito do Rotary Clube Anápolis Oeste; Georges Hajjar, Presidente do Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor de Anápolis e Adair Rodrigues (o Arrojado), Presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Anápolis.


“Inicialmente, reportamos nosso reconhecimento ao trabalho que V. Exª. e sua equipe têm desempenhado em prol da segurança pública em Goiás. E, especialmente, pela atenção que tem dispensado ao Município de Anápolis.


Como é do conhecimento de V. Exª., realizamos no Município, na última terça-feira, dia 09 de junho, um encontro para a apresentação do Pró Carga Goiás, programa criado pelo Governo de Goiás, através da SSP-GO, com o objetivo de unir esforços e ferramentas para atuar contra os crimes de roubo e furto de cargas.


Anápolis, por se caracterizar como um grande centro industrial, como um polo do comércio atacadista e de logística tem, rapidamente, se transformado numa rota para crimes desta natureza. O que tem causado enorme preocupação para os empresários de vários segmentos.


Assim, encontramos no Pró Carga Goiás, um aliado importante para que possamos tratar este crime da forma como ele tem de ser tratado: com rigor, com planejamento, com inteligência e com parcerias. A apresentação feita pelo Ilmo. Sr. Marcelo Aires, Superintendente de Inteligência desta Secretaria, certamente, foi muito bem acolhida pelas dezenas de lideranças que estiveram presentes ao nosso encontro. Uma exposição digna e que explanou de forma prática, os objetivos do referido programa.


Também de forma prática, após o encontro, discutimos a proposta de reivindicar, junto à V. Exª., que designe um estudo para a criação de um grupo ou delegacia especializada em crimes contra o patrimônio em Anápolis, o que abarcaria, também, os crimes de furto e roubo de cargas. Avaliamos que seria, também, uma estratégia importante, no intuito de dar resposta aos empresários atacadistas, aos operadores de logística e outros segmentos, que estão demasiadamente preocupados com esta questão, inclusive, face ao aumento nas renovações de apólices de seguros de cargas e de veículos de carga.


 Pelo fato de o nosso Município ser este polo movimentador de mercadorias, acreditamos justificar a criação desta especializada. Assim, reiteramos que este pleito tenha, como sempre, a atenção que V. Exª. tem dispensado às causas de Anápolis. Ao que, de antemão, agradecemos efusivamente.


Temos a certeza de que, trabalhando desta forma, vamos conseguir resultados extremamente positivos e a história fará jus a esta atuação séria, comprometida e competente”.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Prefeitura vai contratar OS para promover os eventos natalinos

12/10/2017

A Prefeitura está lançando edital de chamamento público para seleção e posterior estabelecimento de Termo de Colaboraç...

Anápolis tem 1ª Olimpíada Digital de Matemática

12/10/2017

A Prefeitura de Anápolis, através da Secretaria Municipal de Educação, promove a 1ª Olimpíada Digital de Matemática. O...

Pesquisa retrata infância em Goiás

12/10/2017

O Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (IMB), da Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan)...

Fisco flagra transporte com notas irregulares

12/10/2017

A equipe do Comando Volante da Delegacia Regional de Fiscalização de Anápolis flagrou na última terça-feira,10, dois cam...