(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Acidentes sem vítima podem ser tirados da PM

Segurança Comentários 12 de junho de 2015

Proposta discutida com cúpula da Segurança, Prefeitura e Ministério Público deverá atribuir responsabilidade à CMTT e garantir mais policiamento para outras ocorrências


Melhorias no atendimento da população no que se refere aos acidentes de trânsito sem vítimas no município. Este foi o principal tema discutido na reunião realizada na sede do Ministério Público em Anápolis, na manhã de terça-feira, 09, com o objetivo de traçar as providências que serão adotadas, em consenso, pelas instituições competentes na fiscalização deste tipo de ocorrência em Anápolis.


Participaram da reunião o prefeito João Gomes; o secretário estadual de Segurança Pública, Joaquim Mesquita; oS promotores titulares das 7ª e 9ª Promotorias de Justiça,  Publius Lentulus Alves da Rocha e Marcelo Henrique dos Santos; o comandante geral da Polícia Militar de Goiás, coronel Silvio Benedito Alves; o procurador-geral do Município, Edmar Silva; o diretor geral da Companhia Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT), Alex Araújo; e o assessor especial de Segurança Pública, coronel Sidney Pontes.


No encontro, os promotores indicaram a necessidade de adequação do serviço de atendimento de ocorrências de acidentes de trânsito ocorridos nas vias do município, desde que não haja vítimas. “Na ótica do Ministério Público, quando não há danos à pessoa, os acidentes de trânsito que só resultam em danos materiais podem ter a cobertura somente da Companhia Municipal de Trânsito e Transporte”, afirmou o promotor Publius Lentulus.


Após as justificativas pautadas, as instituições responsáveis acordaram a assinatura de um documento que viabilizará a realização de estudos técnicos para que haja a adequação dos atendimentos destas ocorrências. Previsto para ser finalizado até o fim deste mês, o documento indicará as etapas, bem como as datas para a sua aplicação. “Foi uma reunião com ampla convergência. Agora, tanto a Secretaria Estadual de Segurança Pública e a Prefeitura de Anápolis, via Gabinete de Gestão Integrada, indicará as medidas que viabilizarão esta demanda”, disse o secretário Joaquim Mesquita.


O prefeito João Gomes considerou as deliberações do encontro produtivas para a cidade. Ele lembrou que as atribuições resultantes deste estudo permitirão a implementação das mudanças que, segundo ele, serão gradativas. “Considero a ação efetiva para colocar mais policias à disposição da  população no patrulhamento da nossa cidade. Vamos fazer as mudanças, mas de forma responsável para que não haja prejuízo para Anápolis”, finalizou.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Segurança

Incidência de crime cai 60% com Força Tática

14/02/2019

Uma iniciativa inédita no Centro-Oeste e que já deu certo em Anápolis. Desde que a Força Tática Municipal foi criada –...

Sequência de homicídios abalou a Cidade na semana

14/02/2019

A série de assassinatos começou na sexta-feira, 08, pela madrugada. Foi na Avenida José Neto Paranhos, Bairro Jundiaí. Le...

Janeiro registrou queda no número de homicídios

08/02/2019

Doze homicídios foram registrados em janeiro de 2019 em Anápolis. O número, divulgado pelo Grupo de Investigação de Homi...

Deputado é contra a diminuição de penas para menores e idosos

31/01/2019

Reeleito para mais um mandato (19ª Legislatura) na Assembleia Legislativa de Goiás, com 38.278 votos, o deputado Major Ara...