(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

Ação incorpora Hepatite A e Tetraviral no calendário de vacinação

Saúde Comentários 01 de novembro de 2012

As vacinas deverão ser disponibilizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) a partir do segundo semestre de 2013


O Ministério Público Federal em Goiás (MPF/GO), pela Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC), conseguiu que o Ministério da Saúde (MS) aprovasse a incorporação das vacinas Hepatite A e Tetraviral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela) no calendário básico de vacinação de crianças. As vacinas serão disponibilizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) a partir do segundo semestre de 2013.
A atuação do MPF/GO se deu a partir da instauração do inquérito civil público em 14 de abril de 2009, pelo procurador da República Ailton Benedito. O objetivo foi colher elementos pertinentes à inclusão de vacinas contra gripe, varicela (catapora), hepatite A, HPV (papiloma vírus humano), meningite e pneumonia no Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde – PNI.
De acordo com informações da Secretaria de Vigilância em Saúde do MS, as vacinas meningocócica C (meningite) e pneumocócica 10 valente (pneumonia) foram introduzidas no calendário de vacinação de rotina em 2010. O MS, baseado em estudos técnicos, não aprovou a incorporação da vacina contra o HPV, como política de saúde pública.
Em relação à vacinação contra gripe (influenza), no ano de 2011, para proteção dos grupos considerados de maior vulnerabilidade, foram ampliadas as ofertas da vacina para crianças na faixa etária de seis meses a menores de dois anos de idade e gestantes, além dos grupos de 60 anos e mais idade, indígenas e profissionais de saúde. (Fonte: MPFGO)

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Saúde

Projeto atende a quase 800 pacientes que estavam na fila

26/05/2017

Há dois anos, a auxiliar de limpeza, Lídia dos Reis, 38, sentia fortes dores de vesícula. As pedras acumuladas no órgão ...

Dengue recua, mas população não deve baixar a guarda

26/05/2017

Em que pese as estatísticas demonstrem um recuo bastante significativo de casos de dengue em Goiás e, particularmente, em A...

Infectologia tem jornada sábado

18/05/2017

A Sociedade Goiana de infectologia realiza neste sábado, 20, a I Jornana de Infectologia de Anápolis. As palestras têm por...

Como superar o fim de um relacionamento?

27/04/2017

Ter o ‘coração partido‘ é uma das experiências mais traumáticas da vida. No entanto, de acordo com um estudo da Univ...