(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

A cada dois dias e meio, um homicídio acontece em Anápolis

Violência Comentários 08 de fevereiro de 2015

Um roubo seguido de morte ocorreu nas proximidades do bairro Copacabana, nesta quarta-feira, 04. Outros dois crimes foram cometidos no Residencial América e na Vila Góis.


Três pessoas foram vítimas de homicídio na última quarta e quinta-feira, 04 e 05 de fevereiro, em Anápolis. Leonardo Monteiro de Oliveira, 17, foi morto a tiros na quarta-feira, nas proximidades da fazenda Malacaixeta, próximo ao bairro Copacabana, conforme registrado em boletim de ocorrência no 1º DP. A Polícia Civil está investigando o caso. Conforme divulgado, o crime, considerado como latrocínio, que é o roubo seguido de morte da vítima, ocorreu quando Leonardo estava em casa. Quatro homens armados teriam abordado o rapaz e tomado dele quatro celulares, R$ 450,00 e uma televisão de 32 polegadas.
Após o roubo, Leonardo Monteiro de Oliveira teria sido obrigado a conduzir os assaltantes a uma fazenda vizinha, para que mais um roubo fosse cometido. A Polícia Militar informou a veículos de comunicação que, quando foi abordado, o vizinho teria reagido atirando. Os homens, supostamente, revidaram atirando de volta em Leonardo. Os suspeitos fugiram a pé. E o vizinho foi levado para o Distrito Policial local para responder por porte ilegal de arma de fogo.
Ralson Honório Ferreira, 35, foi morto a tiros no Residencial América, próximo à região da Gameleira. O crime ocorreu, de acordo com informações do Grupo de Investigação de Homicídios, por volta de 23h58 de quarta-feira. Um inquérito policial foi instaurado e equipes de polícia técnico-científica estiveram no local. Responsável pelo caso, o delegado adjunto do Grupo de Investigação de Homicídios de Anápolis (GIH), Vander Coelho, informou que os procedimentos investigativos já estão em andamento.
Hudson da Nóbrega Gomide, 25, também foi morto a tiros. O fato ocorreu na madrugada desta quinta-feira, por volta de 05h30. Informações da Polícia Civil indicam que a vítima saía de uma festa na Vila Góis, quando foi surpreendida. Não há informações sobre quem foi o autor dos disparos ou se mais de uma pessoa esteve envolvido na ocorrência, que também será investigada pelo GIH, sob o comando do delegado Vander Coelho.

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Violência

Anápolis aparece em relação das cidades mais violentas do Brasil

09/06/2017

Em 2015, a taxa de homicídios por 100 mil habitantes de Anápolis, ficou em 40,9. Somada às Mortes Violentas com Causa Inde...

Governo diz que Goiás é um dos estados com menor índice criminal

09/06/2017

Os índices de criminalidade em Goiás apresentam queda sequenciada a partir de 2016. Na comparação entre janeiro e maio de...

Judiciário quer ações práticas para reduzir criminalidade em Anápolis

02/06/2017

A busca de soluções para o crescente aumento do índice de criminalidade em Anápolis foi debatida no final da tarde da úl...

Emanuelle Muniz e Emanuelle Ferreira: passageiras da agonia

04/05/2017

Emanuelle Muniz Gomes tinha 21 anos. Era transexual. Bela; extrovertida; meiga, alegre e filha carinhosa. Apesar da pouca ida...