(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

59ª ExpoAna tem foco no Agronegócio

Cidade Comentários 16 de abril de 2014

O Sindicato Rural de Anápolis promove a 59ª edição da ExpoAna, a novidade na programação deste ano é destacar a importância do agronegócio no Estado


A 59ª ExpoAna inicia suas atividades no dia 20 de abril, com a famosa cavalgada, já no dia 22 vão acontec as atividades do 3ª encontro de Agronegócios que movimentará os pecuaristas. O feriado do Dia do Trabalhador, neste 1º de maio, será comemorado com shows das duplas Guilherme e Santiago e Israel e Rodolfo. O evento é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Cidadania e Trabalho (SECT), por meio da Superintendência do Trabalho, e o Sindicato Rural de Anápolis. Vale lembrar que no dia 1º de maio, quem comparecer ao Parque de Exposições, com 1 kilo de alimento, não perecível terá a entrada gratuita.
O grande destaque da exposição são os animais bovinos e equinos, que vão dar entrada no Parque, dia 22 de abril. “Este ano receberemos 160 bovinos e 88 equinos e uma média de 150 mil pessoas devem vim conferir a exposição que vai até o dia 4 de maio com vários shows e atrações”, lembra o presidente do Sindicato, José Caixeta.
Como o foco deste ano é voltado para o Agronegócio, o Sindicato Rural, com o apoio do Sebrae Goiás, o Banco do Brasil e a Secretaria de Indústria e Comércio vão promover o 3º Encontro de Agronegócios, na ocasião será disponibilizado linhas de crédito do MCR/ Banco do Brasil para os produtores rurais de qualquer região. Vale lembrar que será oferecido um almoço no dia 26 de abril, as 11h30, no Parque de Exposições Agropecuário para as empresas ancoras, Sebrae, Senar, Banco do Brasil e expositores de equinos e moares. (Programação do 3º Encontro, em anexo).
O agronegócio no estado
O agronegócio estadual tem respondido nos últimos anos por cerca de 60,0 a 70,0% do Produto Interno Bruto (PIB), sendo também responsável por 75,0% das exportações goianas, que, no ano de 2009 superaram o montante de 3,6 bilhões de dólares. Os principais produtos exportados foram do complexo soja (grão / farelo) seguido do complexo carnes (bovinos, aves e suínos).
Trata-se de um setor que, nos últimos anos, esteve em franco desenvolvimento no Estado e que não se restringiu apenas ao crescimento da produção. Pode ser observado um aparato científico e tecnológico, juntamente com o estabelecimento de importantes agroindústrias em diversos municípios goianos.
Destaca-se neste contexto a importância da agricultura familiar. Dos 146.461 estabelecimentos rurais cadastrados no Estado, 103.205, ou seja, 70,47% estão enquadrados na categoria familiar, considerando tão somente o parâmetro de até 4 módulos fiscais.
No que tange à pecuária, merece destaque a condição de possuir o quarto maior rebanho bovino do Brasil, com cerca de 20,8 milhões de cabeças, a posição de quarto maior produtor de leite, com próximos 3,0 bilhões de litros/ano, além de ser o Estado com o maior rebanho bovino em área livre de aftosa com vacinação e o maior quantitativo bovino em confinamento. (Sindicato Rural/ Mariana Lourenço)

Autor(a): Da Redação

Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Cidade

Prefeitura vai homologar lista de projetos aprovados

19/01/2018

A lista de projetos aprovados para realização com recursos do Fundo Municipal de Cultura foi divulgada no dia 15, mas a hom...

SENAI/Anápolis troca diretoria e anuncia novos projetos

19/01/2018

A Fieg Regional Anápolis, sob a presidência do empresário Wilson de Oliveira, realizou na última segunda-feira 15, a prim...

Obra do segundo viaduto segue, mas ainda sem a data de entrega

19/01/2018

Aproveitando a trégua dada pelas chuvas, a empresa JOFEGE, responsável pela execução do projeto de mobilidade urbana, que...

Repasses encolheram R$ 38 milhões

19/01/2018

As transferências da União para Anápolis registraram uma queda de 14,12% no ano de 2017, em relação a 2016, conforme lev...