(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

31ª CPE está sob novo comando

Polícia Comentários 20 de julho de 2017

O Major Hrillner Braga Ananias deixou o posto, o qual passa a ser ocupado pelo Major Rodrigo de Souza Bispo


Foi realizada na manhã de quinta-feira,20, a solenidade de passagem de comando da 31ª Companhia de Policiamento Especializada (CPE). O Major Hrillner Braga Ananias deixou o posto, agora ocupado pelo Major Rodrigo de Souza Bispo, que respondia pelo comando do 28º Batalhão da PM. O evento, que contou com a presença de várias autoridades civis e militares, foi presidido pelo titular do 3º Comando Regional da Polícia Militar (CRPM), Coronel João Batista Freitas Lemes.
Um ano e quatro meses à frente da CPE, o Major Hrillner Braga foi promovido e vai assumir, em breve, o Batalhão de Choque, em Goiânia. Ao deixar o comando, ele fez um balanço de sua atuação à frente da unidade. Ele destacou, dentre os legados deixados pela sua atuação, a valorização da tropa e a aproximação da CPE com a comunidade. “Saio de coração partido, mas feliz porque levo um caminhão de amigos”, disse, pontuando que no período em que esteve na especializada, teve a oportunidade de promover a capacitação do efetivo e também melhorias em relação às condições gerais de trabalho da tropa. “Deixo uma CPE mais profissional para combater o crime e pronta para prestar um bom serviço para a sociedade”, reforçou.
O novo comandante da CPE, Major Rodrigo Bispo, ressaltou que irá colocar a sua experiência de 19 anos de carreira na Polícia Militar à disposição da unidade. Conforme adiantou, a intenção é trazer mudanças para acrescentar ao trabalho desenvolvido pelo seu antecessor. O oficial destacou que traz também a experiência de ter comandado uma unidade especializada em Aparecida de Goiânia. Desde janeiro último, ele estava à frente do 28º Batalhão.
Em seu pronunciamento, o comandante do 3º CRPM, Coronel Lemes, enfatizou que o Major Hrillner deixa a CPE realizando um comando que valorizou e tropa e esteve próximo da comunidade anapolina e, conforme disse, espera que seja esta a mesma linha do seu sucessor, o Major Bispo.
Segundo o comandante, é fundamental a parceria da Polícia Militar com a sociedade no combate à criminalidade. Ele ponderou que, devido à leniência da lei muitos marginais capturados pela polícia voltam às ruas. “Mas vamos fazer o nosso papel e prender quantas vezes for necessário”, enfatizou, destacando a importância da integração da PM com a Polícia Civil, a sociedade organizada e os poderes constituídos.

Autor(a): Claudius Brito

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

Baixe o PDF de Edições Anteriores

Arte em Propaganda Arte em Propaganda

+ de Notícias Polícia

Anápolis ocupa quarto lugar em casos de violência contra a mulher em Goiás

18/10/2018

Ao completar 12 anos em 2018, a Lei “Maria da Penha”, criada com o objetivo de proteger as mulheres contra todos os tipos...

Ação policial combate crime de pedofilia

11/10/2018

A Polícia Civil, através da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos, com apoio da Delegacia de Proteção ...

Homicídios caem 56% no Município em relação ao último trimestre

11/10/2018

O número de homicídios reduziu 56,09% em Anápolis, no último trimestre, em relação ao mesmo período do ano passado. Os...

Civil prende autores de tentativa de latrocínio em Goianápolis

08/10/2018

Policiais civis da Delegacia de Goianápolis cumpriram, no domingo (30), mandados de prisão em desfavor de Lázaro Ferreira ...