(62) 3317 5500 • comercial@jornalcontexto.net

13 de março: Entidades classistas aderem aos protestos sociais

Geral Comentários 10 de maro de 2016

Manifestação a favor do impeachment de Dilma Rousseff e contra a corrupção tem o apoio da classe empresarial de Anápolis


“Vem pra rua para a construção de uma sociedade próspera”. Com este apelo, a mais representativa entidade classista do empresariado da cidade, a Associação Comercial e Industrial de Anápolis (Acia), juntamente com o Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de Anápolis (SICMA) e a Associação das Imobiliárias de Anápolis (AIA), encaminharam esta semana correspondências a seus associados convocando-os para participar do movimento Vem Pra Rua, programado para este domingo, 13, com concentração na Praça Dom Emanuel, no Bairro Jundiaí, a partir das 9 horas.
Organizada pelo Movimento Brasil Livre (MBL), a manifestação conta também com o apoio do Sindicato dos Médicos e da Unimed de Anápolis, dentre outras entidades classistas, que estão mobilizando seus associados com convocações através das emissoras de rádio da cidade. A convocação do empresariado destaca a importância de sua participação no Movimento Vem Pra Rua “para mostrar, dentro da ordem, a sua indignação com a falta de solução para a crise política e a inércia do governo com a queda das atividades econômicas”.
A convocação do empresariado conclui lembrando que “somos todos brasileiros, daí a necessidade da participação de todos para a construção de uma sociedade próspera”. De acordo com um dos organizadores do movimento, o empresário Eric Dias da Silva, depois de se concentrar na Praça Dom Emanuel, os manifestantes - tendo à frente um carro de som - vão percorrer a Avenida São Francisco até o seu cruzamento com a Avenida Pinheiro Chagas, de onde se deslocam até o Parque do Ipiranga, onde estão previstas manifestações contra a corrupção, a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff, e de apoio ao juiz Sérgio Mouro, o Ministério Público e a Polícia Federal. As redes sociais também estão sendo utilizadas pelos movimentos Brasil Livre e Vem Pra Rua para convocar a população a participar dos protestos.
Os movimentos Brasil Livre e Vem Pra Rua esperam reunir pelo menos 1.500 pessoas na manifestação deste domingo, em Anápolis. À tarde, o MBL, com apoio do empresariado, coloca dois ônibus à disposição dos interessados para levá-los à Goiânia, na manifestação que será realizada na Praça Tamandaré, na capital do Estado, segundo informou um dos líderes do MBL,Victor Rodrigues dos Santos. Ele explicou que o MBL preferiu participar do protesto em Goiânia, limitando-se a apoiar o Movimento Vem Pra Rua na manifestação que será realizada em Anápolis.
Segurança
Na Polícia Militar, o sub-comandante do 3º CRPM, tenente Paulo Inácio da Silva informou que a corporação já está com todo o esquema de segurança montado para preservar a ordem pública durante a realização do protesto. Ele não revelou o quantitativo da PM que foi destacado para acompanhar a manifestação, limitando-se a informar que vem monitorando as redes sociais para definir o efetivo que será necessário para oferecer segurança aos participantes do protesto e garantir a ordem pública.
“Só na manhã da véspera do protesto que vamos definir quantos policiais serão necessários”, disse Paulo Inácio, explicando que PM e os organizadores não têm como prover com antecedência quantas pessoas devem participar da manifestação. Questionado sobre a possibilidade de haver confronto entre os que protestam e os que apoiam o governo, o sub-comandante do 3º CRPM disse que as pessoas contrárias ao protesto não poderão participar da manifestação no mesmo local autorizado aos movimentos Brasil Livre e Vem Pra Rua e também as entidades de classe.

Autor(a): Ferreira Cunha

Clique aqui para ler a página em formato PDF


Comentários


Deixe seu comentário Dê sua opinião a respeito desta notícia. Seu e-mail não será publicado.


Código Anti Span Incorreto!
Obrigado! Seu comentário foi postado com sucesso!
Falhou! Preencha todos os campos obrigatórios (*)

+ de Notícias Geral

Município quita dívidas trabalhistas de ex-servidores comissionados

19/04/2017

A Prefeitura de Anápolis começa a quitar dívidas trabalhistas do município, que estão pendentes desde 2011, para ex-serv...

Ovos de chocolate com diferenças salgadas, aponta pesquisa do Procon

12/04/2017

O Procon de Anápolis divulgou a pesquisa sobre os preços de produtos para a páscoa- ovos de chocolate e caixas de bombons....

Projeto da sede do MP tem significativo avanço

12/04/2017

A proposta de se definir uma nova sede para as promotorias de Justiça em Anápolis (hoje funcionando em um edifício da Aven...

Advogados receberam a Caravana Nacional de Prerrogativas

07/04/2017

Morosidade do Poder Judiciário; desrespeito por parte de autoridades policiais, juízes, promotores; porte de arma; e até o...